O que é cinomose? Conheça a doença grave dos cães

Compartilhar:


O que é cinomose? Conheça a doença grave dos cães

É provável que você já tenha ouvido falar sobre essa doença tão perigosa, mas você sabe o que é cinomose em cachorro? Essa é uma doença infectocontagiosa, provocada por um vírus chamado CDV, sigla em inglês para Canine Distemper Virus

Além de ser muito contagiosa, a cinomose pode atingir qualquer cachorro. No entanto, é especialmente perigosa para os indivíduos mais vulneráveis, como filhotes, animais idosos, debilitados ou que possuem o sistema imunológico comprometido. 

Fique com a gente até o final do artigo para saber o que é cinomose em cães, como prevenir e tratar.

O que é cinomose canina

O que é cinomose canina

O que causa cinomose é um vírus, ou seja, um animal contaminado pode facilmente transmitir a doença para outro. Portanto, a doença pode acometer qualquer cão que não esteja devidamente protegido, apesar de avançar mais rapidamente em filhotes, cães debilitados e animais com o sistema imunológico comprometido.

A manifestação dos sintomas da cinomose varia em cada caso e pode comprometer os sistemas digestivo, respiratório e neurológico do cachorro. Os animais que sobrevivem ao tratamento podem conviver com sequelas para o resto da vida. 

Como essa doença avança rapidamente e tem um tratamento difícil, a melhor conduta a tomar é a prevenção. Para isso, é fundamental vacinar o animal ainda quando filhote, de acordo com o calendário estabelecido pelo médico-veterinário. 

Transmissão da doença: como o cachorro pega cinomose

Agora que você já sabe o que é cinomose animal, deve estar se perguntando como ela passa de um cachorro para o outro, certo? A transmissão da cinomose acontece principalmente pelo ar, mas pode ocorrer também pelo contato direto de um cão saudável com um que esteja doente, tanto pelas secreções nasais quanto pelo compartilhamento de brinquedos, bebedouro, comedouro e outros objetos. 

Por isso, além de manter seu cachorro com todas as vacinas em dia, é fundamental ter bastante cuidado com a higiene dos seus itens de uso individual. Se o pet frequenta locais como parques, praças e creches para cachorro, redobre a atenção.

Sintomas da cinomose canina

O que é cinomose canina e quais os sintomas

Não há como saber se o cachorro está com cinomose sem consultar um médico-veterinário. Isso porque um dos primeiros sintomas é a diarreia, acompanhada ou não por vômitos, que pode ser facilmente confundida com uma indisposição alimentar, por exemplo. 

Por isso é tão importante observar atentamente o cão e recorrer ao profissional de saúde ao menor indício de que algo não está bem. Não subestime nem negligencie os sintomas, pois o quadro pode se agravar rapidamente. 

Como dissemos, o quadro de sintomas varia de acordo com o cachorro, sua idade e estado geral de saúde. Os sintomas da cinomose variam de acordo com os órgãos que estão sendo atacados.

Sintomas cutâneos da cinomose 

A manifestação da cinomose na pele se dá pelo surgimento de bolinhas com pus, como se fossem espinhas, no abdômen, nas patas e no focinho do animal. Também é possível que o pet tenha conjuntivite. 

Sintomas digestivos da cinomose 

Além da diarreia e dos vômitos, é possível que haja presença de sangue nas fezes do pet, além de sinais de fraqueza e febre. 

Sintomas respiratórios da cinomose 

Nessa fase o animal passa a apresentar secreção nasal, tosse, espirros, formação de catarro, desenvolvimento de pneumonia e dificuldade para respirar. 

Sintomas neurológicos da cinomose 

Infelizmente, a maioria dos tutores só percebe que algo não está bem quando a doença já está bastante avançada. Os sintomas neurológicos da cinomose incluem desorientação, falta de coordenação motora, tremores e convulsões.

É fundamental entender que a doença pode se apresentar de maneira progressiva em alguns casos, mas nem sempre ocorre a mesma ordem no surgimento dos sintomas. Sendo assim, é fundamental investigar qualquer mudança de comportamento ou de hábito do cão.

 A cinomose tem cura? 

Agora que você já sabe o que significa cinomose e conhece alguns de seus principais sintomas, vamos falar sobre o tratamento. Não há, atualmente, uma cura para a doença. O que os veterinários costumam fazer é fortalecer o organismo do cão de todas as maneiras possíveis para ajudá-lo a combater a infecção. 

Nesse sentido, é possível utilizar:

  • antibiótico para as infecções secundárias;
  • remédios para febre;
  • comprimidos que ajudem controlar a diarreia e os vômitos;
  • soro venoso, para manter o pet hidratado;
  • suplementos nutricionais;
  • terapias que ajudem a recuperar os movimentos.

A duração do tratamento da cinomose varia de acordo com o estado geral de saúde do cão e como ele responde aos medicamentos administrados pelo veterinário. O pet deve ficar isolado de outros cães até ficar completamente curado, o que pode levar meses. 

Como proteger o cachorro contra a cinomose?

Como proteger o cachorro contra a cinomose?

A melhor maneira de prevenir a doença é realizando a vacinação completa do pet ainda filhote. Além disso, o tutor deve garantir que ele receba os reforços anuais da vacina múltipla – V8, V10 ou V11. 

Como é possível que o cão se contamine indiretamente, em locais por onde tenha passado um animal doente, tome todos os cuidados necessários antes de deixar seu cão nesses espaços. Não exponha um filhote não imunizado e não atrase as doses de reforço anuais dessas vacinas, que podem fazer toda a diferença para a segurança do seu cão.

Conheça a SPet, nossa parceira nos cuidados com o seu cachorro!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário