Caixa de transporte: como escolher uma para seu pet?

1 de dezembro de 2020

Cachorros, Gatos
gato em caixa de transporte

A caixa de transporte é usada para levar o seu pet em viagens, passeios ou visitas ao veterinário com segurança e conforto. É muito comum o uso desses acessórios por tutores de gatos. Nem todos os gatos estão acostumados ao uso de coleira e guia ou então ficam um pouco assustados ao saírem na rua, tornando a caixa de transporte a opção perfeita.

Também é muito comum o uso de caixa de transporte para cachorro e , por isso, existem diversos tipos e tamanhos. Alguns cães são muito agitados e seus tutores preferem levá-los na famosa caixinha ao invés de usar apenas o cinto de segurança pet para passeios de carro. Em viagens de avião, ela se torna obrigatória e possui diversas regras para garantir a segurança e o conforto do pet durante o voo.

Para que serve a caixa de transporte?

A caixa de transporte serve para transportar o animal de um lugar para o outro de maneira segura e confortável. Elas são especialmente usadas na hora de transportar os animais em longas viagens de carro ou de avião. Além disso, em algumas regiões seu uso é obrigatório.

Ela proporciona transporte seguro e evita que o animal corra o risco de escapar ao se assustar. Além disso, ela protege o pet em caso de acidentes rodoviários e tem uma importante função de isolar animais que não podem ter contato com outros, como filhotes ainda sem vacina, por exemplo. Por fim, a caixa de transporte se transforma no lar do seu bichinho, aquele lugar em que ele se sente seguro e pode dormir tranquilo.

Ao contrário do que muita gente pensa, a caixa de transporte não é um item desconfortável para o animal.  Ela deve ser escolhida nas dimensões corretas para oferecer conforto ao pet.

A visão de que esses itens causam medo e aversão aos cães e gatos pode ser motivada no fato deles não entrarem naturalmente nas caixas de transporte. Por isso, antes de um viagem longa ou mesmo um passeio no veterinário, é importante realizar o treinamento do seu pet.

Como acostumar o pet com a caixa de transporte?

Se você simplesmente colocar o animal na caixa e fechá-la, provavelmente ele ficará assustado e tentando sair. Contudo, a melhor forma de fazer o animal se acostumar com os passeios dentro da caixa é promover a associação do item a algo positivo. Uma das melhores formas de fazer isso é oferecendo carinho, elogios e petiscos. 

Veja abaixo como usar o adestramento positivo para tornar a caixa de transporte um item amigável para seu pet:

  1. Reconhecimento

O primeiro contato do pet com a caixa de transporte deve ser positivo. Coloque o item na sala de casa com a porta aberta e deixe o próprio animal cheirar, entrar e explorar sozinho.

No caso de cães, você pode colocar alguns brinquedos dele dentro da caixinha, bem como petiscos e a ração que ele adora. Já para os gatos, use o famoso catnip ou a erva para gatos. Isso os deixará interessados pelo itens e ao mesmo tempo tranquilos com aquela novidade.

Esta etapa pode levar alguns dias e você saberá que ela foi concluída quando a caixa de transporte se tornar um item comum, em que o animal entra e sai de forma natural.

2. Reforço positivo

Agora que o animal está acostumado com aquele objetivo antes estranho no ambiente, chegou a hora de fazer com que ele entre e permaneça dentro da caixa de transporte. Para isso, usaremos o reforço positivo em um treinamento mais intenso.

Separe sempre 10 ou 15 minutos do seu dia para esta etapa. Sente ao lado da caixa de transporte e atraia o pet para dentro dela com a ajuda do alimento preferido do cão ou gatinho. Durante o período de treinamento, utilize esse petisco apenas para esse fim. Assim, fica mais fácil atrair a atenção e reforçar a situação positivamente.

Atraia o pet para dentro da caixa de transporte. Assim que ele entrar, ofereça o petisco e faça carinho. O objetivo é aumentar cada vez mais o tempo de permanência dele na caixa de transporte, por isso, esta etapa costuma demorada e exigir muita paciência. Realizar o treinamento todos os dias de forma positiva é o segredo para, em pouco tempo, seu animal se sentir seguro e confortável na caixa de transporte.

3. Treinamento de permanência com a porta aberta

O pet já aceita a caixa e até gosta de entrar nela. Agora chegou o momento de tornam ela um ambiente agradável e que seu animalzinho se sinta seguro e confortável.

Coloque uma almofada, cobertores, brinquedos e outros itens que o cachorro ou o gatinho gostam. A ideia é transformar a caixa de transporte em uma caminha. Em alguns casos será necessário remover a caminha do pet do ambiente para ele optar pela caixa de transporte, como local para o cochilo.

Mais uma vez, utilize o reforço positivo. Sempre que ver o animal deitado relaxado dentro da caixinha, ofereça um petisco ou carinho. Ele entenderá que você valoriza aquele comportamento e ele ganha coisas gostosas!

4. Treinamento de permanência com a caixa fechada

Vocês estão indo muito bem e chegou o momento de fechar a porta da caixa de transporte. O ideal é só iniciar esta fase, caso as etapas anteriores estejam concluídas com sucesso para não traumatizar ou associar o item negativamente.

Novamente, o tutor deverá dedicar 10 ou 15 minutos diários à atividade. Se posicione ao lado da caixa de transporte faça o comando para o pet entrar nela e ofereça um petisco. Faça o outro comando para a permanência dele e, mais uma vez, ofereça um agrado. Feche a porta e ofereça um petisco. Após alguns segundo, abra a porta e agrade seu pet. Ele se saiu muito bem!

Esta etapa também pode ser longa e sempre que você perceber que o animal aceitou ficar com a porta fechada, aumente o tempo de permanência. Para idas ao veterinário ou viagens de carro, o treino pode ser mais rápido. No entanto, em casos de viagens de avião, que o animal precisa permanecer longos períodos dentro da caixa de transporte, é indicado que o treinamento leve meses.

Em alguns casos, será necessário o acompanhamento de um adestrador ou especialista em comportamento animal. Isso é mais comum antes de viagens de avião. Se programe e inicie o treinamento com meses de antecedência. Isso garantirá uma viagem tranquila para você e para o seu pet.

Como escolher uma caixa de transporte adequada para o pet?

caixa de transporte em viagem

Agora você já sabe como fazer seu pet se tornar fã do item, mas como escolher a melhor caixa de transporte para ele? Alguns itens são fundamentais para a escolha adequada:

  • Material
  • Resistência
  • Ventilação
  • Segurança da porta
  • Tamanho da caixa

A caixa transportadora deve confortável para o animal, para isso é importante que ela comporte o animal em pé, sentado e deitado de maneira confortável. A dica é deixar o animal em pé com as quatro patas no chão dentro da caixinha de transporte. Ele deve conseguir girar em torno do próprio corpo e deitar confortavelmente. Além disso, é importante ter espaço para comedouro e bebedouro em claro, alguns brinquedos. 

O ideal é que a caixa seja mais ou menos duas vezes maior do que as costas do animal. Dessa forma ele consegue dar a volta tranquilamente. Para medir a altura, é importante garantir que o animal consiga ficar em pé normalmente, sem abaixar a cabeça. 

O tamanho já está certo? Escolha uma caixa de transporte que tenha o material adequado para o seu tipo de viagem. No caso de viagens de avião, verifique com a companhia aérea quais as exigência para o transporte seguro do pet.

Clique aqui e encontre caixas de transporte para cachorros.

Clique aqui e encontre caixas de transporte para gatos.

Agora que você já sabe escolher uma caixa de transporte e fazer o treinamento com o seu pet, aproveite a viagem!

Gostou desta publicação? Leia mais em nosso blog: