Descubra se gato pode comer açaí

Compartilhar:


Descubra se gato pode comer açaí

Se você quer saber se gato pode comer açaí, está no lugar certo. Como você já deve imaginar, algumas frutas são adequadas para o consumo desse tipo de pet, enquanto outras podem oferecer riscos para a saúde.

Por isso, o melhor a fazer é conversar com o médico veterinário que faz o acompanhamento regular do seu pequeno felino antes de oferecer algum alimento natural para ele. Nesse caso, a orientação vale para tanto para as frutas, verduras, legumes quanto para qualquer outro tipo de comida que seja diferente da ração e dos petiscos tradicionais.

Nesse artigo, vamos falar mais sobre a possibilidade de dar açaí para gato e outros aspectos da alimentação do pet que precisam da sua atenção. Vem com a gente!

Gato pode comer açaí sem perigo?

Gato pode comer açaí sem perigo?

Na verdade, açaí faz mal para gato. Assim como o chocolate, o açaí tem uma toxina chamada teobromina na composição, que afeta o bom funcionamento do cérebro e do coração dos pets.

Por isso, você não pode dar açaí para gato, nem a fruta in natura nem o suco. Existem algumas outras frutas que você pode incluir no cardápio do seu pet com mais segurança.

O mamão, a tangerina e a manga, por exemplo, podem ser dados aos gatos em pequenos pedaços, sem exagerar na frequência. Sempre que for possível, você deve optar por alimentos naturais orgânicos e fazer uma boa higiene em água corrente antes de dar para o pet comer.

Não esqueça de conversar com o veterinário para entender a melhor maneira de incluir alimentos naturais na dieta do pet.

Motivos para oferecer frutas para os gatos

Motivos para oferecer frutas para os gatos

Diferentemente dos cachorros, os gatos selvagens não têm o hábito de consumir frutas na natureza. Inclusive, a estrutura da língua dos gatos não possui papilas gustativas capazes de reconhecer os sabores doces da maior parte das frutas.

Por isso, não há uma relação direta entre o prazer de saborear uma fruta pela sua doçura e o interesse dos gatinhos. Mantendo seu bichano longe daquelas que oferecem riscos de intoxicação, como o açaí, a carambola e as uvas (incluindo as passas), você pode fazer testes para descobrir quais são as favoritas do seu gato.

Sempre que for necessário, remova a casca e as sementes. Observe o tamanho dos pedaços que oferece, para prevenir engasgos, e dê tempo ao pet para se adaptar às mudanças.

Assim como qualquer novo alimento, é possível que haja um rearranjo intestinal. Então, quando oferecer uma fruta diferente, observe as fezes do pet para reconhecer qualquer mudança desagradável.

As frutas têm muitas fibras, que naturalmente contribuem para o bom funcionamento do intestino. Com isso, podem ajudar muito na eliminação das bolas de pelo que se formam quando o gato faz sua própria higiene.

Mantenha uma ração de qualidade como base da alimentação do pet, e ofereça as frutas como petiscos especiais, sempre com moderação.

Para saber mais sobre as frutas que os gatos podem comer, confira esse artigo disponível em nosso blog, selecionado especialmente para você.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário