Aquaterrário para tartaruga: como montar o ideal?

Compartilhar:


aquaterrário para tartaruga

Montar um aquaterrario para tartaruga pode gerar muitas dúvidas, afinal, nem todo mundo já tem habilidade com esses animais de estimação. Além disso, para montar um local que a tartaruga se sinta bem, é importante saber escolher os acessórios ideais.  

O aquaterrário nada mais é do que um ambiente onde a água e a terra se misturam, aproximando a vida da tartaruga em cativeiro com o seu habitat natural. Afinal, elas se dão muito bem em terra, mas adoram dar uma nadadinha de vez em quando. 

O mais legal, é que escolhendo todos os acessórios corretos, este espaço pode funcionar de forma muito semelhante à natural, necessitando de pouca manutenção e se tornando uma “mini floresta”.  

Como montar um aquaterrário para tartaruga?

O aquaterrário pode ser montado a partir de diferentes materiais, sejam eles vidro, acrílico ou até mesmo plástico. Além disso, para que ele fique próximo do habitat natural das tartarugas, é necessário investir em decoração e equipamentos

Outra dica importante, é garantir que o aquaterrário tenha um tamanho adequado para que sua tartaruguinha viva confortável e feliz, portanto, não se esqueça que as tartarugas podem ser pequenas quando chegam em casa, mas dependendo da espécie, ela pode crescer. 

O aquaterrário nada mais é do que um aquário acoplado a uma parte seca, no entanto, para que ele vire um verdadeiro lar para a tartaruga, será necessário utilizar alguns acessórios

Lâmpada:

As tartarugas são consideradas animais de sangue frio, sendo assim, elas precisam de fatores externos para se aquecer como a luz solar, além disso, as tartarugas costumam sofrer deficiência de vitamina D.

Mas nem sempre será possível ficar mudando o aquaterrário de local, é aí que entra a necessidade das lâmpadas UVA/UVB. 

O ideal é que esta lâmpada fique ligada pelo menos 15 minutos por dia. Ela deve ser instalada na parte seca do aquaterrário, afinal, é que a tartaruga vai quando precisa se aquecer.

Filtro:

Assim como os peixes, o aquário para tartarugas necessita de uma filtragem adequada. Afinal, esta água também pode criar algas, bactérias e microorganismos que podem afetar a saúde da tartaruga

Portanto, além da filtragem adequada, a água deve ser trocada pelo menos uma vez na semana. 

No entanto, dê preferência aos filtros de mangueira, que não movimentam tanto a água.

Termostato:

As tartarugas se adaptam bem a temperaturas entre 23ºC e 26°C, ou seja, esta é a temperatura ideal para que seu organismo funcione perfeitamente. Neste caso, para garantir uma temperatura agradável, aposte no uso do termostato.

tartaruga nadando em aquaterrário

Decoração:

Finalmente chegou a hora de deixar o aquaterrário com cara de habitat natural! A decoração é fundamental para saúde mental e para o bem estar das tartarugas. Portanto, garanta que ela terá um lar muito agradável!

Para isso, pode ser utilizado troncos de árvores, pedras e até mesmo plantas. primeiramente, coloque um substrato no chão, pode ser terra, areia ou pedras grandes, afinal, não queremos que elas engulam as pedras. 

Aposte nas plantas aquáticas, afinal, as tartarugas também podem se alimentar delas, sem contar que essas plantas são uma fonte de vitamina A. Procure pelas espécies Vallisneria sp. Potamogeton nodosus, Naja guadalupense e Hydrilla sp. 

Depois de montado, não se esqueça que o aquaterrário precisa de limpeza uma vez por semana, assim garante o funcionamento de todo o ecossistema, garantindo saúde, bem estar e qualidade de vida à tartaruga. 

Gostou dessas dicas? Acesse nosso blog e leia mais sobre tartarugas e répteis:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário