Como cuidar de um Pastor Alemão filhote

26 de novembro de 2020

Cachorros
pastor Alemão filhote deitado

Curiosos, inteligentes e com instinto de guarda, o Pastor Alemão filhote é uma ótima opção de pet para quem gosta de boa companhia e brincar bastante. Continue a leitura e conheça quais cuidados ter com a raça e como deixar a casa preparada para receber o filhote.

Saúde do Pastor Alemão filhote

O Pastor Alemão filhote precisa de diversos cuidados com a saúde para crescer forte e saudável.

Vacinação

Vacinar o seu Pastor Alemão filhote é a garantia para evitar várias doenças, algumas que podem até ser fatais. Geralmente, a partir dos 30 à 45 dias de idade, o animal já pode ser imunizado com a múltipla, também chamada de V8 ou V10. Entre as principais doenças estão Parvovirose, Cinomose e Leptospirose.

No entanto, filhotes devem ser vacinados com pelo menos três doses da vacina múltipla. Apenas uma dose não protege seu cãozinho.

A Antirrábica é outra vacina obrigatória. Ela deve ser dada em dose única e repetida todos os anos. Consulte sempre seu médico veterinário de confiança e siga o protocolo de imunização indicado por ele.


Vermífugo

O vermífugo é o responsável por eliminar vermes que podem ser contraídos pelo pet na rua, nos alimentos e até dentro de casa.

Ao se deparar com aquela barriguinha redonda e endurecida dos filhotes, é possível suspeitar de verminoses. Leve seu pet ao médico veterinário para determinar o melhor tratamento.

No caso do pastor alemão filhote, a primeira dose do vermífugo deve ser administrada entre 14 e 21 dias de vida. A dosagem varia de acordo com o peso e a saúde do animal, portanto é muito importante sempre manter um acompanhamento médico. A segunda dosagem, geralmente ocorre duas semanas após a primeira e serve de garantia para o bom funcionamento do tratamento. 

Antipulgas

As pulgas são pequenos parasitas que se alojam entre os pelos do animal e no seu habitat podendo causar uma infestação. Elas geram desconforto e podem até causar doenças através de sua picada, como dermatites e verminoses. 

Usar um bom antipulgas é fundamental para que esses parasitas se mantenham longe do seu pet. Você encontra uma grande variedade desses produtos, que vão desde antipulgas em spray, à comprimidos e coleiras e a atendem diversos tamanhos de animais. 

No caso do pastor alemão filhote, o ideal é buscar por um antipulgas especialmente para filhotes, dessa forma é possível garantir a saúde do pet e manter esses parasitas bem longe. 

Além disso, é importante lembrar que os antipulgas devem ser aplicados com frequência no animal, portanto é fundamental se atentar a data de reaplicação.

Características do Pastor Alemão filhote

O pastor alemão costuma ser uma raça de cachorro muito saudável e ativa, mas existem algumas doenças com maior incidência:

  • Displasia Coxofemoral: doença causada por um encaixe errado na articulação do quadril do animal;
  • Mielopatia Degenerativa: doença grave, que causa desordens na medula espinhal;
  • Dermatites e Foliculite Furunculosa.

É importante fazer o acompanhamento veterinário com visitas a cada 6 meses. Além disso, alguns cuidados são recomendados, como evitar superfícies muito lisas.

Prepare a casa para seu pet

Antes de levar o Pastor Alemão filhote para casa, é muito importante garantir um lugar de conforto para que ele possa brincar, se alimentar e descansar!

Alimentação

Os Pastores Alemães são cães de grande porte, por isso precisam de uma alimentação completa desde cedo. As rações Super Premium são compostas por ingredientes de alta qualidade responsáveis por fornecer proteínas e nutrientes fundamentais para uma alimentação mais balanceada. 

A raça precisa de uma dieta rica em vitaminas, ômega 3 e 6. Por isso, o ideal é contar com alimentos de qualidade, que ofereçam esses nutrientes em todas as fases de vida do animal. 

As rações úmidas são perfeitas para os filhotes, por serem mais macias, acabam sendo mais fáceis de serem mastigadas antes da troca de dentição. Além disso, elas também possuem nutrientes importantes para os filhotinhos. 

Mas nada melhor do que petiscos e ossinhos na hora de agradar o pet, não é mesmo? Por isso, algumas marcas já possuem petiscos ricos em vitaminas e minerais importantes para garantir a diversão e saúde do seu bichinho. Já os ossinhos, são ótimas distrações e perfeitos para ajudar a cuidar da saúde bucal do animal, prevenindo a criação de tártaro.

Conforto

Se tem uma coisas que os cães filhotes precisam quando chegam em casa, é um lugar para descansar e repor suas energias. Por isso, é muito importante garantir que seu Pastor Alemão filhote tenha uma caminha confortável e do tamanho certo para ele.

Como esses animais são de grande porte e crescem rápido, uma boa opção para quem não quer gastar muito é garantir desde cedo que o pet terá uma caminha bem confortável e comporte ele durante toda a sua fase de crescimento. Caso contrário, o ideal é fazer trocas frequentes de caminha. 

Além disso o pet também pode contar com cobertores e roupinhas para se aquecer nas estações mais frias do ano. Existem roupinhas e fantasias de diversos tipos e tamanhos que atendem desde filhotes a cães de grande porte, tudo para que ele se sinta quentinho e confortável. 

Higiene

Lidar com a higiene do pet é um dos requisitos mais importantes que garantem conforto, bem-estar e saúde do animal. Como nem todo mundo tem a possibilidade de deixar o cachorro solto para fazer suas necessidades, uma boa opção é a utilização de tapete higiênico, que permitem que o animal faça suas necessidades em algum cantinho dentro de casa, como no banheiro ou na área de serviços. 

Os banhos também são muito importantes, especialmente porque colaboram com a prevenção de doenças de pele no animal. É indicado que os filhotes tomem banho apenas a partir do terceiro mês de idade, portanto, é importante consultar a opinião de quem cuida do seu pet.

Vale lembrar que o shampoo e o condicionador devem ser específicos para filhotes, afinal, eles são desenvolvidos especialmente para a faixa etária e evitam possíveis alergias.

Passeio, somente após a vacina!

O pastor alemão é um cachorro bem ativo, desde filhote ele adora aprontar umas artes e brincar bastante. Passear é uma ótima opção para ajudar a gastar a energia desses filhotes. Mas é importante não se esquecer de usar coleira com plaquinha de identificação, peitoral e guia reforçados e no tamanho ideal para o filhote, além de levar saquinhos higiênicos para recolher as fezes. Para alguns animais, a caixa de transporte pode ser ótima, especialmente quando os filhotes estão em processo de vacinação. 

Aliás, é muito importante saber que o cão só está liberado para os passeios após a vacinação completa! 

Brinquedos são distrações importantes!

Os brinquedos são grandes distrações para o filhote e acabam servindo como uma companhia na caminha, pois eles estão adaptados a conviver com a mãe e os irmãos. As pelúcias fazem muito bem esse papel. Além disso, as bolinhas costumam ser os brinquedos preferidos dos cães, que adoram brincar com elas junto com seus tutores. Já a corda e os ossinhos são ótimos para eles se distraírem e podem até ajudar com a dentição, evitando tártaro. 

Quantas vezes por dia um Pastor Alemão filhote deve comer?

A ração Super Premium é a mais indicada para o Pastor Alemão filhote, por ser rica em minerais e nutrientes, ela proporciona uma dieta balanceada para o pet. Além disso, é importante que a ração atenda as diversas fases de crescimento do cão. 

Os filhotes costumam ser bastante sensíveis, podendo sofrer de hipoglicemia se ficarem muito tempo sem a alimentação adequada. Por isso, ofereça pequenas porções da ração ao filhote a cada 4 horas.  

Como treinar um cachorro pastor alemão?

O adestramento pode começar cedo. A partir dos dois meses de idade o animal já começa a entender os comandos e começa a aprender as coisas. Para o adestramento positivo, o tutor pode brincar com ele ao mesmo tempo em que ensina, o ideal é sempre mostrar que aprender pode ter um benefício, seja um afago ou um petisco

Caso o animal seja um pouquinho teimoso, não desista! Uma boa opção é apostar em comandos mais curtos, que são mais fáceis de compreender. Conforme o pet for crescendo, os comandos podem ser um pouquinho mais complicados. 

Gostou do conteúdo? Veja outros posts sobre filhotes: