Peixe Betta: Conheça os principais cuidados com essa espécie!

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
peixe betta macho

O peixe Betta é muito conhecido por suas cores e por possuir uma cauda exuberante. Eles são peixes de água doce, fáceis de cuidar e ótimos pets para quem está iniciando no aquarismo. 

No entanto, esses peixinhos coloridos não dispensam alguns cuidados especiais, como a manutenção e temperatura da água e até mesmo a convivência com outros peixes. 

Pensando nisso, elaboramos este texto para te ajudar a cuidar de um peixe betta para evitar que ele fique estressado, além dos principais cuidados com o aquário para prevenir doenças e promover maior qualidade de vida ao peixe.

Características do peixe betta

Como já dissemos, o peixe betta chama a atenção por suas cores e sua cauda exuberante, no entanto, nem todos os peixes desta espécie possuem a mesma característica. 

O betta, é um peixe pequeno, que pode medir entre 2,5 cm até 12 cm, são peixes conhecidos por fazer parte da família dos anabantídeos, ou seja, peixes que são capazes de respirar o ar atmosférico

Isso acontece porque esses animais possuem um órgão chamado labirinto, que permite que eles vivam em água pobre de oxigênio, por isso, eles tendem a serem peixes muito indicados para os iniciantes, que ainda não estão acostumados com a criação de aquários. 

Esses peixes costumam ser divididos em dois grupos, de acordo com o seu comportamento sexual: os que constroem ninhos de bolhas e os que incubam os ovos na boca.

Como saber se o peixe Betta é macho ou fêmea?

Ao contrário de outras espécies, o peixe betta possui características bem evidentes que os diferenciam entre macho e fêmea. 

Essas características diferentes é o que chamamos de dimorfismo sexual. Por isso dissemos acima, que nem todos os peixes betta são iguais. 

Os machos são os mais famosos, por terem a cauda longa e o corpo colorido. Já as fêmeas são menores e com o corpo em cores mais discretas. Além disso, as fêmeas possuem um pontinho branco na parte inferior do corpo. Os machos também costumam ser mais agressivos e territorialistas, comportamento que pode ser notado até quando se movimentam, de forma mais rápida.

Como é a personalidade do peixe Betta?

O peixe Betta é um animal muito inteligente. Eles são capazes até de aprender alguns truques. Sendo assim, a melhor forma de ensiná-los é colocando alguns obstáculos no aquário, como arcos e, dessa forma, ele pode nadar por eles. 

Para ensinar o peixe, basta guiá-lo com seu próprio dedo, indicando o caminho que o pet deve percorrer. É claro que este treinamento não acontece de um dia para o outro, é necessário prática e paciência. 

Ao treinar um animal, é importante que ele ganhe uma recompensa, dessa forma, ele fica mais incentivado a aprender. Com os peixes, isso não é diferente. Nesse caso, é possível aplicar os treinamentos antes das refeições e oferecer a comida como troféu.

O peixe Betta é bastante territorial, por isso normalmente eles costumam viver sozinhos em seus aquários. A espécie tem fama de brigona e não é aconselhado manter mais de um peixe Betta no mesmo aquário, isso pode deixá-los estressados

No entanto, eles podem viver em aquários separados, mas posicionados um ao lado do outro.

O peixe betta é uma espécie muito conhecida, no entanto, eles são bem sensíveis a alguns fatores, que podem colaborar para que o peixe fique estressado. 

Portanto, conheça alguns cuidados com este peixe para evitar o estresse:

É comum que esses peixes sejam colocados em aquários muito pequenos, que não possuem espaço suficiente para equipamentos, o que acaba acarretando na poluição mais da água, deixando o peixe incomodado. 

Portanto, garanta que ele terá um aquário com um tamanho considerável, para poder nadar de forma confortável e segura. 

Uma alimentação inadequada pode baixar a imunidade do peixe, afetando seu bem estar, prefira rações flutuantes e próprias para este tipo de peixe.

A água é o principal item quando se trata do habitat natural dos peixes, portanto, ela necessita de estar sempre limpa e em conformidade com esses animais.

Alterações no pH da água, na temperatura ou na oxigenação, podem deixar o peixe betta doente, inclusive, esses fatores podem ocasionar na morte do peixinho. 

Veja algumas doenças comuns em peixe betta:

Fungos:

Pode causar sinais esbranquiçados nas regiões da boca e brânquias dos peixes. Seu tratamento é simples, sendo a base de antibiótico para peixes. 

Hidropsia:

Causa inchaço, problemas respiratórios, falta de apetite e eriçamento das escamas. Ocorre quando há retenção de líquido no abdômen do peixe. 

Doença dos pontos brancos:

Como o próprio nome diz, esta doença causa o surgimento de pequenos pontos brancos pelo corpo do pet. É causada por um tipo de parasita, que provoca coceira. 

Doença do Veludo:

Causa pontos brilhantes no corpo do peixe, formando uma espécie de véu. Além disso, ela também pode provocar falta de apetite, letargia e problemas respiratórios.  

Portanto, a melhor forma de evitar o surgimento de doenças em peixes é garantindo o bom sistema de funcionamento do aquário, para isso, é importante ter alguns cuidados com limpeza, iluminação e filtragem.

Preparando o aquário do peixe Betta

Por ser pequeno, o peixe Betta se adapta facilmente a aquários com metragens reduzidas, no entanto, é importante que o aquário não seja minúsculo. 

O peixe precisa conseguir nadar livremente e abrir suas barbatanas sem encostar no vidro. 

O tamanho de aquário recomendado é de 20 litros por peixe. Caso o aquário possua mais de um animal, é importante que ele seja maior. 

Aliás, o peixe Betta tem o hábito de pular para fora do aquário, portanto, é fundamental que este permaneça sempre tampado ou possua as laterais mais altas. 

A temperatura ideal para a água do aquário é em torno de 22ºC a 32°C graus, sem usar cloro ou sal. Na hora de trocar o peixe de água, uma boa dica é usar um condicionador de água

Outro cuidado importantíssimo é misturar metade da água nova com a água em que o peixe já está vivendo quando colocar o Betta em um novo habitat. O mesmo serve para a hora de realizar a limpeza e a troca da água. 

No fundo do aquário, é ideal usar areia ou cascalho. Use apenas produtos específicos para aquarismo para não machucar a pele destes animais ou alterar o pH da água. Além disso, também é possível colocar plantas e rochas especiais para aquário. 

Para embelezar o aquário, pode ser inserido lâmpadas de led especiais para aquário, essas luzes ajudam a destacar ainda mais a decoração. Para completar o lar do seu peixinho, uma toca é uma ótima opção.

Na hora de alimentar o peixe, é importante dar a quantidade de comida adequada, desta forma, evita que sobre comida na água, causando sujeira e tornando a necessidade de higienização mais frequente. 

O aquário contém milhares de bactérias e microorganismos que podem se acumular, causando desequilíbrio ao habitat. Portanto, é fundamental usar um filtro para remover as impurezas.

Se a manutenção for realizada corretamente, a limpeza do aquário pode ser realizada a cada 10 ou 15 dias.

Para embelezar o aquário, pode ser inserido lâmpadas de led especiais para aquário, essas luzes ajudam a destacar ainda mais a decoração. Para completar o lar do seu peixinho, uma toca é uma ótima opção.

peixe betta fêmea

Saiba como cuidar do peixe Betta no inverno no nosso canal no YouTube:

Curtiu esse post? Leia mais sobre cuidados com os peixes em nosso blog:

Compartilhar:

Tags:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Jhennifer já disse:

    Ajudou bastante e é muito legal

Deixe o seu comentário