Será que os ratos têm ossos?

Compartilhar:


Será que os ratos têm ossos?

Quem vê aqueles bichinhos se esgueirando entre buracos e frestas os mais apertados possíveis naturalmente se pergunta: será que os ratos têm ossos? Afinal, como eles conseguem se espremer assim com tanta facilidade? Se você já se fez essa pergunta, continue no texto que vamos ajudar a refrescar um pouco sua memória sobre anatomia animal.

Os ratos na árvore da vida

Ratos são roedores, mas isso você já sabia. O que talvez tenha esquecido é que os roedores pertencem ao subfilo dos vertebrados, ou seja, animais que possuem um crânio para proteger o cérebro e uma coluna vertebral segmentada para proteger a medula. Em outras palavras: são animais com esqueleto.

Por isso, sim, todo rato tem osso. Acontece que o esqueleto dos ratos é particularmente flexível. E sim, eles têm esqueletos ósseos, não cartilaginosos. Ratos têm ossos finos e alongados, perfeitos para quem vive em complexos de túneis e tocas debaixo da terra.

Segredos evolutivos dos ratos

Mas se os ratos têm ossos, como eles conseguem passar por lugares apertados sem ficarem presos? Bom, é aqui que a evolução começa a mostrar seus truques. O segredo para essa flexibilidade toda não está no material do esqueleto dos ratos, mas sim na sua anatomia.

E o primeiro truque não tem nada a ver com ossos. Ratos são animais muito inteligentes e desconfiados. Eles testam os caminhos e as possibilidades inúmeras vezes antes de tomar uma atitude. E isso não é por acaso, afinal ratos são presas por excelência e servem de alimento para um sem número de predadores, de cobras e águias a gatos e aranhas. 

Por isso, quando se é um rato, todo cuidado é pouco. Não só porque dobrando a esquina pode ter alguém com fome e que ache o rato uma refeição deliciosa. Mas também porque alguns buracos e frestas podem ser armadilhas fatais. E os ratos desenvolveram um instrumento poderosíssimo para evitarem entrar em buracos de onde não poderão sair depois: os bigodes.

Os bigodes são essenciais para a consciência espacial dos roedores. Funcionam como uma espécie de sonda que dá a dimensão do que está imediatamente à frente dos ratos. Se os bigodes disserem que está tudo ok, o ratinho avança.

Rato tem osso especial?

Imediatamente depois dos bigodes está a cabeça que, por sinal, é a maior parte da anatomia dos ratos. Porém, o crânio alongado e a mandíbula afunilada facilitam a passagem do animal. Por isso é muito difícil que um rato acabe com a cabeça entalada em algum cano ou buraco muito apertado.

Com esse sistema bigode-cabeça funcionando bem, os ratos conseguem entrar em qualquer lugar que tenha, no mínimo, a mesma largura do crânio. Mas isso não é tudo, a natureza dos ratos ainda tem outros truques na manga. Ou melhor, nas vértebras.

Isso porque a coluna vertebral também tem características que ajudam no requebrado dos ratinhos. Eles têm as vértebras da coluna mais espaçadas, o que permite a esses animais uma maior flexibilidade

Agora você já sabe que os ratos têm ossos, sim! Mas que sua anatomia evoluiu especialmente para entrar nos buracos certos, ou seja, aqueles onde os ratos podem entrar e sair sem ficar presos.

Gostou de tirar a dúvida sobre se o rato tem osso? Confira mais posts sobre roedores em nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário