Tártaro em cães: Como evitar este problema?

28 de janeiro de 2020

Cachorros

Sem dúvida, uma das questões mais comuns que donos de pets têm é como tratar da higiene bucal de seus animais. Principalmente em cães, que facilmente ficam com os dentes cheios de tártaro. Com isso, a boca do seu cão fica cheia de bactérias. Além de deixar aquele famoso bafo, também pode causar sérios problemas de saúde. Por isso, é super importante cuidar da saúde bucal do seu cachorro. Quer saber como evitar este problema no seu cãozinho? Saiba mais abaixo!

Afinal, o que é o tártaro?

Tártaro é uma placa bacteriana que endurece na superfície dos dentes. Assim como nos seres humanos, o tártaro é resultado do acúmulo e endurecimento das bactérias, restos de comida e outros resíduos. Além de deixar os dentes do seu animal manchados, também podem causar problemas de saúde.

Por exemplo, o tártaro gera recuo da gengiva. Isso que pode expor as raízes dos dentes do seu cão e levar a dor. Além disso, bactéria chama mais bactéria e cães com tártaro estão mais propensos a infecções que podem gerar graves problemas de saúde.

tartaro-em-caes-blog-cobasi

E como evitar tártaro em cães?

Assim como seres humanos, nossos animais também precisam de higiene bucal. No fim das contas, a melhor maneira de evitar tártaro em cães é escovando os dentes do seu pet. E de preferência, uma vez a cada três dias mais ou menos, pois tártaro se forma em cerca de 36 horas.

Pode parecer muito trabalho, mas vai evitar problemas de saúde e altas contas do veterinário em limpezas dentais no futuro. Sem contar que evita que seu dog fique com aquele “bafo de onça!”

O que é necessário para a escovação?

Para escovar os dentes do seu pet, é essencial que você tenha produtos específicos para animais. Isso porque pastas dentárias para seres humanos contêm químicos que podem fazer mal ao seu cachorro.

O melhor é começar a acostumar seu cão desde pequeno. Mas mesmo com animais mais velhos, a dica é devagar e sempre: deixar com que ele se acostume à escova, à pasta e a ter alguém mexendo na boca dele. Poucos segundos por dia, e aos poucos ir aumentando o tempo de escovação.

Outras opções de prevenção

Além de escovação, há também outras coisas que podem ajudar a prevenir tártaro em cães. Por exemplo, biscoitinhos e brinquedos específicos para evitar formação de tártaro. Para quem prefere soluções mais naturais, ossos crus também ajudam na limpeza dos dentes de cães. Entretanto, é preciso ter cuidado na hora de escolher o osso e sempre supervisionar seu pet quando ele rói ossos e brinquedos.

Outra dica para evitar tártaro em cães é cuidar da dieta do seu animal. Sem dúvida é difícil de resistir àqueles olhinhos de filhote pedindo comida da mesa. Só que quanto melhor for a dieta do seu cachorro, melhor vai ser a saúde em geral e dentária. Por isso, nada de deixar o cão limpar seu prato!

Tipos de tratamento

Uma vez que o tártaro já está formado, apenas uma ida ao veterinário para resolver. Por isso, o melhor é focar em prevenção, que é algo que você pode fazer pouco a pouco todos os dias em casa.

No caso do tártaro em cães, o veterinário pode fazer uma limpeza em procedimento no consultório. Na maior parte dos casos, o cão fica sob anestesia enquanto o médico retira a placa e tártaro. Além disso, o profissional ainda pode dar dicas de limpeza oral, de produtos que ajudam a conter a formação das placas e melhores dietas para o seu animal.