Catarata em cachorro: como diagnosticar e cuidar?

Compartilhar:


catarata em cachorro

A catarata em cachorro é uma das principais causas que podem levar o animal a perder a visão. Essa doença é resultado de alterações nas lentes dos olhos que, por padrão, devem ser cristalinas ou transparentes, e aos poucos vão ficando com uma coloração mais azulada e branca, que é basicamente a opacificação da lente.

Por mais que essa doença acometa pessoas, ainda não se sabe muito sobre o que pode acontecer com o animal, além da cegueira. Neste conteúdo, vamos falar um pouco mais sobre a catarata, explicando alguns pontos que podem ajudar no diagnóstico.

Então, acompanhe o conteúdo completo para saber mais!

Catarata em cachorro: como ela se manifesta?

A catarata em cachorro ou em qualquer animal pode acontecer em qualquer idade e por diversos motivos. Muitas pessoas acreditam que ela só se manifesta quando o animal está com uma idade avançada. No entanto, isso não é verdade. A seguir, listamos as demais maneiras pelas quais essa doença pode se desenvolver e aparecer no cachorro. Confira!

  • Problemas congênitos (o cachorro nascer com catarata);
  • traumas;
  • questões hereditárias;
  • doença pós-inflamatória;
  • problemas nutricionais;
  • doenças metabólicas (diabetes, por exemplo);
  • idade avançada.

Algumas raças são mais propensas a ter essa doença de maneira hereditária. Entre elas, estão: Poodle, Cocker Spaniel Americano e Inglês, Schnauzer miniatura, Golden e Labrador Retriever, West Highland White Terrier e Afghan Hound.

catarata em cachorro

Além da perda de visão, a catarata em cachorro pode causar inflamação crônica intraocular, glaucoma secundário – aumento da pressão na região dos olhos – e um certo desconforto ao animal. A perda de visão vai depender da fase em que está a doença.

Ou seja, quanto mais a lente está opacificada, menos o animal enxerga. A escoliose não causa a perda da visão, porém, ela pode causar uma turvação nas lentes do animal.

Ademais, apenas o médico-veterinário, através de exames específicos, pode determinar se isso está ou não acontecendo com o seu pet. Caso o animal esteja enfrentando problemas oculares, o profissional irá indicar o melhor tratamento.

Sintomas e diagnóstico prévio

De maneira geral, é muito difícil prever o tempo e o desenvolvimento da catarata em cachorro. O surgimento da doença pode acontecer de maneira rápida, apresentando sintomas em poucas semanas. Porém, também pode ocorrer de maneira mais lenta, se formando ao longo dos anos.

Sintomas da catarata em cachorro

Os olhos dos cachorros com o centro azulado. Esse é o principal sinal clínico para diagnosticar a catarata nos animais. Inclusive, ele pode ser observado em casa, pois essa é uma mudança bem visível, do tom indo para cor branca ou azulada.

Em um grau mais avançado, a catarata em cachorro pode fazê-lo esbarrar em objetos dentro de casa e demonstrar insegurança ao descer escadas. Contudo, também existem casos em que ela pode ser imperceptível.

Na verdade, são esses pequenos detalhes na mudança do comportamento do seu pet que vão ajudar a diagnosticar se ele está ou não com catarata. Não é necessário ficar seguindo o animal e o vigiando 24 horas por dia, mas é bom estar sempre em alerta.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário