Cat sitter: saiba tudo sobre o tema e conheça o melhor serviço!

Compartilhar:


Cat sitting: tudo o que você precisa saber

Ter um pet é algo maravilhoso e que traz muita alegria para as nossas vidas. Entretanto, é preciso entender que os animais precisam de bastante cuidado e carinho, e, às vezes, com a correria do dia a dia, fica um pouco difícil de conseguir dar toda essa atenção. Por isso, uma atividade que tem ganhado cada vez mais popularidade entre os tutores é o cat sitting. 

Sempre que é preciso viajar e passar dias ou muitas horas fora de casa, esses animais acabam ficando deprimidos ou ansiosos. Sendo assim, é exatamente nessa hora que o profissional cat sitter se faz necessário.

Mas você deve estar se perguntando o que é um cat sitter e como o serviço funciona. Por isso, separamos as principais informações sobre esse assunto, para que você possa ficar por dentro de todos os detalhes. E então, vamos lá?!

O que é o cat sitting?

Esta é uma prática feita por profissionais cujo objetivo é cuidar dos gatos enquanto os tutores estiverem ausentes. No momento de contratar o cat sitter, o tutor pode escolher por quanto tempo será necessário fazer companhia para o bichinho. Esse tempo pode variar de um dia até um mês, tudo a combinar. 

E o que é o cat sitter?

homem segurando gato no colo

De forma resumida, o cat sitter nada mais é do que uma babá de gato. E dentro da área de pet sitters, ainda existe o dog sitter, que exerce a mesma função, mas com o foco em cachorros.

As funções de um cat sitter variam de acordo com o pacote escolhido pelo tutor. Dentre elas, o profissional pode cuidar da alimentação, brincar, distrair o pet e até mesmo dar banhos e cuidar da higiene do gato.

Quanto custa para contratar um cat sitter?

Os preços devem variar de acordo com o profissional e com a modalidade que você escolher para que o trabalho seja realizado. Ou seja, dentro das opções, você pode escolher se o cat sitter irá até a sua casa para ficar com o gato ou se você o levará até a residência do profissional para ele ficar lá o tempo necessário. 

Normalmente, a maioria dos tutores prefere que o cat sitter vá até a residência do gato, já que ele está habituado com o seu lar e pode acabar estranhando ambientes novos. Nesses casos, o custo do cat sitter costuma girar em torno de R$30 por hora.

Para quem o serviço é indicado?

O serviço é indicado para tutores que viajam com frequência, que passam o dia longe de casa ou, ainda, pessoas ocupadas que se sentem mal deixando o felino sozinho por muito tempo. Além disso, o serviço de cat sitter também auxilia com animais que precisam de cuidados especiais enquanto o tutor está fora.

Apesar de existirem hotéis pet, eles não são as melhores opções para os gatos. Isso porque felinos são animais territorialistas e mais introspectivos que os cães. Logo, a experiência de conhecer um novo local pode ser extremamente estressante.

E, em consequência, eles passam por mudanças comportamentais, físicas e até psicológicas durante o período em que você está longe. Por isso, a melhor maneira de manter o bem-estar do seu bichinho, sem abrir mão de cuidados profissionais, é contratando um cat sitter.

Como escolher o melhor cat sitter para o meu gato?

Cat sitting: tudo o que você precisa saber

Contratar um cat sitter precisa ser um processo bastante cuidadoso, pois é importante que você confie muito no profissional. Para isso, dê sempre preferência para indicações de amigos que já tenham experienciado o trabalho daquele cat sitter, e que tenham um bom feedback sobre ele. 

Caso você não tenha nenhuma indicação, tente contratar alguém que tenha boas referências e experiência nesse tipo de trabalho. Hoje em dia, existem sites para contratação desses serviços, nos quais você pode ter acesso aos comentários e depoimentos de outros tutores que já contrataram tal profissional. 

Outro ponto importante é sempre ficar atento ao contrato que você está fechando com o seu cat sitter. Este será um documento que irá indicar o tipo de serviço contratado para o seu gato e o que está sendo incluído neste pacote. 

Apesar de ser uma profissão que ganhou popularidade apenas recentemente, existem muitos cat sitters qualificados e com anos de experiência que podem ajudar o seu gato a se sentir menos sozinho nos momentos de ausência do tutor.

4 dicas práticas para escolher o melhor profissional

1. Pesquise com antecedência

Como dito, é importante contratar um profissional com boas recomendações. Mas não é só isso! Pesquise bem! Ser babá de gato é um trabalho que exige cuidado, confiança e profissionalismo.

2. Conheça o profissional presencialmente

Após escolher o melhor profissional, marque um encontro presencial entre vocês. Aproveite e leve o felino junto. Assim, é possível observar a reação do gatinho e entender melhor o trabalho do cuidador.

3. Monte uma lista de atividades essenciais

Para assegurar que todas as atividades essenciais serão cumpridas durante o dia, monte uma lista de afazeres. Inclua tudo o que for necessário para manter o bem-estar do pet enquanto você estiver longe.

4. Mantenha o contato

Bateu a saudade? Ficou preocupado? Mande uma mensagem para o cat sitter! Peça fotos e vídeos, para assegurar que seu bichinho está bem.

Conheça o Babá em Casa: programa de cat sitter da Pet Anjo

felino tocando na mão de cat sitter

Se você está em busca de um serviço confiável e de qualidade, aposte no Babá em Casa! O serviço da Pet Anjo, com a Assinatura Cobasi, foi desenvolvido pensando em deixar seu melhor amigo bem cuidado e feliz na sua própria casa.

As visitas duram uma hora e, durante o período, o profissional é encarregado de suprir todas as necessidades do felino. Além disso, ele mantém o tutor informado sobre o que está acontecendo em casa.

Quais serviços o cuidador do Babá em Casa presta?

Os Anjos, como são chamados os cuidadores, que fazem parte do serviço Babá em Casa, são responsáveis por:

  • alimentar o pet;
  • trocar a água;
  • limpar os potinhos;
  • limpar o cantinho do xixi e cocô;
  • higienizar a caixa de areia;
  • escovar os pelos;
  • brincar e estimular o animal;
  • administrar medicamentos e curativos, quando necessário.

Todos os detalhes podem ser combinados diretamente com o Anjo responsável. Alguns podem até cuidar da sua casa, regando plantas e retirando o lixo, sabia?

5 vantagens do serviço Babá em Casa

gato sentado no sofá

1. Mais conforto e segurança para pets e tutores

Com a babá de gato certa, pode ter certeza que, tanto você, quanto seu bichinho, vão ficar muito mais tranquilos e confortáveis. Em casa, o gato recebe toda a atenção e carinho que merece e precisa. Fora dela, tutores sentem-se mais seguros.

2. Profissionais certificados

Todos os cuidadores que fazem parte do Babá em Casa são selecionados e treinados. O profissionalismo é tanto que a Pet Anjo é a única no Brasil com Certificação Internacional de Dog Walker, Pet Sitter e Primeiros Socorros para Pets.

3. Suporte 24 horas e seguro veterinário

Tutores que escolhem o serviço da Pet Anjo recebem suporte 24 horas e seguro veterinário emergencial vip de até R$5 mil, para qualquer eventualidade.

4. Relatórios completos

Após a visita, os Anjos enviam um relatório completo com informações sobre as necessidades, os treinos e comportamentos do peludo durante o dia. Fotos e vídeos são enviados juntos com o textinho.

5. Conheça o cuidador, sem compromisso

Antes mesmo de fechar o serviço, tutores e seus pets podem conhecer cuidadores em potencial, sem compromisso! Basta escolher aquele que mais se identificar, no site e no app, e marcar uma visita.

Viu só como o Babá em Casa é o serviço completo para o seu bichinho de estimação? Contrate o cat sitter que mais gostar e cuide bem do seu felino, até mesmo quando estiver longe.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário