Como viajar de avião com cachorro? Confira dicas e regras

16 de dezembro de 2020

Cachorros
ar de avião com cachorro

Curtir as férias acompanhado do seu melhor amigo é uma ótima experiência, mas viajar de avião com cachorro exige diversos cuidados e muita preparação. Além de visitas ao médico veterinário, atualização da carteira de vacinação e treinamento para o uso da caixa de transporte, cada companhia aérea tem regras específicas.

Continue a leitura e saiba como viajar de avião com seu cachorro com segurança e tranquilidade.

Documentação para viajar de avião com cachorro

Antes de qualquer coisa, é importante observar que viajar de avião com cachorro não é o mesmo que realizar um passeio de carro. A Agência Nacional de Aviação Civil, a ANAC, impõe uma série de exigências para voos nacionais e internacionais

Além disso, cada companhia aérea possui suas próprias regras na hora de transportar os animais. No caso dos voos internacionais, ainda é necessário se atentar às determinações de entrada no país de destino. Inclusive, alguns países exigem que o pet passe por uma espécie de quarentena. 

De acordo com a ANAC, é necessário apresentar um atestado de saúde atualizado do animal emitido por um médico veterinário. Esse documento vale apenas por 10 dias após a data de emissão. Além disso, é importante que o pet esteja com as vacinas em dia, bem como os tratamentos antiparasitários. Lembramos que cada destino possui exigências específicas, como exames, vacinas e atestados. Para viagens nacionais, consulte a companhia aérea. Para aquela internacionais, procure o Ministério da Agricultura para orientações sobre as exigências sanitárias do país de destino. O órgão ainda é o responsável por emitir o CVI (Certificado Veterinário Internacional), documento necessário para saída do Brasil.

Cuidados necessários para viagens de avião com pets

Independente da companhia aérea, é exigido que o animal viaje em uma caixa de transporte no compartimento de cargas. Novamente, cada empresa possui suas regras para escolha da caixa, o tamanho e o peso do animal.

A caixa de transporte deve ter o tamanho adequado para o cachorro. Ele deve conseguir ficar em pé nas quatro patas e girar em torno do próprio eixo. Além disso, é importante que o pet consiga deitar confortavelmente e que a ventilação esteja desobstruída.

Algumas companhias aéreas não aceitam que o animal seja transportados alimentos, água e brinquedos. Porém, é importante levar esses itens na mala do animal para distraí-lo durante a espera pelo voo. Nunca ofereça calmantes ou outros medicamentos para o animal antes do voo. Ao invés de tornar a viagem mais tranquila, pode ser fatal para o animal.

O ideal para acalmar o pet durante o trajeto é realizar um treinamento prévio. Saiba mais como acostumar seu cachorro na caixa de transporte.

Algumas companhias não aceitam cães de determinadas raças. Normalmente os cães braquicefálicos, aqueles que possuem o focinho achatado, são impedidos de voar porque podem ter dificuldade para respirar durante o voo.

Como levar o cachorro na cabine do avião?

Além dos animais que fazem a viagem em caixas de transporte, existem aqueles que podem acompanhar seus tutores na cabine do avião. Para entender mais sobre isso, conversamos com a médica veterinária Lysandra Barbieri, que faz parte do time de Educação Corporativa da Cobasi.

“O animal pode ir na cabine, desde que siga as orientações de cada empresa aérea. Exige-se uma idade mínima e peso máximo para que isso aconteça, além da caixa de transporte apropriada. Lembrando que as regras mudam de empresa para empresa, então é necessário consultar a companhia aérea e destino antes da viagem!”, explica a veterinária.

No geral, cães de porte mini e pequeno podem ser transportados na cabine do avião junto com seu tutor. Ainda existem excessões para animais de serviço, como cães-guia e animais de suporte emocional.

Como fazer viagem nacional de avião com cachorro?

Antes de comprar caixa de transporte, verifique se ela é adequada para viagens de avião com pets.

A maioria das empresas aéreas nacionais aceita receber apenas animais domésticos, ou seja, cães e gatos. Para viajar na cabine com o tutor, normalmente, o animal deve pesar até 10kg.

O pet deve estar limpo, com as vacinas em dia e com o atestado de saúde atualizado. Além disso, é fundamental que o animal esteja dentro de uma caixa transportadora

Para viajar com o pet, é necessário pagar uma taxa para a companhia aérea. A melhor forma de saber as informações sobre valores, peso e documentação necessária, é consultar diretamente a empresa aérea antes da viagem. 

Como fazer uma viagem internacional com cachorro?

O valor de transporte do animal varia de acordo com o destino da viagem e da companhia aérea. Bem como as determinações de peso e dimensões do animal para viajar na cabine ou no compartimento de cargas.

O animal deve estar dentro de uma caixa de transporte de material rígido e sem rodinhas dentro das exigência de cada empresa. É fundamental a apresentação dos documentos do animal e a comprovação de saúde do pet

Se atente às regras do país de destino. Alguns animais precisam passar por um período de quarentena antes ou no momento de entrada no país. É importante se informar sobre esses procedimentos antes da viagem. Muitos dos protocolos de segurança e saúde devem ser planejados com semanas de antecedência.

Viajar de avião com cachorro dá trabalho e possui um custo elevado. Mas, depois de tudo organizado, vocês vão curtir as férias em alto estilo! Cuide da saúde do seu pet, adquira a caixa de transporte adequada, prepare a documentação e boa viagem!

Gostou de saber mais dicas para viajar com seu pet nessas férias? Saiba mais sobre cachorros em nosso blog: