Gato espirrando sangue? Saiba o que fazer nessa hora

Compartilhar:


gato espirrando sangue

Notou o seu gato espirrando sangue? Embora não seja fácil ver o seu animal de estimação sofrendo, o tutor não deve demorar a agir e tomar alguma providência. Não ignore o problema, estamos falando da vida de seu bichinho querido. 

Por isso, explicamos o que pode significar um gato gripado e espirrando sangue pelo nariz, além de como cuidar do animal nesse momento. Confira!  

Gato espirrando sangue: por que isso acontece?

Na verdade, não existe somente um motivo para o gato estar espirrando sangue. Entre algumas causas possíveis, está a presença de um corpo estranho no nariz do felino. O que seria um corpo estranho? Algum elemento indesejado que o deixe desconfortável, como alimentos, cordas, pedaço de grama, entre outros objetos. 

Nesta situação, o gato pode ter um repentino acesso de espirros e, assim, esfregar o nariz com as patas ou com algum objeto para resolver o incômodo. 

O sangramento ocorre pela ruptura de algum vaso ou através dos ferimentos provocados pelo corpo estranho. Nota-se o sangue pelas gotículas respingadas no solo ou nas paredes. 

Além disso, o felino espirrando sangue pode representar uma infecção, seja causada por bactérias ou fungos, como no quadro de contrair a bordetelose. Essa doença afeta diretamente o trato respiratório do animal, classificada como grave quando existe a presença de sangue ao espirrar. 

Outra eventualidade seria o felino ter algum problema dentário, como um dente inflamado. Isso também seria uma razão para o gato espirrar sangue. 

Quais problemas isso pode causar?

Se o seu gato estiver espirrando sangue, uma série de consequências pode atingir o seu pet. Fizemos uma lista com alguns problemas que isso pode causar. Confira: 

  • Problemas na coagulação do sangue;
  • Pressão alta; 
  • Anemia; 
  • Ter ingerido veneno, colocando a vida do animal em risco; 
  • Tumores. 

Vale explicar que um gato gripado e espirrando sangue pode apresentar outros sintomas, a depender de qual seria o problema de saúde. 

Por isso, o tutor deve estar atento a qualquer sinal ou comportamento diferente do seu pet. Um espirro isolado com sangue pode representar um problema muito maior. Fique alerta!

Como cuidar do gato?

Meu gato está espirrando sangue, e agora? Não pense duas vezes, leve o seu animal ao veterinário imediatamente. Dessa forma, somente com uma análise de um especialista será possível descobrir a origem do problema e indicar o tratamento mais adequado. 

Isso seria válido para quaisquer causas, desde um objeto preso no nariz do felino até uma infecção bacteriana. Assim, quanto mais tempo adiar a visita ao veterinário, mais aumenta o sofrimento do nosso amigo, podendo agravar o quadro dele. 

Porém, o tutor deve saber como agir ao se deparar com o seu pet espirrando sangue. Nesta hora, mantenha a calma para não deixar o animal nervoso. Se necessário, deixe ele em algum ambiente pequeno, no caso de vê-lo agitado e irritado.

O uso do colar elizabetano pode ser útil nesses momentos de tensão, impedindo que o pet se machuque mais. 

A partir disso, procure a origem do sangramento. Como solução para estancar o sangue, pressione o ponto constantemente com gaze estéril por cerca de cinco minutos. É uma forma de limpar e desinfetar o sangramento, sendo importante para regredir a hemorragia. Faça isso antes de visitar o veterinário, se for possível. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário