Peitoral para cachorros: como escolher e utilizar corretamente

Compartilhar:


Peitoral para cachorros: como escolher e utilizar corretamente

O peitoral para cachorros é uma das alternativas preferidas dos tutores para levar seus amigos peludos para passear. Além da grande variedade de cores e estampas, que promoveram o peitoral a um acessório de estilo, esse tipo de coleira também pode oferecer mais segurança nas voltinhas diárias pelo quarteirão, pelas praças e parques.

Mas você sabia que o peitoral não é recomendado para todos os cachorros? Nesse artigo vamos conversar um pouco mais sobre o assunto.

Como saber se o seu cachorro pode usar peitoral?

Como saber se o seu cachorro pode usar peitoral

O uso do peitoral está muito mais relacionado ao comportamento do seu cachorro do que ao seu tamanho propriamente dito. Apesar de existir peitoral para cachorros de todos os portes, esse tipo de coleira não é muito recomendado para animais que estão em treinamento, ou seja, que ainda estão aprendendo a andar junto com seus tutores, sem arrastá-los pela rua.

Como o peitoral oferece mais tração, pode fazer com que o cachorro se sinta ainda mais tentado a liderar o passeio, praticamente rebocando você pela calçada. Por isso, se o seu companheiro ainda está em fase de adestramento e precisa de mais um tempo para compreender que precisa andar ao seu lado, e não na sua frente, espere mais um pouco e deixe para investir em uma coleira peitoral no futuro.

Como escolher um peitoral adequado ao seu cão

O peitoral oferece bastante segurança para cachorros de porte mini e pequeno, especialmente os bem magrinhos, que podem “escapulir” por uma coleira tradicional caso se assustem com algo na rua que os faça fugir, por exemplo. Você pode usar peitorais em gatos também, caso o seu bichano seja do tipo que gosta de se aventurar fora de casa.

O peitoral também é bastante adequado para cães que naturalmente apresentam tendências a ter problemas respiratórios, especialmente aqueles de focinho achatado, como o bulldog inglês e o francês, o boxer e o pug. As coleiras de pescoço podem sufocar o cão se estiverem muito apertadas e se o animal ainda estiver sendo adestrado, então o peitoral deixa o cão mais confortável.

A melhor maneira de escolher um peitoral adequado para o seu cão é fazendo um test drive. Se puder levá-lo a uma loja física para identificar o tamanho adequado ao porte do seu cachorro, faça isso. Do contrário, observe com atenção as medidas informadas pelo fabricante para comprar um modelo que fique bom no seu cão.

A guia peitoral deve ficar justa no corpo do animal, mas não pode ficar apertada. Em alguns modelos a argola para fixar a guia fica na parte de cima, nas costas do cão, e em outros casos fica na parte de baixo, mais ou menos no peito do cão. Esse modelo é indicado para os cachorros que estão sendo adestrados, pois assim fica mais difícil sair puxando desenfreadamente.

A importância da identificação para o seu cachorro

A importância da identificação para o seu cachorro

Você pode escolher o peitoral ou uma coleira tradicional para o seu cachorro, mas é muito importante colocar uma placa de identificação que fique sempre junto com ele. A placa deve ter o nome do cão e seus dados para contato, para que consigam entrar em contato com você diante de uma eventualidade.

Mesmo que o seu cachorro seja treinado e esteja acostumado a andar fora da guia na rua, seja cuidadoso em espaços onde ele pode se assustar, como locais com muito movimento de carros. O mesmo vale para a praia: mesmo cachorros com grandes habilidades aquáticas não devem ser deixados sem supervisão. Capriche na segurança do seu cachorro e curta bastante seus passeios com ele!

Continue sua leitura com esses artigos selecionados especialmente para você:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário