Meu cachorro comeu papel, o que devo fazer?

Compartilhar:


cachorro comeu papel

Você deixou seu pet sozinho por alguns momentos e percebeu que o cachorro comeu papel? Em um primeiro momento, pode haver um sobressalto, com o medo de que o animal passe mal ou sofra com dores. Se for esse o seu caso, mantenha a calma.

Se o seu cachorro comeu papel em pequenas quantidades, o bichinho não deve ter problemas intestinais ou de intoxicação. É claro que existem exceções, que podem variar por conta de alergias ou excesso do material ingerido pelo animal de estimação.

Nos últimos casos citados, o melhor a se fazer é procurar um veterinário de confiança. O profissional pode examinar o seu cãozinho e dar o diagnóstico correto sobre como proceder.

Geralmente, esse é um problema contornável, mas é melhor não arriscar. Se possível, leve seu amigo de quatro patas a uma consulta.

Meu cachorro comeu papel, onde devo levá-lo?

Se o seu cachorro comeu papel em excesso, ele pode ter alguns problemas que precisam de atenção imediata. Dependendo da quantidade ingerida, o pet pode engasgar ou ficar com material preso na garganta, o que causa tosse e até falta de ar.

Outros problemas de médio prazo também podem surgir ao cachorro que comeu papel, como ânsia de vômito, perda de peso e prisão de ventre. Esses são indicativos que a quantidade ingerida pelo animalzinho foi grande e que uma intervenção médica deve ser necessária. Ao perceber esses sintomas, leve seu cãozinho ao veterinário imediatamente.

É bom reforçar que, se o seu cachorro comeu papel em pequenas quantidades, você não precisa entrar em pânico. Ainda assim, o tutor deve levar o bichinho a um especialista para assegurar a saúde e o bem-estar do pet.

Também cabe ao tutor manter-se atento ao comportamento do animal. Nem sempre é possível atender o pet o tempo inteiro. Mas é essencial se certificar de que o cãozinho não está ingerindo papel ou qualquer outro objeto que possa fazer mal a médio e longo prazo.

Cuidados com o seu pet

Se o tutor perceber que o cachorro comeu papel e que isso se tornou um hábito, é preciso tomar providências para evitar que o bichinho cometa o mesmo erro novamente. Uma delas é fechar os cômodos em que o pet tem acesso ao material e não permitir a entrada do animal sem acompanhamento.

Normalmente, o cachorro tem o costume de ingerir papel no banheiro, com o papel higiênico. Por isso, é essencial manter a porta fechada quando o ambiente não estiver sendo usado, a fim de evitar que o pet entre sem aviso e volte a comer o papel.

Se o animal de estimação ingerir o papel de jornal, saiba que o material é tóxico e o perigo é ainda maior. Sendo assim, convém fazer a troca por uma fralda ou um tapete higiênico. Com isso, você evita que o seu amiguinho tenha contato com esse material.

Gostou do artigo do Blog da Cobasi? Os temas abaixo também podem ser relevantes para você! Leia mais:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário