Gato rouco: o que pode causar o problema?

Compartilhar:


gato rouco

Gatos miam o tempo todo para os seus tutores, em diversos timbres e entonações, seja pra pedir água, carinho ou alimento. Mas e quando o miado do felino está mais grave do que o normal? É importante ficar atento a casos como esse, pois um gato rouco pode estar passando por alguns problemas de saúde. 

Caso o seu felino esteja apresentando um miado com rouquidão, é necessário, sim, dar bastante atenção a isso. Aqui vamos explicar mais sobre o assunto, então continue lendo este artigo para entender tudo! Vamos lá?!

O que pode deixar o gato rouco?

De acordo com Marcelo Tacconi, médico-veterinário da Educação Corporativa Cobasi, o gato pode, sim, ficar rouco. Aliás, esse é um motivo para nos preocuparmos ou, no mínimo, ficarmos bem atentos. “Esse miado rouco pode ser causado por uma laringite, que nada mais é do que a inflamação do órgão chamado laringe.” 

A laringe é um órgão do sistema respiratório onde se encontram as cordas vocais. Então, laringite é o nome que se dá a qualquer inflamação desse órgão, podendo ser uma doença isolada ou apenas um dos sintomas de uma doença infecciosa sistêmica.

“Normalmente essa inflamação ocorre de modo secundário a outras doenças, tais como complexo respiratório felino, rinotraqueíte, pneumonia, bronquite e picadas de insetos (causam reação e edema na laringe, o deixando rouco)”, explica Marcelo Tacconi. 

Quais são os sintomas da laringite no gato?

Há duas formas de classificar essa inflamação: laringite aguda ou crônica. 

Geralmente, a laringite aguda está associada a processos infecciosos, e pode ser bastante comum nas épocas mais frias e secas do ano. Além disso, o problema tende a se curar de forma espontânea, sem a necessidade de medicamentos. Entretanto, ainda assim, é necessário prestar atenção à laringite aguda, visto que ela pode evoluir para um problema crônico.

A laringite crônica, por sua vez, está ligada a hábitos constantes, tais como miar com muita frequência. Além disso, outra possível causa são os refluxos esofágicos. Em casos mais graves, pode haver comprometimento dos nervos laríngeos, causando a paralisia de laringe e, logo, a obstrução da passagem de ar.

Além da rouquidão e asperidade na voz, o gato com laringite por vir a apresentar sintomas como tosse; espirros; corrimento nasal; respiração curta e desregulada; dificuldade para miar; cansaço ao fazer esforço físico; engasgos; dificuldade de engolir o alimento; e secreção ocular.

Qual é o tratamento?

gato rouco

Caso você tenha notado o gato rouco e com um miado mais áspero, é necessário levar o pet ao veterinário para que o profissional faça o diagnóstico correto. Para isso, durante a consulta, o profissional poderá realizar todos os exames necessários para descobrir o que está causando o problema do felino.

O tratamento, claro, irá variar de acordo com o caso do pet, que se associa ao tempo passado até buscar a ajuda de um veterinário. Portanto, é sempre extremamente necessário que, assim que o tutor perceber qualquer anormalidade, acione um profissional. Isso porque algumas doenças podem se agravar caso não sejam tratadas de forma imediata. Sendo assim, caso você perceba o gato rouco, procure ajuda!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário