Codorna: aprenda tudo sobre esse curioso animal

Por Cobasi

Compartilhar:
codorna

A codorna é uma ave da mesma família da galinha que se diferencia principalmente por conta do seu tamanho. Essas aves têm sido cada vez mais procuradas tanto para o segmento do agronegócio quanto também para o cuidado caseiro. No entanto, é sempre importante considerar que o local ideal para esses animais é na natureza. Saiba mais sobre essa ave. 

Quais são as principais características da codorna?

Da mesma família de perus, pavões, faisões e galinhas, as codornas são uma espécie de ave conhecida graças ao seu tamanho e ao ovo, que é popularmente consumido nas mesas do país. Ainda nas suas características principais, apesar do seu pouco tamanho, essa ave possui um corpo robusto além das asas curtas e em formato arredondado e seu bico em formato de gancho – o que facilita a sua alimentação.

Quando comparado aos demais animais de sua família, além do tamanho esse animal pode ser reconhecido graças ao seu curto pescoço, sua pata robusta e, claro, a suas pernas que não tem a presença de esporas. Além disso, elas seguem as seguintes características:

  • Alcançam no máximo 18 centímetros de comprimento;
  • Penas na colocação cinza-escuro, branco e preto;
  • É um ave que gosta muito de cantar;
  • Tem um temperamento assustado e introspectivo;
  • Sua expectativa de vida pode variar entre 1 a 3 anos.

Como funciona a alimentação e a reprodução das codornas?

codorna

Primeiramente, é importante considerar o que diferencia a codorna macho e a fêmea. No caso dos machos, por exemplo, eles têm mais ornamentos e são mais brilhantes. Possuem plumas maiores e um porte mais ereto, de uma maneira mais imponente, justamente para conquistar o sexo oposto.

As fêmeas, por sua vez, são mais pesadas, possuindo um peito e um abdômen mais largo. A reprodução desses animais acontecem por meio da monogamia, ao contrário dos demais animais dessa mesma família. As codornas têm o costume de construir seus ninhos em ambientes isolados que podem ser tanto no solo quanto em galhos. O cuidado dos ovos, na maioria das vezes, são divididos entre o macho e a fêmea. 

Quando nascem, os filhotes são bastante independentes, podem, inclusive, sair sozinhos do ninho após ser alimentados pela primeira vez por seus pais. O crescimento das codornas também é um ponto de destaque. Após 30 dias, por exemplo, elas são consideradas adultas e podem ser adotadas ou afastadas do seu ninho.

O que as codornas comem?

Assim como qualquer outro animal, a alimentação das codornas é um ponto chave para a sua saúde. Existem inúmeros tipos de rações no mercado voltados para essa espécie de ave. Cabe aos tutores, portanto, proporcionar um armazenamento higiênico e cuidadoso pensando nas questões climáticas, por exemplo.

Além da ração, é comum que essas aves se alimentem também de frutas e algumas espécies de insetos, por exemplo, besouros, aranhas, gafanhotos e entre outros. Vale considerar, porém, que a alimentação para as codornas pode variar de acordo com a finalidade da sua criação e ainda o período do ano, por conta do período de reprodução e ainda a disponibilidade de sementes.

Gostou desse post? Leia mais sobre outros pets em nosso blog:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário