Gato com ferida exposta: quais os cuidados?

Compartilhar:


O gato com ferida exposta precisa de bastante atenção e cuidado. Apesar de conhecidos como animais habilidosos e preciosos em suas aventuras, os felinos podem se machucar e os donos precisam estar atentos a isso, principalmente ao observar depois que eles voltam de suas aventuras nos telhados.

As feridas são problemas que podem acontecer com qualquer idade, seja ele um gatinho novo ou um mais velho que está acostumado a andar por aí. Por isso, é bom sempre ficar atento na hora de escová-lo ou de dar banho para saber se não tem nada estranho.

Neste conteúdo, vamos falar um pouco mais de gato com ferida exposta, quais as principais que podem ocorrer e como tratar da maneira correta. Acompanhe o texto e saiba mais!

Gato com ferida exposta: quais as principais?

O gato com ferida exposta é um sintoma bastante comum que pode acontecer por conta de diversos fatores, não apenas de uma briga que ele teve com outro gato ou machucados decorrentes dos seus passeios.

Alguns são problemas mais graves, como doenças sistêmicas, podendo causar feridas. Nesse caso, o conhecimento pode ser a maior arma para combater da maneira certa. Abaixo, listamos alguns dos problemas mais comuns.

Parasitas

Quem nunca encontrou um pontinho preto perambulando pelo bichano? Entenda, parasitas como pulgas, carrapatos e berne estão entre as principais causas do gato estar com feridas expostas. Elas são extremamente difíceis de se cicatrizar, e mesmo sendo um problema comum, é necessário combater os parasitas da maneira correta.

Sarna

A sarna é outra velha conhecida entre os animais. Sendo assim, vale a pena reforçar o recado: mesmo que seja um problema comum entre eles, é importante combater a doença. Existem diferentes tipos de sarna, dessa forma, o cuidado tem que ser ainda maior.

Em sua maioria elas causam sintomas mais comuns, mas quando não são cuidadas da maneira correta, elas podem deixar o gato com ferida exposta. O tratamento fica ainda mais demorado que o normal quando isso acontece.

Alergias

Assim como os humanos, qualquer animal tem alergias a diferentes reagentes. Muitas vezes, essa reação alérgica é causada por algum produto de limpeza usado em casa, em plantas ou vegetais.

Em alguns casos, a alergia pode ser um pouco mais difícil de identificar, fazendo com que o animal comece a se coçar bastante, causando uma ferida exposta. Portanto, é bom ficar atento nesses casos, quando notar algo de diferente, procure um veterinário.

Gato com ferida exposta: quais os cuidados?

Como cuidar de um gato com ferida exposta?

No caso de um gato com ferida exposta com pouca gravidade, o próprio dono pode tratar em casa seguindo alguns passos importantes. No entanto, outras feridas derivam de doenças mais profundas e precisam de uma intervenção veterinária de imediato.

Em caso de ferida exposta superficial, o auxílio de alguns itens e medicamentos podem ser o suficiente para tratar do gato, como:

  • Gazes limpas;
  • Soro fisiológico;
  • Iodo diluído;
  • Colar elisabetano;
  • Pomada cicatrizante.

Com esses itens, você já consegue tratar de um gato com ferida exposta da melhor maneira. Lembrando: se a ferida for muito grave, leve imediatamente ao veterinário para que o profissional possa fazer todos os cuidados corretos.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

3 Comentários

  1. ELIANE de abreu Pereira disse:

    Muito bem explicado obrigada

  2. Marcos disse:

    Olá
    Tenho um gato que por um bom tempo estava com um caroço, com o passar tô tempo foi aumentando e acabou por estourar,,agora virou em uma ferida,não cicatriza, o bichano está perdendo peso, o que poderá ser?

    • Cobasi disse:

      Oi Marcos, como vai? Apenas um médico-veterinário pode orientar sobre interação medicamentosa. Recomendamos que procure um profissional para um tratamento eficaz e sem riscos.

Deixe o seu comentário