Fecaloma em gatos: fique atento ao seu pet

Marcelo Tacconi de Siqueira Marcos

Colaboração de Marcelo Tacconi de Siqueira Marcos

Compartilhar:
Fecaloma em gatos: fique atento ao seu pet

O fecaloma em gatos é uma condição caracterizada pelo ressecamento e retenção das fezes dentro do intestino do pet. Por isso, se você vem observando seu bichano e ele está com dificuldade para fazer cocô, pode ser esse o caso.

O fecaloma em felinos é relativamente comum, mas pode ser bastante perigoso. As duas principais causas para explicar a situação são:

  • ingestão dos pelos durante a higiene que o gatinho faz de si mesmo, se lambendo;
  • higienização precária da caixa de areia do pet, fazendo com que ele segure o cocô.

Vamos conversar nesse artigo sobre o fecaloma e o que você pode fazer para evitar que ele aconteça.

Como evitar o fecaloma em gatos

Como evitar o fecaloma em gatos

Como você já deve imaginar, uma das principais medidas de prevenção ao fecaloma em felinos é uma higienização regular e bem feita da sua caixinha de areia.

Gatos são animais extraordinariamente limpos, que não fazem suas necessidades em qualquer lugar. Se eles procuram a caixa de areia para fazer cocô e ela está suja, eles dificilmente vão fazer em outro lugar. Assim, as fezes acabam retidas dentro do intestino e, com o tempo, vão ficando ressecadas e difíceis de expelir.

Por isso é fundamental que os tutores de gatos criem uma rotina regular de limpeza da caixa de areia, removendo os torrões formados pela urina e pelas fezes o quanto antes. Além disso, pelo menos uma vez por semana é necessário fazer uma limpeza completa do sanitário, lavando em água corrente e trocando totalmente a areia higiênica.

Outras formas possíveis de prevenir o fecaloma é a escovação regular dos pelos. Isso faz com que menos fios soltos fiquem no corpo e acabem ingeridos durante os banhos que o próprio gato se dá. Aumentar a ingestão de água também ajuda bastante.

Nesse caso, o tutor pode investir em fontes de água específicas para os bichanos, que mantêm a água em movimento. Esses bebedouros tipo chafariz são ótimos para os gatos pois o movimento da água é muito atraente para eles, aumentando naturalmente o volume de líquido ingerido.

Tratamento de fecaloma em gatos

Tratamento de fecaloma em gatos

Segundo o médico veterinário Marcelo Tacconi, da Educação Corporativa Cobasi, o fecaloma em felinos deve ser tratado como uma emergência. Isso significa que você deve levar o pet ao médico veterinário com o máximo de rapidez, assim que perceber o problema.

“O tratamento muda de caso para caso. O protocolo inicial é um enema (uma lavagem intestinal), podendo ser utilizados fluidoterapia, laxantes e, em alguns casos, o animal ser submetido a cirurgia”, informa Marcelo.

Algumas doenças neurológicas e do sistema endócrino também podem desencadear a formação de fecalomas em gatos. Essas podem ser mais difíceis de o tutor perceber por conta própria, então é muito importante manter acompanhamento regular com o médico veterinário.

Além de oferecer alimentação de qualidade e adequada ao seu pet, faça consultas de rotina com o profissional de saúde para acompanhar o desenvolvimento dele. Assim fica muito mais fácil reconhecer um problema no início, quando as possibilidades de resolução são maiores.

Para saber mais sobre a anatomia dos gatos e como cuidar bem deles, confira esse artigo selecionado para você em nosso blog.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário