Gato Siberiano: o felino oficial da Rússia

Compartilhar:


gato siberiano

O gato Siberiano é o felino oficial da Rússia. Não só porque ele surgiu em uma região importante para o país, a Sibéria, mas por apresentar as características que a cultura russa escolhe para falar de si mesma: resistência, coragem e afabilidade. 

Por ter surgido em uma das regiões mais frias do planeta, essa raça apresenta características específicas que os tornam resistentes ao frio e muito, muito peludos. Confira abaixo algumas curiosidades e características desse bichinho.

Origem do gato Siberiano

O gato Siberiano é o resultado do cruzamento entre os gatos selvagens da Sibéria e os gatos domésticos não só da Rússia, mas também da Ucrânia, importante país vizinho. Depois do cruzamento a espécie se espalhou pelos bosques dos dois países e também da Noruega.

Essa origem dupla – metade selvagem, metade doméstico – marca profundamente as características do gato Siberiano. A força, curiosidade e resistência dos gatos selvagens, e a docilidade, calma e sociabilidade dos gatos domésticos.

O gato Siberiano é tão adorado na Rússia que chegou a ser o mascote oficial do governo durante os anos de Nikolai Gorbachev. Com o tempo eles conquistaram tutores do mundo inteiro e se tornaram uma das raças mais queridas e populares.

Um gato, duas pelagens

Esse é um gato que tem duas pelagens. A mais externa, que é sua característica mais marcante, é uma pelagem longa e sedosa. Mas há ainda uma camada de subpelo mais denso que o torna particularmente resistente ao frio.

Apesar dessas duas pelagens, a escovação do gato Siberiano não é difícil. Além do mais, essa raça apresenta duas intensas trocas de pelo por ano. O gato Siberiano tem uma pelagem típica para o inverno, quando uma proteção extra para o frio é necessária em regiões muito frias como a Sibéria, e outra para o verão. 

Por isso, apesar desse pelo todo, dê preferência à manutenção através da escovação e confie na regulação natural do seu bichinho. Como eles apresentam duas pelagens para cada período do ano, o próprio organismo do gato vai regular a necessidade ou não de mais proteção. Porém, se você vive em uma região muito quente, consulte um veterinário.

O comportamento do gato Siberiano

gagto siberiano
O gato siberiano é muito, muito peludo!

Aliás, a adaptação para a vida selvagem não termina aí. Gatos Siberianos são ótimos escaladores e caçadores. Por sinal eles têm unhas um pouco maiores que as outras raças de gatos, por isso é importante ter bons arranhadores para fazer a manutenção das unhas.

A resistência peculiar dos gatos Siberianos é notada por sua robustez imunológica. De fato, estes são gatos geralmente bastante saudáveis. Porém é importante acompanhar o desenvolvimento da saúde de seu bichinho e fornecer uma alimentação apropriada

Apesar de guardarem as características de caçadores e exploradores da floresta, os gatos são notavelmente dóceis, carinhosos e companheiros. É essa mistura entre selvagem e doméstico, entre aventura e serenidade que faz dos gatos Siberianos tão divertidos.

Filhotes por mais tempo

Outra curiosidade sobre o comportamento do Siberiano é que ele mantém as características de filhote até atingir por volta de dois anos. E só atingem a maturidade quando completam cinco anos.

Apesar de ter a fase de filhote mais longa que a média, este não é um gato pequeno. Ao contrário, seu porte é de médio a grande, chegando a pesar até 9 kg. Ou seja, é um bebê um pouco mais difícil de carregar. 

Gostou de conhecer mais sobre o gato Siberiano? Confira mais sobre felinos com os posts que separamos especialmente para você:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário