Gato vomitando transparente: entenda o que significa

Joyce Aparecida Santos Lima

Colaboração de Joyce Aparecida Santos Lima

Compartilhar:
gato vomitando transparente

Tem um gato vomitando transparente? Cuidado, pode ser um alerta importante de que algo não anda bem com o seu bichinho. Mas você sabe o que isso significa exatamente?

Com a ajuda da médica veterinária Joyce Aparecida Santos Lima, da Educação Corporativa da Cobasi, explicamos as causas do problema, o que o tutor deve fazer e como evitar que um gato vomite líquido transparente. Continue a leitura!

Gato vomitando transparente: o que significa?

Na realidade, não existe apenas um motivo para um gato vomitando transparente. Como falamos de um sintoma que incomoda o sistema digestivo, isso pode significar diferentes problemas de saúde, conforme listado a seguir.

Gastrite 

Quando há uma irritação no estômago do gato, o problema é chamado de gastrite. Nela, há dois tipos: aguda ou crônica.

Na aguda, o animal consumiu alguma substância que o irrita, como grama, medicamentos ou substâncias tóxicas. Já no caso de ser crônica, a situação seria mais grave e o estômago estaria sensível por um tempo maior. 

Corpos estranhos

Corpos estranhos nada mais são do que objetos e alimentos inadequados para o consumo do felino. Como principal exemplo, temos as famosas bolas de pelos.

Se o tutor não ficar atento quanto aos pelos mortos e soltos, o animal pode engolir e formar grandes bolas no trato digestivo, podendo levar a um gato vomitando transparente. 

Pancreatite

A pancreatite é uma doença que causa uma inflamação do pâncreas, órgão responsável pela produção de enzimas para a digestão, bem como a insulina para metabolizar o açúcar. Entre os sinais mais comuns, estão vômito, diarreia, emagrecimento e pelagem em condições ruins. 

Insuficiência hepática

A insuficiência hepática seria uma falha no desempenho do fígado do felino. Esse problema pode provocar vários sintomas, como vômito, falta de apetite e perda de peso junto de icterícia (mucosas e pele amareladas). 

Inclusive, o gato vomitando transparente pode ser uma indicação de que o animal venha a sofrer alguma situação mais grave, como explica a veterinária Lima. 

“Existe desde o risco de broncoaspiração por conta do vômito (quando o animal, por algum engano, acaba aspirando parte do vômito e esse para em seus pulmões, podendo levar a pneumonias graves e problemas respiratórios), até o animal ter algum problema mais sério de saúde, como uma intoxicação ou insuficiência renal, por exemplo”, informa. 

Além disso, existe a chance de o sintoma representar outras doenças, como: 

  • Diabetes
  • Doenças infecciosas e parasitárias; 
  • Doença intestinal inflamatória;
  • Hipertiroidismo; 
  • Insuficiência renal. 

O que o tutor deve fazer ao ver o seu gato vomitando transparente?

Encontrou o seu gato vomitando gosma transparente? Leve-o imediatamente a um médico veterinário para ele fazer um diagnóstico do que está acontecendo com o felino. 

O tutor deve entender que o vômito é um sinal de alerta bastante importante, ou seja, não hesite em demorar a levar o seu bichinho a um especialista.

Quanto mais demorar, mais pode aumentar o sofrimento do seu pet, visto que ele busca expulsar algum “elemento” irritante de seu organismo. 

“O ideal sempre é buscar o auxílio de um médico veterinário. Através do exame clínico e, possivelmente, laboratorial, o veterinário consegue identificar a causa do vômito e tratá-la da melhor forma possível”, avisa Lima.

Como evitar que o gato vomite um líquido transparente?

Características gerais do hospital veterinário

Para não ver um gato vomitando transparente, o tutor precisa oferecer uma ração de boa qualidade. Ademais, deve impedir que o animal venha ingerir produtos ou alimentos impróprios, além de mantê-lo longe de objetos perigosos. 

Outra dica seria no cuidado com a higiene, como manter uma escovação frequente para não houver o acúmulo de pelos mortos se tornar bolas de pelos. 

Além disso, deve haver um cuidado com a medicação dos gatos, sobretudo evitando a utilização de remédios caseiros, como alerta a veterinária Lima. 

“Existem produtos denominados de “antieméticos”, ou seja, medicamentos que evitam o vômito e a náusea. O uso dos antieméticos e de quaisquer medicações caseiras podem agravar o quadro do animal, dependendo da situação. Portanto, caso o tutor observe o animal vomitando, é fundamental que ele procure ajuda veterinária o quanto antes”, esclarece Lima. 

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário