Cuidados com cachorros: 10 dicas de saúde para seu pet

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
cuidados com cachorros

Você sabe quais são os cuidados com cachorros mais importantes quando falamos de saúde e bem-estar? Separamos 10 dicas para ajudar você a cuidar do seu cãozinho. Continue a leitura e confira!

Alimentação e cuidados com cachorro

A alimentação do pet é um cuidado que deve começar quando ele ainda é um filhote. Entre 6 e 8 semanas de vida o processo de desmame deve ser iniciado e a ração sólida introduzida gradativamente na alimentação do animal. Ofereça apenas ração de filhote para cães até 1 ano de idade.

Durante esse período, também é importante fracionar e oferecer refeições entre 4 e 5 vezes ao dia. Isso é importante porque você ajuda o animalzinho a manter o nível de glicose no sangue, evitando crises de hipoglicemia.

Cães adultos e idosos devem ser alimentados com as rações específicas para sua faixa etária e porte. Além disso, existem os alimentos sólidos e úmidos medicamentosos, desenvolvidos especialmente para auxiliar na saúde do animalzinho. Para uma alimentação mais completa, prefira a ração Super Premium. Mais rica em proteína de origem animal, é formulada com ingredientes selecionados e funcionais.

Importante! Ofereça a porção indicada na embalagem da ração para o peso do seu animal. Ao aumentar a quantidade, você pode colaborar para um quadro de sobrepeso e obesidade no cachorro. Essas condições podem colaborar e agravar diversas doenças.

Conheça as diferenças e vantagens da ração Super Premium.

Bebeu água?

O potinho de água do seu cachorro está cheio? É muito importante manter o bebedouro do pet sempre abastecido com água fresca.

Também é aconselhado realizar a limpeza do pote de água do cachorro diariamente para remover impurezas que podem fazer mal para seu pet.

Cuidados com o pelo

Os cuidados com cachorros também passam pela atenção à pelagem do animal. Escove seu bichinho pelo menos uma vez por semana para manter os pelos hidratados e ainda evitar a queda excessiva. Cães de pelos longos exigem maior frequência na escovação. Utilize escovas e rasqueadeiras para pet.

Além da escovação, outro cuidado é muito importante para o pelo e a pele do seu animal. O banho do cachorro deve acontecer apenas com produtos específicos para pets, como shampoos, condicionadores e colônias. Nunca utilize produtos de uso humano, pois podem intoxicar e dar alergias no seu cachorro.

Após o banho com produtos da linha pet, seque completamente o pelo do seu cachorro com toalha e secador de cabelo. Aproveite o banho para cuidar dos ouvidos, olhos e da higiene bucal do pet. Mais uma vez, use apenas produtos veterinários, como: escova de dentes, creme dental pet e produtos para a limpeza dos olhos e ouvidos.

Aprenda a dar um banho de pet shop sem sair de casa.

Doenças de cachorro

Cada raça de cachorro possui necessidades específicas e também são propensas a desenvolver certas doenças. Por isso, antes de escolher uma raça para ter em casa, pesquise muito e entenda todas as características comportamentais e de saúde.

Algumas raças possuem propensão para obesidade, por isso os tutores devem redobrar a atenção e evitar petiscos fora de hora. Outras raças são mais propícias às lesões ósseas, por exemplo, exigindo cuidados especiais com pisos muito lisos

Além disso, o comportamento muda de uma raça para outra, fazendo com que alguns animais sejam mais adequados para o convívio com crianças, outros não ficam bem sozinhos e existem ainda aqueles que exigem muita atividade física. O tutor precisa conhecer muito bem a raça do seu animal e preparar formas de oferecer mais saúde e bem-estar para ele.

Prepare a casa para o pet

Evitar acidentes também um dos cuidados com cachorros necessários para manter a saúde e o bem-estar. Prepare sua casa ou apartamento antes de receber o animalzinho. Telas podem ser instaladas em janelas e varandas para evitar quedas. Elas também podem ser usadas em portões que dão diretamente para a rua para evitar fugas.

Portões para cachorro e cercados são ótimos para limitar o acesso do animal em alguns cômodos, como cozinha ou garagem. Aposte em tapetes para evitar escorregões e lesões em casas com pisos muito lisos. Retire medicamentos e plantas do alcance do animal, eles podem intoxicar o bichinho e levar à óbito.

Vacinação anual

vacina e cuidados veterinários com cachorro

Cães adultos devem ser vacinados todos os anos com as vacinas V10 ou V8. Elas protegem o cachorro contra cinomose, parvovirose, leptospirose e outras enfermidades graves que podem levar o animal à óbito. Outra vacina que deve ser realizada anualmente é a Antirrábica. Ela imuniza contra a Raiva, uma doença grave que pode ser transmitida para humanos.

Além dessas duas aplicações fundamentais para manter os cuidados com cachorros sempre em dia, ainda existem vacinas para verminoses, gripes, entre outras doenças. Consulte um médico veterinário e siga a indicação do protocolo de imunização

Saiba porque vacinar o cachorro todos os anos é tão importante.

Vermífugos

Alguns medicamentos devem ser usados periodicamente no seu cachorro. Um caso muito importante é o vermífugo. Esses remédios eliminam vermes que podem gerar diversas doenças no seu cachorro. O animal contrai vermes principalmente em passeios na rua, mas mesmo aqueles que não saem de casa devem ser medicados. A transmissão também pode acontecer através de alimentos ou mesmo se ele lamber ou comer algo do chão.

Os vermífugos possuem posologias diferentes que variam de acordo com o peso do cachorro, por isso procure um médico veterinário para definir qual o período, a dosagem e o vermífugo ideal para seu pet.

Faça a Assinatura Cobasi e programe suas compras de medicamentos.

Antipulgas e remédio para carrapato

Os cuidados com a saúde também incluem o uso frequente de antipulgas e remédio para carrapatos. Esses medicamentos são responsáveis por deixar seu pet livre de pulgas, carrapatos, piolhos e mosquitos, evitando diversas doenças.

Disponíveis no formato de coleiras, pipetas, sprays e até medicamentos orais, os antipulgas possuem períodos de atuação diferentes. Converse com seu veterinário e defina o que funciona melhor para seu pet.

Cuidados com cachorros filhotes

alimentação e cuidados com cachorros

Filhotes exigem cuidados especiais dos seus tutores. Entre os mais importantes está o protocolo de vacinação que é diferenciado dos adultos.

A vacina V10 ou V8, que protege o cachorro contra cinomose, parvovirose, leptospirose e outras doenças, deve ser aplicada em 3 doses. A primeira por volta dos 60 dias de vida, a segunda entre 81 e 90 dias e a última entre 111 e 120 dias de vida. Além disso, todo filhote deve ser imunizado com uma dose única de Antirrábica. Filhotes podem passear na rua ou ter contato com outros cães apenas após 10 dias da última dose das vacinas, quando estarão completamente protegidos.

Após completar 1 ano de idade as vacinas V10/V8 e Antirrábica devem ser repetidas anualmente.

Estresse

O bem-estar físico e mental compõem os cuidados com cachorros que todo tutor deve ter. Com a rotina corrida dos tutores, muitos pets desenvolvem estresse e comportamentos indesejados, como roer, latir incessantemente e fazer xixi fora do lugar.

Para cuidar da saúde mental do pet, é importante entender o comportamento do animal e organizar a rotina para que ele se sinta bem e tenha suas necessidades atendidas. Por exemplo, animais agitados precisam de exercício e atenção. Isso pode ser compreendido com passeios longos, dias em creches ou escolinhas, momentos de brincadeira antes do período sozinho e brinquedos interativos.

Os brinquedos interativos têm o intuito de entreter o pet enquanto o tutor não está em casa ou não pode brincar. Além de distrair, eles colaboram para a prática de atividade física do seu pet.

Agora que você já sabe quais os principais cuidados com cachorros, confira outros posts sobre pets:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Ynara disse:

    Nessa pandemia meu cachorro, o Homer ficou mais estressado, começamos a ir passear de 2 a 3 vezes por dia, isso ajudou bastante. Pois moramos em apartamento, isso estava fazendo muito mal pra ele.

  2. Luiz Valter Alves disse:

    Bom dia! Adorei todos os esclarecimentos! Pretendo adquirir dois cães de porte médio. (Boxer e uma outra raça). Passear todos os dias, só se for pra eles praticarem cooper junto comigo diariamente. Para me ajudar vou procurar ajuda de um adestrador. De ajudar forma, os esclarecimentos acima me ajudaram bastante. Obrigado!@

Deixe o seu comentário