Jardim simples: como fazer e dicas de cuidados

Compartilhar:


jardim simples

As pessoas interessadas em começar na jardinagem podem criar um jardim simples, e acredite, sem gastar um absurdo. Esta é uma ótima sugestão para quem procura inspirações e dicas para trazer a natureza para dentro de casa ou cultivá-la no quintal. As folhagens e flores, principalmente as ornamentais, são aliadas na decoração e estimulam uma atmosfera tranquila.

Saiba quais os primeiros passos da jardinagem e como fazer as escolhas certas para garantir o crescimento das plantas.

Como fazer um jardim simples?

Existem diversas maneiras de tirar o seu projeto de jardim do papel, visto que as possibilidades são inúmeras, desde fazer um jardim simples e criativo a funcional, incluindo temperos e folhas de chás, por exemplo.

De qualquer forma, o ideal é que você conheça os princípios da jardinagem para colocar a mão na massa e ficar feliz com o resultado final.

5 etapas para criar um jardim simples

A combinação da jardinagem com paisagismo consiste em levar em conta a ambientação e a junção dos elementos de forma que fiquem harmoniosos, no fim, você terá um jardim simples e esteticamente bonito. Sendo assim, vamos passar por cada etapa dessa criação com dicas de jardinagem que serão decisivas ao longo da sua jornada.

Planejamento faz a diferença

O tamanho do espaço é fundamental para começar a imaginar como será o jardim, afinal, ambientes menores devem receber determinadas espécies de plantas e até um tipo diferente de criação, já outros maiores podem ir além, tanto na decoração como na escolha das espécies.

É com base no espaço que você entende o tanto de mudas que vai precisar e até de outros elementos, como pedras e terra. Por fim, o ambiente escolhido ainda impacta na saúde do jardim em relação a iluminação e ventilação.

Tipos de jardim para sua casa

O tradicional canteiro, feito a partir de um espaço de terra, e a combinação de vasos em um quintal não são mais as únicas maneiras de criar um jardim simples, isso porque outros formatos ganharam holofotes e inclusive estão em alta, é o caso do jardim vertical.

A técnica, que se popularizou por ser uma proposta viável para apartamentos pequenos e como decoração vertical de salas e outros cômodos da casa, deve ser considerada de acordo com o lugar que você pretende fazer seu jardim. 

Seleção das melhores plantas para um jardim simples

jardim simples

O momento de escolher as espécies de folhagens e flores deve ser feito com cuidado, isso porque impacta diretamente na saúde do seu jardim. Além de pensar na decoração, considere as características da planta, ou seja, se ela gosta de sol, umidade e o nível de dificuldade com a manutenção.

Se você procura por espécies mais fáceis de cuidar, temos opções de folhagens e flores que vamos separar por características:

Folhagens: Espada-de-São-Jorge, Pleomele, Comigo-Ninguém-Pode, Agave, Cróton, Chamaedorea, Palmeira-ráfia;

Flores: Lírio da Paz, Hibisco, Flor-de-Maio;

Espécies pendentes: Jiboia, Dinheiro-em-Penca, Samambaia, Violeta, Lambari, Cacto macarrão, Hera, Colar-de-Pérolas, Dedo-de-Moça;

Materiais essenciais para o cultivo

E agora, vamos falar sobre como aconchegar suas plantinhas no melhor solo, contemplando a drenagem correta. Se você vai utilizar um canteiro amplo, certifique-se que o substrato utilizado é de qualidade, ou seja, não é terra batida. Sendo assim, invista em terra já adubada, pois é uma opção segura. 

Caso vá utilizar vasos, faça a drenagem com argila expandida ou pedriscos, os elementos devem ser incluídos na base do vaso e depois cobertos com o substrato. Por fim, na Cobasi você encontra tudo para seu kit de jardinagem, da pá para manuseio da terra até tesoura de poda e regador.

Atenção para a manutenção do espaço

É claro que até mesmo um jardim simples precisa de cuidado constante para estar sempre bonito, sendo os principais pontos de atenção a adubação, poda e rega. No geral, você pode utilizar um adubo com frequência mensal depois que as plantas estiverem adultas. Uma vez a cada 30 dias é suficiente para repor os nutrientes da terra.

Em relação ao tanto de água, a recomendação é tentar combinar espécies que são parecidas para oferecer a quantidade de líquido que elas precisam uniformemente. Para facilitar, sempre coloque o dedo na terra, se o substrato estiver seco, ele está precisando de água.

Por fim, a poda é uma técnica comum após o inverno, momento que a maioria das espécies de plantas acordam da hibernação, prontas para começar um novo ciclo de desenvolvimento. A dica é sempre retirar os galhos secos e flores murchas.

Gostou de aprender como fazer um jardim simples? É claro que a jardinagem está em constante evolução, e com o passar do tempo, você vai evoluir no cultivo! Se quiser ler mais sobre botânica, temos outros posts no nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário