Saiba tudo sobre troca de pelo em cachorro

14 de agosto de 2020

Cachorros
cachorro sendo escovado

A troca de pelo do cachorro acontece em alguma época específica ou isso ocorre quando ele não está saudável? É normal aumentar a queda de pelos? Continue a leitura, tire todas as suas dúvidas e saiba como manter a pelagem do seu pet sempre bonita.

Cachorro troca de pelo?

Mais pelos no chão da casa, pelagem com aparência diferente… essas são indicações da temida troca de pelo. A queda de pelos dos cães é natural e acontece porque toda pelagem tem um ciclo de vida.

Os pelos dos cães nascem, crescem e morrem, caindo pela casa, nas roupas ou mesmo ficando presos no cachorro. Isso mesmo! Alguns tipos de pelagem aparentam ter menos queda de pelo porque quando o folículo envelhece e o pelo se solta da pele, ele ainda fica preso no restante da pelagem. Isso é mais comum em cães de pelo longo.

Além do ciclo de crescimento dos pelos, você pode notar variações na queda dependendo da estação do ano.

Estação do ano e troca de pelo

As estações do ano também influenciam na troca de pelo dos cães. A primavera e no outono costumam ser as estações em que a queda de pelos é mais intensa. Elas servem justamente para renovar a pelagem e preparar o animal para o verão e o inverno, a estação mais quente e a mais fria do ano.

Além disso, alguns cães também soltam mais pelos do que outros.

Cães de pelagem curta soltam menos pelos que os outros?

Os pelos curtos são menores e, por isso, chegam à maturidade antes dos pelos longos. Isso significa que a troca de pelo é mais intensa em cães de pelos curtos do que aqueles com a pelagem longa.

Outro fator importante é que os pelos curtos e lisos, ao se soltarem da pele, não costumam ficar presos entre os outros pelos. Já nas pelagens longas, os pelos que cães costumam ficar presos e até formar nós.

Pelos pela casa ou nós na pelagem? Nós temos a solução para nada disso acontecer!

Reduza os efeitos da troca de pelo

cachorro sendo escovado

Para reduzir os efeitos da troca de pelo a resposta é muito simples: escovação periódica. Usar pentes, escovas e rasqueadeiras auxiliam o tutor a remover os pelos soltos e impedir que caiam no chão ou formem nós.

A escovação é indicada pelo menos duas vezes por semana e deve ser intensificada na primavera e no outono. Como já comentamos, essas são as estações em que a troca de pelo é intensificada.

Outros motivos para a queda de pelo

A troca de pelo e o aumento da queda em algumas estações do ano é natural e saudável. No entanto, existem doenças que também provocam esse comportamento, por isso fique atento!

A alimentação é um dos principais motivos para a queda de pelos. Sem uma nutrição adequada, os pelos ficam fracos e cães com mais frequência. Além disso, o animal pode desenvolver alergias alimentares, que também têm como um dos sintomas a intensificação da queda de pelo.

Cuidar bem do seu pet é o segredo para evitar a queda de pelos. Doenças causadas por fungos, sarnas e até a DAPP aumentam esses episódios. DAPP é a Dermatite Alérgica à Picada de Pulga, sendo assim, uma das formas de evitar a queda excessiva é a administração correta de medicamentos antipulgas.

Faça visitas periódicas ao seu médico veterinário de confiança e principalmente se perceber um aumento na troca de pelo. Quando associada à alguma doença, a queda de pelo costuma estar acompanhada de lesões na pele, vermelhidão e até prostração do animal.

Agora você já sabe tudo sobre troca de pelo. Se quiser mais dicas para manter seu pet sempre saudável, confira alguns dos posts que separamos para você: