Quero ter um Papagaio: como criar um animal silvestre em casa

16 de novembro de 2020

Aves
Papagaio recebendo carinho na cabeça

Os pássaros estão entre os pets exóticos mais comuns nas casas e o Papagaio é uma das aves silvestres que podem ser criadas em cativeiro mediante registro no IBAMA. Esse pet chama a atenção por seu carisma, inteligência e a capacidade de pronunciar palavras. Aliás, é o animal silvestre que melhor entende a linguagem dos humanos.

Como ter um Papagaio legalizado pelo IBAMA

Antes de mais nada, tenha em mente o Papagaio precisa de espaço para ter uma qualidade de vida. Além disso, ele precisa de companhia constante! Isso quer dizer que será preciso ter um viveiro de papagaio grande o suficiente para o bicho voar e se sentir seguro.

Porém, não basta apenas ter um espaço adequado. Esta espécie de ave precisa ser registrada e este é o meio de controle do IBAMA para combater práticas ilegais. Nunca tire um animal exótico da natureza e leve para casa e nem compre sem o registro adequado. Além de crime, isso estimula um comércio ilegal responsável pela morte de milhões de animais.

Um Papagaio de estimação legalizado é vendido com documentação e um anel da instituição que comprova a criação adequada.

Existem 12 espécies do pássaro no país. O Papagaio do Mangue e o Papagaio-Verdadeiro são os preferidos pelos tutores. Ambos têm os traços clássicos da ave, como a cor verde viva com detalhes em amarelo na região dos olhos. Entretanto, também se encontram Papagaios com as penas mais azuis e as bochechas avermelhadas.

Como é um filhote de papagaio?

O Papagaio filhote nasce sem penas e o chamado desmame costuma acontecer após 2 meses. Para alimentar um recém-nascido, use uma mistura de água e ração específica para Papagaios. Essa papa vai ajudar a nutrir o filhote para que este se desenvolva forte e saudável.

Qual a melhor gaiola?

A moradia do seu amigo precisa ser confortável e limpa com frequência, o contato do animal com fezes ou xixi pode levá-lo a contrair doenças.

Uma gaiola para Papagaio de aço inoxidável costuma ser a melhor opção para higienizar com facilidade, além de ser alta e com espaço suficiente dos lados.

O pet adora pular pra lá e pra cá e brincar bastante. Por isso, o espaço é fundamental, além dos poleiros espalhados pela estrutura, ofereça brinquedos, como balanços e cordas.

Entreter seu pet é muito importante para manter sua saúde e bem-estar.

Alimentação de um Papagaio

Papagaio sendo alimentado em cima da gaiola

Sem muitos segredos, a comida desta ave é basicamente ração. Além disso, alguns veterinários indicam frutas secas ou cruas e verduras cozidas sem sal com ração como complemento.

Fique de olho nos alimentos que um Papagaio não pode comer: sal, café, abacate, sementes de maça, berinjela e industrializados.

Consulte um médico veterinário especialista em aves antes de montar o cardápio do seu pet.

Qual é o papagaio que fala?

As pessoas acham que todos os tipos de Papagaio que falam são adestrados, porém não são todas as aves que realmente aprendem frases, truques e a dançar, por exemplo. Você verá seu Papagaio falando a partir dos 6 meses de vida.

Quando você obtém o animal de criadouros legalizados, as chances são maiores, visto que o cruzamento dos Papagaios é estratégico. Uma junção daqueles que possuem facilidade em serem domesticados.

Nunca compre um animal sem o registro do IBAMA.

Um pet que precisa de companhia

O Papagaio é um pet que exige bastante tempo do seu tutor.

Por ser bastante sociável, a ave tem potencial de desenvolver depressão e inclusive automutilação se ficar isolada ou sem companhia. Você tem um Papagaio que era falante que do nada mudou seu comportamento? Leve-o ao veterinário imediatamente!

Um Papagaio cantando é sinônimo de alegria e que o pet está feliz. Se atente aos cuidados básicos com o animal para garantir sua saúde, lembrando que um papagaio pode viver até 60 anos! Faça o acompanhamento veterinário adequado e encontre muitos mimos para seu pet na Cobasi.

Quer saber mais sobre cuidados com aves? Confira os posts abaixo: