Filhotes de cães: Como adaptar os pets a um novo lar?

17 de julho de 2019

Cachorros

Brincadeiras, descobertas e muito afeto. A chegada de um filhote ao novo lar é marcada por uma série de novas experiências. Mas, é imprescindível que o tutor esteja preparado para fase de adaptação do jovem animal, que engloba uma série de cuidados e medidas para assegurar o bem-estar do pet.

Por isso, antes de escolher o novo membro da família, é preciso levar em consideração questões como: espaço destinado ao cão, tempo disponível para o pet, afinal, filhotes precisam de atenção redobrada, e principalmente iniciar os preparativos para chegada do cão à residência.

Para tornar o processo mais tranquilo e auxiliar os tutores durante essa fase de adequação, a médica-veterinária e Gerente de Produtos da Ceva Saúde Animal, Priscila Brabec preparou 10 sugestões para auxiliar neste momento. Veja as dicas abaixo:

Idade ideal para adaptação

A indicação é que os filhotes cheguem ao novo lar a partir das oito semanas de vida, pois já terão feito o desmame, após receber os nutrientes adequados através do leite materno.

Prepare o ambiente para o filhote

É preciso definir, previamente, desde o local para descanso, até onde serão feitas as refeições e as necessidades. A escolha deve levar em consideração o espaço disponível na residência, e principalmente, a segurança do cãozinho.

Atenção ao choro noturno do filhote

Como estão em um ambiente desconhecido, onde os odores, pessoas e sons são completamente diferentes do local onde estavam habituados é comum que os filhotes sintam sensações, como medo, ansiedade e insegurança e isso pode levar ao choro noturno que é a forma que o animal encontra para expressar o desconforto. O comportamento pode ser minimizado ao criar um ambiente onde o cão se sinta confortável e seguro.

Utilize ADAPTIL Difusor:

O Adaptil é um análogo sintético do odor materno canino, que auxilia na adaptação dos cães em situações adversas do dia a dia, trazendo a sensação de segurança e bem-estar no ambiente.

O produto é indicado para auxiliar os filhotes durante a fase de adaptação. O item deve ser colocado no cômodo onde o pet passa a maior parte do dia, dessa forma o cão se sentirá confortável e seguro no ambiente, ajudando a diminuir o choro noturno e facilitando a adaptação. O difusor deve ficar na tomada 24 horas por dia por 30 dias.

Crie uma rotina para o filhote

É importante criar uma rotina para filhote que englobe os passeios, brincadeiras, momentos de descaso, refeições e até mesmo os períodos onde o animal ficará sozinho no ambiente. É durante essa fase que o animal se adaptará mais facilmente aos hábitos cotidianos.

Atenção ao comportamento ao sair e voltar para casa

O tutor deve tomar cuidado para tornar o ato de sair de casa o mais natural possível. A dica é que o tutor evite se despedir e cumprimentar com intensidade do cão ao sair e retornar.  O ideal é tratar o momento com naturalidade, dessa forma o pet não ficará tão ansioso pelo retorno do tutor.

Invista em brinquedos

Filhotes têm uma grande quantidade de energia. Por isso, além momentos de passeio, os brinquedos para cães são ótimos aliados para distrais os pets. Alguns itens permitem deixar petiscos e ração escondidos, o que irá entreter os cães.

Cuidado com os itens que ficam na casa

É normal que os jovens animais explorem o ambiente. Por isso é preciso atenção com os objetos da casa. Itens com peças pequenas, utensílios soltos, pelúcias, entre outros podem ser um risco para o pet, que pode se envolver em acidentes. Por isso, é importante restringir o acesso do animal a esses objetos.

Filhotes precisam de atenção redobrada

Como estão em fase de adaptação e ainda não entendem completamente o novo ambiente e a rotina, os cães demandam maior atenção nessa fase inicial, pois podem se sentir inseguros e até mesmo se envolver em acidentes ao entrar em contato com objetos ou substâncias disponíveis pela casa.
O indicado é que o filhote fique em uma área restrita até estar habituado a nova casa, principalmente nos momentos em que estiver sem a supervisão do tutor.

Tente deixar o animal menos tempo sozinho

Tente reduzir o tempo que o pet fica sozinho em casa. Uma alternativa é considerar deixá-lo em uma creche especializada durante um período do dia, ou até mesmo investir em um dog walker.

É importante lembrar que a adaptação do filhote de cachorro é essencial no inicio da vida. Além disso, recomendamos que o tutor se atente ao tipo de ração ideal para melhor fase da vida do seu cãozinho. O ambiente e a limpeza dos objetos dos animais também colaboram para que ele tenha uma vida saudável.

Você ainda tem dúvidas sobre como adaptar os filhotes de cães a um novo ambiente? Escreva para nós nos comentários 😉