Saiba tudo sobre como plantar erva-doce

Compartilhar:


Você sabe como plantar erva-doce? Ter essa planta super perfumada em casa só traz vantagens. Afinal, suas flores que parecem pompons e suas sementes ricas em óleos e perfumes fazem a alegria de um ambiente. E tem mais, ela é praticamente toda comestível!

Porém, se os apelos gastronômicos e decorativos não são o suficiente para você aprender como plantar erva doce, saiba que essa planta tem muitas outras riquezas escondidas. Não por acaso, a erva doce é conhecida há centenas de anos por suas diversas propriedades medicinais e por ser um ótimo ingrediente de cosméticos.

O chá e os extratos de erva doce são utilizados desde o século XII na Europa para melhorar o humor, o hálito e a digestão, além de aliviar os sintomas de resfriados, espasmos e doenças reumáticas. Já na cosmética, a erva doce é amplamente utilizada em cremes, shampoos e sabonetes.

Erva-doce ou funcho?

Antes de mais nada, precisamos resolver uma confusão muito comum: erva doce e funcho são a mesma coisa? Embora sejam muito parecidas, a erva-doce (Pimpinella anisum) e o funcho (Foeniculum vulgare) são plantas diferentes.

As diferenças mais evidentes entre as duas são o formato das folhas e a cor das flores. Enquanto o funcho possui lindas folhas tão finas que parecem cabelo, a erva-doce tem folhas mais largas e dentadas que lembram a hortelã. No caso das flores, elas são amarelas no funcho e brancas na erva-doce.

Além disso, o funcho é maior e dura mais tempo do que a erva-doce. Mas não se preocupe, se você aprender como plantar erva-doce também vai saber como plantar funcho. Os cuidados são basicamente os mesmos, embora o funcho demande um pouco mais de espaço. Veja a seguir o passo a passo de como plantar erva doce.

Afinal, como plantar erva-doce?

O primeiro passo para cultivar erva-doce é decidir onde a planta vai ficar. Se for plantar direto no chão, certifique-se de analisar a qualidade da terra. Como a maioria das plantas medicinais, a erva doce gosta de solos leves, férteis e arejados.

Uma boa forma de tratar o solo é prepará-lo com adubo orgânico e cobertura vegetal. Espere pelo menos uma semana depois de adubar o solo para fazer o plantio. O mesmo vale para o cultivo em vaso. Porém, saiba que esta planta vai precisar de espaço para crescer. O ideal são vasos com pelo menos 30cm de diâmetro e 30cm de profundidade. 

Escolhendo as plantas

Com o solo preparado é hora de colocar a planta na terra. Você pode plantar mudas, mas o ideal é semear direto na terra. Por sinal, tem como cultivar erva doce usando até mesmo os saquinhos de chá da planta!

No entanto, o mais indicado é apostar em sementes selecionadas, pois elas têm uma maior taxa de germinação. Se for plantar em sementeiras, transfira a planta para o local definitivo quando as mudas atingirem 10 cm de altura.

O clima ideal

A erva doce é originária das regiões temperadas da Europa e Ásia, por isso o clima ameno é o ideal para o bom desenvolvimento da planta. Ainda assim, essa planta é resistente e se dá bem em diversos climas. 

Por fim, a erva-doce precisa receber pelo menos 6 horas de sol por dia e regas frequentes. A falta d’água faz a planta florescer antes da hora. Mas não se esqueça que água demais mata a planta. A água deve ser o suficiente para manter a terra úmida, não encharcada.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário