Cobra de estimação: qual a melhor escolha?

Compartilhar:


Cobra de estimação

Os animais exóticos estão cada vez mais famosos como pets, fazendo parte do dia-a-dia de seus donos. Esse é o caso da cobra de estimação, que mesmo parecendo perigosa, quando cuidado de maneira correta, acaba se tornando uma excelente companhia.

Criar uma cobra como animal de estimação é uma atividade permitida em nosso país desde 1997, mas precisam ser compradas apenas de criadores legalizados e com registro no IBAMA.

Assim, você terá garantia de que ela nasceu e foi criada em um cativeiro sério. Elas acompanham um microchip, utilizado pelos órgãos de fiscalização.

A posse ilegal é crime, com grandes consequências. No processo de escolha, procure sempre um vendedor autorizado, pois ele irá conhecer os hábitos da espécie escolhida, sabendo qual é a melhor escolha para você..

Qual a espécie adequadas para se ter como cobra de estimação

Como iniciante é indispensável criar cobras que não sejam venenosas, evitando risco a vida de familiares, amigos ou qualquer pessoa que visite sua casa.

A cobra Milho, por exemplo, é uma das mais populares, pois é dócil e fácil de manusear, além da extensa gama de cores.

Ela tem cerca de 120 cm e não necessita de uma terrário muito grande, consome muita água (recomenda-se deixar sempre uma vasilha à sua disposição.

O animal é de sangue-frio, ou seja, necessita de calor e iluminação especial para que a qualidade de vida seja positiva e duradoura.

A Píton Real é uma das menores e tímidas, porém uma das mais longevas e consegue sobreviver por 30 anos e suportar períodos muito longos sem alimentação.

Já a Real Californiana é ainda mais doce que a Milho, com ótimo manuseio na fase adulta. Quando filhote, pode ser um pouco temperamental, então é necessário ter atenção.

Ela mede cerca de 150 cm, super resistente a mudanças drásticas de temperatura, mas deve conviver sozinha, pois o risco de comer a companheira é alto.

Suas cores também variam bastante, podendo alternar entre castanho com branco/amarelo ou preto.

Cobra de estimação

Cuidados importantes com o animal

Diferente da maioria dos animais, a cobra de estimação não precisa se alimentar todos os dias e pode ficar algumas semanas sem comer.

A quantidade de comida varia da idade e da temperatura do animal. Normalmente, as cobras mais jovens comem mais vezes, fator que está ligado a sua fase de crescimento.

O espaço entre as refeições das cobras, de modo geral, é de 15 a 20 dias.

Não existe ração para cobras, pois se alimentam de roedores, tais como os camundongos e outros animais pequenos. Como comida, esses animais podem ser encontrados congelados, facilitando a vida do dono.

Já em relação ao habitat, elas vivem em terrários, conforme a espécie escolhida pelo tutor.

Antes de levar este tipo de pet para casa, esse espaço deve estar pronto e seguro, pois mesmo as cobras de estimação são experts encontrar lacunas, escapando com muita facilidade.

Quer saber mais informações sobre as cobras? Entre agora mesmo no blog da Cobasi:

cobra de estimação

Qual o animal mais perigoso do mundo?

O que são animais silvestres?

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário