Aves Columbiformes

18 de maio de 2018

Aves

Quem são

Columbiformes são classificados como uma Ordem de aves que compreendem Pombas, Rolas e Dodos. Tal Ordem se distingue em duas famílias: Raphidae, que abrange a ave Dodo, nomeada como espécie Raphus cucullatus, uma ave já extinta, que era encontrada em um arquipélago no Oceano Índico, conhecido como Ilhas Maurício. Tal ave não voava, botava seus ovos no chão e era chamada de “pombo gigante”. Fontes relatam sua última aparição no século XVII, e tudo indica que sua extinção foi provocada pelo homem e seus animais não pertencentes à ilha. A segunda e última espécie, representante da Família Raphidae, era uma ave conhecida como “o solitário de Rodrigues”, cujo a espécie é Pezophaps solitaria.

A outra Família dos Columbiformes é a Columbidae, que enfatizaremos mais neste texto, classificando as pombas e rolas, com alguns exemplos nativos: Pomba-de-Espelho, Pomba Galega, Asa-Branca, Juriti-Vermelha e etc.

São consideradas aves cosmopolitas, em suma, encontrados em qualquer parte do globo, ou quase todo planeta, as principais exceções são nos polos. São catalogadas neste grupo mais de 240 espécies ao redor do mundo. Indícios mostram que os Columbiformes têm origem há milhões de anos, possivelmente na região da Europa, e depois foram migrando para outras regiões da Terra.

Principais Características

As principais características envolvem ter um conjunto de penas e plumas grossas, as asas são robustas e com pontas. No voo, emitem um som característico, aquele mesmo de pombos batendo suas asas, que muitos já devem ter ouvido.

A cabeça fica bem rente ao corpo, não estendendo seu pescoço. O bico é pequeno e frágil e não sinuoso. Na face, geralmente colado ao bico, existe um detalhe anatômico perto da cavidade nasal denominada de cera. Possuem o papo avantajado, região destinada a armazenar alimento.

Os dedos são bem desenvoltos, porém frágeis como o bico. O porte de maneira geral é de pequeno a mediano.

A principal base de sua alimentação na natureza é de sementes, que geralmente caem ao chão, por isso também são classificados como granívoros. Além dos grãos, também podem comer frutas, ou seja, têm hábitos frutívoros.

Reprodução

A reprodução desses animais ocorre de maneira fácil, com ovos sem pigmentações, predominantemente brancos, geralmente produzem uma espécie de “papa” para alimentar seus filhotes. Os filhotes nascem sem penas e com o passar do tempo, as plumagens vão crescendo.

 

Conteúdo desenvolvido pelo time de Educação Corporativa da Cobasi