Você tem um gato que não cresce? Conheça as causas!

Compartilhar:


Gato que Não cresce

Ter um gato que não cresce em casa pode causar muita preocupação para os tutores. São vários os problemas que podem resultar no crescimento lento do seu gatinho.

O que nem todo mundo sabe é que a velocidade do desenvolvimento desse pet varia de acordo com a fase da vida. Nos primeiros meses de vida é comum que o crescimento dos gatinhos ocorram de maneira acelerada. No entanto, em alguns casos, podemos notar que nossos bichanos não estão crescendo como deveriam. 

Os motivos são vários e vão desde a presença de parasitas até a falta de nutrição adequada. Muitos fatores podem impedir o crescimento do animal.

O que pode causar alteração no crescimento do gato?

Se você tem um gato que não cresce, saiba que pode ser um problema que surge desde as primeiras semanas de vida do bichinho. Inclusive, um dos principais motivos acontece quando o pet ainda está mamando.

Infelizmente, muitas pessoas acabam tirando o gatinho de suas mães e irmãos antes do período adequado. O desmame antecipado é feito incorretamente, ocasionando na falta de nutrientes necessários para os filhotes. O leite materno ajuda o pequeno gatinho a criar anticorpos e se desenvolver. Sem ele ou quando o desmame acontece antecipadamente, o pet pula uma das fases de desenvolvimento. Isso pode resultar em um gato que não cresce o tanto que deveria e também várias doenças.

Outro motivo para gatos subdesenvolvidos é quando a mãe não recebe a alimentação adequada e não consegue ter um leite rico em nutrientes. Fêmeas prenhes e filhotes devem ser acompanhados por um médico veterinário para receberem a alimentação adequada.

Outro motivo comum que pode prejudicar o crescimento e o desenvolvimento do gato é um grupo de doenças chamado parasitose. Causadas por endoparasitas, essas doenças sobrecarregam o organismo o pet e reduzem a ingestão de nutrientes resultando em subdesenvolvimento. Para identificar a presença de vermes no seu pet, os sintomas mais comuns são diarreia, vômito, queda de pêlo ou anemia. Converse com seu médico veterinário e faça a administração de vermífugo para filhotes de forma periódica.

Já falamos da alimentação inadequada quando o gato tem poucos dias ou semanas, no útero da mãe e até a redução de nutrientes por causa de vermes. Já dá para imaginar qual é o próximo motivo que faz os gatos não crescerem, não é?!

A falta de nutrição adequada pode causar muito problemas nos gatos adultos. No caso dos filhotes, isso pode ser muito pior, gerando dificuldade de crescimento e fraqueza. Por isso, é fundamental oferecer ao pet uma alimentação própria para gatos rica em nutrientes e vitaminas para suprir todas as suas necessidades. 

As rações de qualidade Super Premium são elaboradas com ingredientes de qualidade superior, além de serem ricas em sais minerais e nutrientes.

Quais doenças podem interferir no crescimento do gato?

Gato com nanismo

Um gato que não cresce pode estar sofrendo com hipotiroidismo congênito, um problema na glândula tireóide do animal, que impede a síntese de hormônios. Além do nanismo, os gatinhos que apresentam essa doença podem ter o pescoço e as patas mais curtas, o rosto largo e alterações em seu sistema nervoso. Os gatos com problemas hormonais podem apresentar deficiências na dentição, apatia e baixa temperatura. 

Outra doença que pode causar alterações de crescimento, é a Mucopolissacaridose, uma doença causada devido a deficiências enzimáticas. Esses gatos podem ser pequenos, tendo a cabeça e as orelhas menores, o rosto largo, olhos arregalados, cauda curta, andar desajeitado e problemas de saúde, cardiopatias e problemas ósseos.

Já o nanismo propriamente dito, é uma condição causada por um déficit no hormônio do crescimento. Nos gatos, pode provocar prisão de ventre, atraso na dentição, vômitos e desidratação, além de serem pequenos. 

O Shunt Postossistêmico é outro caso de doença que pode causar problemas no crescimento do animal. A doença causa um problema circulatório que impede que as toxinas sejam purificadas, causando diversos sintomas.

Quais os tratamentos para gato que não cresce?

Na maioria dos casos, um gato que não cresce pode ter sua alimentação modificada, sendo oferecido a ele uma ração de maior qualidade nutricional. Além disso, é possível que o veterinário indique tratamentos à base de suplementação nutricional. 

O hipertireoidismo felino pode ser tratado com a reposição hormonal. Já a Shunt e a mucopolissacaridose podem ser tratadas, no entanto, nem sempre pode ser possível. O ideal é que o veterinário faça uma avaliação para saber o grau da doença. 

Por isso, ao notar que seu gato está com problemas de crescimento, leve-o imediatamente ao veterinário. Ele será encarregado de analisar a saúde do animal e dará o diagnóstico correto e qual o melhor tratamento. 

Gostou desta publicação? Saiba mais sobre gatos acessando nosso blog:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário