Gato miando: qual o significado de cada som

14 de julho de 2020

Gatos
gato miando em um fundo laranja

Todos sabem que os animais não falam, mas isso não quer dizer que eles não sabem se expressar. O comportamento, os movimentos do corpo e os sons são algumas das formas que eles usam para nos passar mensagens. Entender o significado de um gato miando pode ajudar a identificar as necessidades do pet. 

Às vezes curto, em outros momentos longo, em determinadas situações pode até parecer com o choro de uma criança..  continue a leitura e entenda quais os tipos de miados de gato.

Gato miando. O que pode ser?

O miado é uma das maneiras que o gato usa para se comunicar com o tutor e com outros animais. Por meio do miado de gato, ele avisa se está feliz, estressado, desconfortável ou até mesmo doente. O tom e o tipo de miado podem variar de acordo com o bichinho e suas características.

Para entender o que o gato miando quer expressar, separamos alguns exemplos de miados e seus motivos. Essa análise está sempre baseada em outros fatores comportamentais. Como o miado de gato varia de acordo com o pet, é importante você aprender com seu bichinho.

Como o gato mia quando está com fome

Seu gato está miando sem parar e você não consegue saber o que é? Avalie se faz tempo que ele não come. Tente oferecer ração de gato para ele e se ele comer e o miado cessar, você acertou. Tente guardar esse som e sempre que ouvir, alimente seu pet.

Outra forma de descobrir qual é o miado de gato para fome, é prestar atenção nos sons que seu pet faz antes das refeições. Ele faz um som característico sempre próximo do horário do almoço ou jantar? Bingo! Esse é o miado de fome.


Os felinos costumam soltar sons altos e curtos para dizer que o estômago está pedindo por comida. Um comportamento complementar é rodear o local onde fica a comida de gato.

Gato miando bravo ou estressado

Banho, caixinha de transporte, ficar sozinho, um novo pet…existem situações que os gatos não gostam muito dependendo do seu temperamento. Nessas horas eles poderão miar repetidas vezes e, se estiverem muito nervosos, o som sairá parecido com um rosnado. Esse é o miado de gato bravo!

Junto com esse som um pouco assustador, o gato pode se arrepiar e fazer o famoso “fuuuu”, uma variação do miado de gato usada justamente para afastar o que quer que seja.

O comportamento é natural e muitas vezes saudável, mas se seu gato é excessivamente bravo você pode fazer algumas atividades para tranquiliza. O feromônio é uma excelente forma de deixar os gatos mais relaxados e receptivos com novos animais, pessoas e situações. Os feromônios são compostos químicos biológicos muito eficazes e totalmente seguros. Além disso, a famosa catnip, ou erva para gato, é outra excelente forma de relaxar seu gato bravo.

“Estou feliz, você chegou!”

Gato miando em um fundo branco

O miado também é uma forma de demonstrar felicidade! É através de um som suave e às vezes um rabo em movimento, que o seu pet mostra que está feliz com a companhia, carinho ou com um brinquedo.

Repare nos sons que seu gato faz quando você chega em casa, quando faz carinho ou brinca com ele. Esse é o miado de felicidade! Muitas vezes ele é seguido do ronronar, outro barulhinho característico dos gatos.

O ronronar dos gatos ainda não foi totalmente desvendados por pesquisadores, mas tudo indica que o som que sai da região da garganta do pet é um comportamento primitivo. Isso mesmo! Antes da domesticação, possivelmente os gatos já ronronavam alto! Esse som é, assim como o miado, mais uma forma de comunicação para chamar a atenção, dizer que está com fome, sente dor e, claro, que está muito feliz.

Características do miado de gato no cio

Talvez o miado do cio seja o mais desconfortável, isso porque a gata costuma soltar sons que se assimilam a um grito ou bebê chorando. Esse som alto e estridente tem a intenção de atrair gatos machos.

Vale lembrar que gatos castrados não passam pelo cio, sendo menos comum esse som alto e frequente. Além de vários outros desdobramentos, como crias indesejadas, marcação de território, doenças e fugas. A castração é uma cirurgia simples que resulta em muitos benefícios para seu pet.

Saiba mais sobre a castração e outras dicas de saúde para seu pet.

Miado de dor

Alto, demorado e frequente, estas são as principais características do miado de um gato que está sentindo dor. Se o som está destoando muito do normal e o pet está prostrado, procure um veterinário imediatamente.

Um gato miando diferente combinado de comportamentos fora do padrão, como recusar alimentação, não sair da caminha, não usar a caixinha de areia ou deixar de fazer atividades, podem indicar uma doença. Assim como miado é um recurso de comunicação do gato, mudanças no comportamento também devem ser observadas.

Seu gato quer atenção

O pet passa por você diversas vezes, esfrega o corpo e a cauda em suas pernas e por fim solta um miado alto e longo. Está claro que o gato quer chamar a sua atenção! 

Aproveite para encher seu pet de mimos e fazer muito carinho!

Outros tipos de miado de gato

gato da raça maine coon miando

Além das situações citadas acima, existem outras em que os gatos miam de forma característica. Atividades que impactam em sua rotina, mudanças de ambiente ou até um simples móvel novo podem fazer com que seu gato intensifique os miados.

A dica é sempre associar o gato miando com sons mais comuns e avaliar outros comportamentos. Um gato miando é algo normal e que, de forma isolada, não deve causar preocupação no tutor.

O miado de gato filhote, por exemplo, é muito frequente. Ele é comum e saudável quando o gatinho está se adaptando na nova casa sem os irmãos e a mamãe. Nesses casos, dar conforto é uma excelente opção. Dê colo ao pequeno pet, coloque peças de roupa com seu cheiro na cama dele e até use uma bolsa de água quente por baixo da almofada para remeter ao calor da sua ninhada.

A verdade é que com o tempo, você conhece o seu pet como a palma da mão e saberá identificar cada tipo de miado de gato. 

Agora que leu sobre os tipos de miado, identificar uma situação diferente ou uma possível doença será mais fácil. E qualquer dúvida, é só procurar o segundo melhor amigo do seu pet: o médico veterinário.

Quer saber mais sobre comportamento dos gatos? Confira os textos que separamos para você: