Cachorro pode comer cenoura? Saiba a resposta

Compartilhar:


No imaginário popular, as cenouras são tradicionalmente ligadas à alimentação dos coelhos. Os simpáticos dentuços não são, no entanto, os únicos pets para os quais a raiz traz benefícios. Também o cachorro pode comer cenoura e ser beneficiado pelo grande número de vitaminas contido nela.

Embora não resistam a um pedaço de carne, os cães não são mamíferos estritamente carnívoros. Como os seres humanos, eles também estão preparados para ingerir alguns alimentos de origem herbívora.

É claro que é preciso ter cuidado. Nem tudo o que cai bem no organismo humano é aceito pelo corpo do pet e alguns desses alimentos podem ser até tóxicos para nossos amiguinhos.

Esse não é, porém, o caso da cenoura. Já que, em cenários nos quais ela preparada de maneira adequada, é possível dar cenoura para cachorro sem se preocupar.

Neste artigo, iremos descrever a forma correta de dar essa raiz para o cachorro, bem como os benefícios que ela poderá trazer a ele.

Cachorro pode comer cenoura. O perigo está nos temperos

Agora que você sabe que o organismo onívoro dos cachorros os permite comer cenoura, chegou a hora de descobrir as formas mais adequadas de incluí-la na dieta do animal.

Neste contexto, muitas pessoas tendem a perguntar se cachorro pode comer cenoura crua. A resposta para essa pergunta recorrente é sim. Na verdade, de acordo com especialistas da nutrição canina, tanto a raiz crua quanto cozida são bem-vindas para os cães.

Nos casos em que ela for cozida, no entanto, é preciso ter atenção especial ao modo de fazer. Afinal, embora o alimento em si seja bem aceito pelos cachorros, alguns temperos comumente utilizados em seu preparo são tóxicos para os pets.

Sabe, por exemplo, aquela versão da cenoura amassadinha e refogada com alho e cebola? Esqueça! Tanto o alho quanto a cebola não são recomendáveis para o sistema digestivo dos cães.

Portanto, se for cozinha-la, dê preferência à água pura ou, com no máximo, um pouquinho de sal.

Além disso, especialistas apontam que é importante estar atento ao tempo de cozimento da cenoura. Isso porque ela perde parte de seus nutrientes quando deixada muito tempo neste processo de cozimento.

Cenoura traz benefícios para o cachorro. Mas é preciso moderação

Ao permitir a inclusão dessa raiz no cardápio do animal, especialistas veterinários apontam que não se trata apenas do fato de que o cachorro pode comer cenoura. Mas sim do entendimento de que cenoura faz bem pra cachorro.

Isso acontece porque o alimento carrega em si uma série de vitaminas e minerais capazes de contribuir para o bom funcionamento do organismo do pet.

A vitamina A, por exemplo, contribui para uma boa visão e a regulação das funções da pele. Já o potássio e a vitamina E contribuem, respectivamente, para o equilíbrio ácido-básico do organismo do animal e para a prevenção do envelhecimento precoce de suas células.

Este alimento poderoso contém ainda cálcio e fósforo, importantes para os ossos e para os dentes. Bem como com uma carga de vitamina K, ferramenta auxiliar na metabolização das proteínas.

No entanto, apesar de todos esses médicos veterinários recomendam moderação na inclusão da cenoura na dieta dos cachorros.

Por ser rica em açúcares, seu consumo em excesso pode trazer prejuízos para cães diabéticos, idosos ou obesos.

Quer saber mais sobre o cuidado com os pets? Confira no blog da Cobasi:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário