Saiba mais sobre a uveíte em cães

Compartilhar:


Uveíte em cães

Quem é tutor de cachorro, sabe que os momentos mais fofos do dia é passar ao lado do seu amigo. Nessas ocasiões, é comum ficar admirando seu pet no fundo dos olhos. Porém, saiba que essa região do animal também pode sofrer com problemas. Um deles é a uveíte em cães.

Mas calma. Se você nunca ouviu falar sobre a uveíte em cachorro, não se preocupe. Basta acompanhar nosso artigo para esclarecer suas dúvidas.

Aqui, vamos te apresentar o que é a uveíte. Além disso, saiba também quais os sintomas que ela apresenta e como é feito o tratamento.

Entenda o que é a uveíte em cães

Esclarecendo logo essa dúvida, a uveíte é uma inflamação intraocular. Mais precisamente, essa inflamação afeta a íris, o corpo ciliar e a coroide nos olhos do animal.

Caso não seja tratada, a uveíte pode afetar a visão do animal e causar desconforto a ele.

Ou seja, é uma doença oftalmológica. No entanto, não pense que apenas seu cachorro está suscetível a uveíte. Gatos também podem apresentar esse problema. Além disso, essa inflamação pode ocorrer em qualquer idade do pet.

Do mesmo modo, ela pode ocorrer de duas formas, por fatores externos ou internos.

No caso dos externos, a uveíte em cães se manifesta se o animal adquirir alguma lesão nos olhos. Brigas ou até mesmo acidentes podem causar essa inflamação.

Bactérias, fungos e vírus contraídos pelo cachorro também podem acarretar na uveíte.

Já nos casos internos, se o pet possui doenças como diabetes ou hipertensão, é possível a uveíte aparecer. Por isso, não hesite em procurar ajuda médica.

Em algumas situações, a uveíte canina acaba sendo um dos primeiros sintomas na descoberta de alguma doença no pet.

Por isso, é importante ter atenção até mesmo nos olhos do seu amigo. Dessa forma, o tutor pode notar algumas mudanças no pet.

Sintomas causados pela uveíte em cachorro

Uveíte em cães

Não há coração de gelo que não derreta ao ver os olhinhos fofos de um cachorro. No entanto, buscar por diferenças no olhar do seu pet pode ajudar e muito ele.

No caso da uveíte em cachorro, há alguns sinais que os olhos do pet apresentam e que são bem visíveis.

Um deles é a vermelhidão nos olhos. Como essa inflamação prejudica o olho do cachorro internamente, é comum os vasos sanguíneos dessa região serem afetados.

Secreção e lacrimejar em excesso também devem ser evidenciados, assim como mudança na cor dos olhos do animal.

Com isso, se o cachorro estiver piscando demais ou evita lugares muito iluminados, fique atento. Algo pode estar incomodando os olhos dele.

Tratamento para uveíte em cães

Ao notar um desses sintomas, procure imediatamente um médico veterinário. Somente esse profissional poderá indicar o melhor tratamento de uveíte em cães.

Normalmente, o tratamento é feito a partir de colírio anti-inflamatório. Com ele, é possível reduzir a dor e a inflamação presente nos olhos do cachorro.

Também fique atento em uveítes causadas por doenças autoimunes. Nesse caso, é essencial o tutor também continuar o tratamento da doença. Assim, é possível reduzir os efeitos da inflamação e manter os sintomas controlados.

Caso seu pet não receba os cuidados necessários, a uveíte pode avançar para um quadro mais grave. Com isso, o animal pode ficar com a visão afetada. Glaucoma, catarata ou cegueira, por exemplo, podem acabar afetando seu amigo. 

Então, tome cuidado para que seu cachorro não se machuque. Não deixe ele perto de animais violentos para evitar possíveis brigas.

Cuide da alimentação do seu pet. Ofereça a ele ração e água fresca para manter a imunidade dele forte.

Deixe a caminha dele limpa. Também lave bem bebedouros e comedouros. Assim, você evita possíveis inflamações por bactérias e vírus.

Por fim, fique atento às mudanças de comportamento e no olhar do seu pet. Lembre-se que a uveíte canina é uma inflamação que ocorre nos olhos do cachorro. Então, tenha atenção a essa região.

Dessa forma, os olhos do seu cachorro apenas refletirão o carinho que ele sente por você.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário