Gato castrado marca território?

Compartilhar:


Gato castrado marca território

Uma das dúvidas de tutores e gateiros é saber se o gato castrado marca território. Nós sabemos que os gatos têm o hábito de deixar sua marca por aí como quem deixa recados a outros animais, sejam eles gatos ou não. Mas será que depois de castrados isso ainda continua acontecendo?

O gato e o território

O primeiro passo para responder a essa pergunta é entender o que é o comportamento territorialista dos gatos. Os gatos foram domesticados muito depois dos cães, por isso ainda guardam muito do passado selvagem da espécie.

Na natureza, a marcação de território serve a dois propósitos: o primeiro é espantar a concorrência afirmando que por ali já anda um caçador, o segundo é enviar sinais para possíveis parceiros sexuais. Nesse caso, faz sentido ter dúvidas se o gato castrado marca território.

Afinal, uma vez castrados, esses animais não têm mais gônadas capazes de produzir hormônios sexuais, logo não teriam motivos para marcar o território. Ainda assim, a marcação acontece. E, para quem não sabe, ela é feita com pequenos jatos de xixi, um comportamento chamado de spraying.

Acontece que esses jatos ou borrifadas de xixi carregam o cheiro do animal e faz com que ele próprio reconheça que ali é sua casa. De certa maneira, quando o gato castrado marca território ele está enriquecendo o ambiente com seu próprio odor.

Embora não produza mais hormônios sexuais, o gato castrado marca território sempre que sente que sua posição no ambiente está ameaçada de alguma forma ou quando quer tornar o local mais agradável para ele

Ou seja, de modo geral, o gato castrado marca território para assegurar sua posição de domínio entre os membros que convivem no mesmo ambiente que ele. Eles podem fazer isso para mostrar quem é que manda ou como tentativa de se sentirem confortáveis no ambiente.

O que fazer quando o gato castrado marca território?

Por isso, quando o gato castrado marca território de maneira excessiva, pode ser sinal de que o pet não está se sentindo confortável na própria casa. Isso pode acontecer tanto por viver em um ambiente conturbado quanto por mudanças no cotidiano como a chegada de um novo membro na família ou mudanças na casa.

E por mais que um cheirinho de xixi seja agradável ao bichano, não é exatamente o modelo de ambiente saudável para os tutores. O que fazer, então, para evitar esse comportamento?

Primeiro, ter certeza de checar as condições anteriores: o ambiente é tranquilo e enriquecido para o pet? A casa está passando por alguma mudança ou novidade como a chegada de um novo membro na família?

Se o problema não vier de nenhum desses fatores existem alguns produtos que podem ajudar a acalmar o animal. É o caso dos feromônios sintéticos. Borrife ele pela casa para que o animal se sinta mais confortável e seguro. 

Porém, se ainda assim o gato continuar marcando território, então agende uma consulta com o veterinário para ele fazer um plano de correção comportamental para o animal. Dessa maneira o convívio de toda a família vai ser bem melhor!

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Marcia Mayr de Carvalho disse:

    Eu tenho uma gata castrada e marca território, não era minha o dono dela abandonou vários gatos.o que eu posso fazer?

Deixe o seu comentário