Como plantar pitaya: descubra aqui

Compartilhar:


A pitaya é uma planta que chama atenção em todas as suas partes. Desde o cacto que dá origem à fruta, passando pelas flores brancas, grandes e perfumadas. A fruta é um espetáculo à parte: colorida, cheia de escamas e com a polpa cremosa. E a ramagem ainda consegue escalar muros e árvores, dando um toque especial ao ambiente. Por isso tudo, quer saber como plantar pitaya? A gente conta aqui!

A pitaya não é o fruto de apenas um cacto, mas de centenas deles, do tipo epífito (vivem sobre as árvores). A planta é nativa das Américas Central e do Sul e também do México. Seu nome significa “fruta escamosa” em taíno, uma língua da região das Antilhas. Ainda é conhecida como fruta-dragão ou dragon fruit (em inglês).

As espécies mais comuns são a pitaya vermelha com polpa branca, a vermelha com polpa vermelha e a amarela com polpa branca. O fruto pode atingir até 15 cm de comprimento e é muito rico em fibras. Por isso, é muito utilizado em sucos, saladas e coquetéis.

Dicas sobre o plantio da pitaya

Típica do clima tropical, a pitaya é uma planta que precisa de terra boa e de muito sol. Por isso, se desenvolve muito bem aqui no Brasil. Pode ser plantada direto no solo, em jardins e quintais, ou em vasos de plantas.

Junto com a pitaya, é comum se instalar um mourão de madeira ou concreto, com até de 1,8 m de altura, onde a planta possa se agarrar. No caso dos vasos, uma dica é ter uma estaca para sustentar a pitaya plantada, pois ela pode tombar quando der frutos.

Como plantar a pitaya em vasos?

Primeiramente, para plantar a pitaya, você precisa escolher de um vaso de bom tamanho. Ou seja, um vaso de no mínimo 50 litros e 40 cm de profundidade. Apesar de nascer de sementes, a compra de uma muda pronta pode ser mais simples, principalmente para jardineiros iniciantes.

Em segundo lugar, é importante utilizar uma terra de alta qualidade, com compostos orgânicos e até um pouco arenosa. Por fim, ao remover a muda para o vaso fixo, não deixe de utilizar luvas de proteção, pois a planta tem espinhos.

Como manter a planta saudável

Quando for escolher o lugar para a sua pitaya, é importante que seja um local bem iluminado. O ideal é que a planta esteja exposta à luz solar por pelo menos cinco horas por dia. O sol vai estimular o nascimento das flores e a produção dos frutos. Além disso, as regas devem ser feitas quando o solo estiver bem seco. O excesso de umidade apodrece as raízes.

Outra dica importante é a manutenção do solo de qualidade. O ideal é fazer adubações na terra a cada três meses, com um substrato de qualidade, como os fertilizantes orgânicos.

Flores e frutos

As flores da pitaya brotam por cerca de uma semana, sempre no início do verão. Em temperaturas entre 18°C e 26°C, a floração é estimulada. Já os frutos aparecem entre dezembro e maio.

Separamos mais alguns posts para você:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário