Diarreia: qual a melhor forma de tratá-la em pets?

4 de março de 2021

Saúde e Cuidados
cachorro com diarreia

A diarreia pode significar um sinal de alerta para que os tutores prestem atenção na saúde do pet, visto que a alteração tem diversas causas que vão das mais simples a outras preocupantes.

Esta disfunção, que é caracterizada pelo aumento na frequência e volume das fezes, precisa ser estudada para garantir o bem-estar do cachorro ou do gato.

Conheça melhor o que pode causar a diarreia nos animais e quais os tratamentos para regularizar o intestino do seu amigo.

Quais as causas da diarreia?

Há diversos tipos de diarreia em cães e gatos, que podem ser causadas por uma simples troca de ração a presença de vermes e outros parasitas. Por isso é importante um diagnóstico feito por um médico veterinário, assim você entende a causa raiz do problema.

A diarreia aguda é aquela que dura cerca de 48 horas e logo se estabiliza com a ingestão de água e um período sem alimentos. Já a crônica se desenrola por diversos dias e requer ainda mais atenção do dono.

Entre as principais causas da diarreia no cachorro ou gato estão:

  • Troca de ração: o estômago do animal é sensível a mudanças, então, ao fazer uma alteração na dieta do pet, faça de forma gradual para que ele não acabe produzindo fezes moles;
  • Parasitas: é importante manter o vermífugo e as vacinas em dia para prevenção de doenças causadas por vermes, como giárdia e toxoplasmose;
  • Vírus e bactérias: preste atenção, pois a diarreia é um sintoma comum de algumas doenças como FIV, FeLV e Coronavirose para gatos. Já nos cães, os piores diagnósticos são parvovirose e cinomose;
  • Intoxicação alimentar ou envenenamento: além da alteração das fezes pode ocorrer vômitos, salivação e apatia.

O que dar para cachorro com diarreia?

gato com diarreia

Um ou outro episódio de diarreia são considerados normais para o pet. O problema está quando aparecem outros sintomas, como vômito, ânsia, tremores e sangue no cocô.

Entretanto, se as fezes moles persistirem por mais de um dia, também vale procurar um veterinário porque o problema pode ser maior.

De acordo com o diagnóstico, o médico pode entrar com um tratamento à base de antibióticos e anti-inflamatórios se for constatada uma possível infecção ou doença.

O que é bom para diarreia de gato?

os felinos devem ser tratados com o mesmo cuidado. Se for um episódio único de diarreia, a recomendação é manter o pet hidratado. Caso ele tenha dificuldade em beber água, ofereça ração úmida. Mas somente horas depois e caso o intestino ainda não esteja bem.

Como falamos, determinadas doenças são graves para o bichinhos, como a leucemia felina, FIV e a Coronavirose. Desta forma, se o animal apresentar qualquer outro sintoma ou uma diarreia constante, procure o veterinário para entender a causa raiz.

Se você ainda não tem um médico pet de confiança, conheça a clínica veterinária da Cobasi, a Spet! São 80 unidades atuando com atendimento para o seu amigo de estimação tanto para consultas e check-ups como emergências, cirurgias e tratamentos.

Leia mais conteúdos sobre cães e gatos no blog Cobasi! O que você quer aprender agora?