Como saber se a cobra é venenosa? Entenda!

Compartilhar:


como saber se a cobra é venenosa

No Brasil, são mais de 390 espécies de cobra, das quais 63 são consideradas peçonhentas. Mas, como saber se a cobra é venenosa? Existe algum método para identificar? Neste artigo vamos trazer mais informações que podem ajudar a responder essas perguntas.

Entretanto, caso você tenha sido picado e não seja um especialista no assunto, é importante consultar um médico imediatamente.

Como saber se a cobra é venenosa ou não?

A diferenciação para saber se uma cobra é venenosa, definitivamente não é uma tarefa simples. Alguns especialistas falam sobre o formato da cabeça, as pupilas, cores, espessura do corpo, entre outras características que podem ajudar a definir. Porém, essa generalização pode ser perigosa, principalmente para pessoas que não tem amplo conhecimento sobre o animal.

Sim, existem cobras venenosas que possuem uma cabeça em formato triangular e achatada, mas não são todas. Por exemplo, a jiboia possui as mesmas características e não apresentam glândulas de veneno.

No geral, somente um especialista em herpetologia, ramo das ciências biológicas que estuda répteis e anfíbios, pode analisar e identificar de forma mais precisa os detalhes anatômicos para ajudar na distinção entre as venenosas e as cobras não venenosas.

Por isso, é sempre bom reforçar: tentar analisar uma cobra não é um método recomendado, muito menos seguro. O melhor caminho sempre será, independente do tipo de cobra, o respeito pelos animais e não invadir o seu espaço com qualquer tipo de contato.

Quais são as cobras mais peçonhentas do Brasil?

Você sabe qual a cobra mais venenosa do Brasil? A Cascavel, conhecida por possuir um chocalho na cauda é, sem dúvidas, uma das espécies que provocam mais temor (e com razão!).

Essa cobra possui um veneno neurotóxico, ou seja, tem a capacidade de atuar no sistema nervoso, fazendo com que a vítima tenha grandes dificuldades de respirar e se mover. Sem tratamento, o risco de morte após picada de Cascavel chega a 70%.

Outra cobra peçonhenta muito conhecida é a cobra-coral verdadeira. Seu corpo apresenta anéis vermelhos, pretos e brancos, de cores bem vivas e marcantes. Ela também provoca sérios riscos à saúde humana. Isso porque seu veneno também é neurotóxico, bloqueando o sistema neuromuscular e respiratório da vítima. Além disso, pode deixar a visão turva, dificultar a deglutição e provocar vômitos.

Outras espécies mais conhecidas que fazem parte dessa lista são:

  • Urutu-cruzeiro;
  • Jararacuçu;
  • Surucucu pico-de-jaca;
  • Jararaca.

O que fazer em caso de picada de cobra?

como saber se a cobra é venenosa

Vamos à prática! A primeira recomendação para um caso de picada é lavar o local com água e sabão. Dessa forma, pode-se evitar a entrada de microrganismos no ferimento, prevenindo, assim, uma infecção secundária.

Além disso, procure o mais rápido possível um pronto-socorro. Neste caso, o mais indicado até ser atendido é permanecer deitado e com o membro acometido elevado, bem como imobilizado até receber os primeiros socorros.

Quanto menos movimento a vítima fizer, mais lentamente o veneno irá se espalhar pelo sistema sanguíneo. E, portanto, com menos velocidade a toxina irá atingir o sistema nervoso. Caso a vítima não consiga ser socorrida, não é recomendado tentar extrair o veneno sozinho ou fazer torniquete. É muito importante se apressar para procurar um posto de atendimento médico.

Gostou do conteúdo? Não deixe de conferir outros posts da Cobasi sobre as cobras e muitas outras curiosidades do mundo animal. Além disso, caso você tenha interesse em produtos para pets, a nossa loja conta com diversos produtos para cães, repteis, gatos e roedores!

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário