Tumor no baço em cães: saiba mais sobre a doença

Compartilhar:


tumor no baço em cães

Sabemos que existem diversas doenças que podem acometer os cães, muitas delas consideradas silenciosas. Para evitá-las e assegurar a saúde do pet, é preciso realizar diagnósticos e exames rotineiros no animal. Afinal, muitas vezes o tumor no baço em cães se desenvolve quando não são realizados os exames de rotina. E não ache que esse tipo de doença afeta apenas animais mais velhos, viu? Contudo, também há tratamentos, que vamos conferir neste artigo.

Poucos sabem, mas esse tipo de doença no baço do cachorro é mais comum do que parece. Na verdade, o animal pode não apresentar nenhum tipo de sintoma clínico. Por isso, o diagnóstico ocorre tardiamente, daí a importância dos exames de rotina.

Pensa comigo: a doença já acometeu o pet, porém ele continua agindo naturalmente, como um cachorro sadio. Por não apresentar sintomas, o tutor acaba não levando para o veterinário, o que faz com que o tumor no baço em cães acabe se desenvolvendo. Depois de um tempo, os sinais começam a aparecer. Quando isso acontece, a doença já evoluiu, o que limita as opções de tratamento.

Se você está interessado em saber mais sobre esse assunto, continue a leitura deste artigo. Vamos nessa?

Conheça os sinais clínicos

O grau de intensidade da doença varia de acordo com o tamanho do tumor. Quando ele atinge um tamanho considerável, os sintomas começam a aparecer. Por isso é importante ficar atento a tudo. Os primeiros sinais são a falta de ânimo para passear, falta de apetite e estar muito quieto.

Além disso, outros possíveis sintomas de tumor no baço em cães são:

  • vômito;
  • letargia;
  • febre;
  • perda de peso;
  • anemia;
  • diarreia;
  • aumento de urina;
  • desidratação;
  • taquicardia.

É muito importante ficar atento em casos de o tumor romper. Nessas situações, o tutor deve buscar o veterinário imediatamente, afinal, o quadro, que já era grave, fica ainda mais perigoso.

tumor no baço em cães

Conheça o diagnóstico do tumor no baço em cães

Então, se você percebeu qualquer sintoma, o correto é levar o animal ao veterinário. Já no consultório, o médico irá indicar alguns exames para entender o que está acontecendo com o pet. Dentre os exames, poderão ser pedidos radiografias, exame de sangue e ultrassonografia – neste último é possível identificar alterações no baço.

No entanto, não esqueça: não espere pelos sintomas para levar o pet para realizar exames. O correto é fazer um check-up periodicamente. Assim, em caso de evolução do tumor, a identificação será feita ainda no início.

Seja maligno ou benigno, o tratamento para tumor no baço em cães costuma ser o cirúrgico. A cirurgia é chamada de esplenomegalia e consiste em retirar baço do animal. Esse procedimento costuma ser eficiente quando a doença está no início ou quando o tumor é benigno.

Saiba o tratamento

Contudo, em casos de tumor maligno, o cuidado é ainda maior. Afinal, nesses casos, o câncer pode ter se espalhado para outros órgãos do animal. Por isso, o tratamento cirúrgico pode não ser o escolhido de imediato. Uma opção é a administração de quimioterapia, para induzir a redução do tumor.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário