Mini rosas: como cuidar de roseiras

Compartilhar:


mini rosas no jardim

Uma flor delicada que mesmo com mais de 3.000 anos de história continua em alta, essas são as mini rosas! Bonita por natureza, essa planta agrada com facilidade, afinal, é perfeita para presentear, cultivar em vasos e complementar decorações.

Hoje vamos falar sobre esta variedade de rosa que pode fazer parte do seu jardim ou varanda e precisa de menos espaço que as tradicionais roseiras.

Mini rosas: do jardim do Imperador para o mundo

A origem das mini rosas começa lá na China, dos jardins da realeza, e o gênero Rosa possui mais de 200 espécies que variam em cores, formatos e cuidados com o cultivo. A flor, que cientificamente é chamada de Rosa Chinensis, faz sucesso por ter uma floração intensa, ou seja, os brotos costumam aparecer ao longo do ano.

De porte pequeno, as mini roseiras, como são popularmente chamadas, se diferenciam das clássicas rosas por seu tamanho, pois ficam entre 20 e 40 centímetros, além de terem menos espinhos. As cores mais comuns são branco, amarelo, rosa e vermelho.

Como cultivar mini rosas?

como cuidar de mini rosas

Uma das ótimas vantagens das mini rosas é que podem ser cultivadas em vasos, que tenham um diâmetro de pelo menos 12 centímetros, até jardineiras. Porém, para que a planta se desenvolva, é necessário prestar atenção a determinados pontos, como a qualidade do substrato e drenagem.

Sendo assim, invista em uma terra que possua nutrientes, rica em húmus, e utilize uma camada de argila expandida na base para facilitar a drenagem. Esta é uma planta que gosta de sol, por isso se adapta melhor a lugares amplos e com bastante luminosidade.

Como regar mini roseira?

O cuidado com a quantidade de água que as mini rosas recebem é fundamental para garantir a saúde da planta. A recomendação é que ela esteja sempre com a terra levemente úmida, mas sem encharcar. Por fim, a manhã é o horário ideal para regar as plantas, pois o excesso de umidade evapora ao longo do dia. Já no inverno, elas precisam de menos água.

As flores precisam de adubação?

O adubo é sinônimo de nutrientes para a sua plantinha, por isso é importante saber qual a melhor adubação para cada espécie. No caso das mini rosas, o indicado é misturar adubo orgânico três vezes ao ano, sempre seguindo as instruções do fabricante no verso da embalagem.

Preciso podar as mini rosas?

Existem certas situações que você pode considerar o uso de uma tesoura de poda, como para retirar as flores murchas e folhas secas. Outro caso comum é podar as mini rosas para que elas ganhem formato de cerca-viva quando cultivadas no jardim, por exemplo. No mais, a estação do inverno é propícia para cortar grande parte das hastes e esperar que a roseira brote novamente.

Agora seus conhecimentos sobre mini rosas estão atualizados e você já pode começar a cultivá-las em vasos ou no quintal. A rosa é considerada a rainha das flores e não é para menos, afinal, ela representa o amor, romantismo e beleza.

Conheça o blog Cobasi! Temos mais conteúdos para você:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário