Piometra em cadelas e gatas: o que é e como tratar

Compartilhar:


cadela deitada em poltrona com piometra
A piometra é uma doença que acomete cadelas e gatas não castradas e pode até matar.

A piometra é uma doença grave que pode atingir qualquer cadela ou gata não castrada. A ocorrência dessa doença é ainda maior naquelas fêmeas que têm mais de cinco anos de idade ou já passaram por gestações.

Se a sua gata ou cadela não é castrada, é muito importante ficar atento aos sintomas e conhecer as causas da doença. Silenciosa, a doença pode levar os animais à morte e gerar despesas altas com procedimentos cirúrgicos e tratamentos.

Quais as causas da doença?

piometra em gatas
A piometra é mais comum em cadelas do que em gatas, mas pode atingir as duas espécies

A piometra em cadelas e gatas é causada por uma bactéria que atinge as paredes do útero do animal. Essa é uma doença muito comum em gatas e cadelas que não são castradas, ou seja, que possuem o útero e entram no cio.

A bactéria responsável pela piometra se aproveita do período de cio do animal para entrar no útero e contaminá-lo, causando uma infecção grave.

A bactéria que normalmente causa a piometra se chama E. coli, mas outros microorganismos também podem gerar quadros de infecção uterina e, como consequência, a piometra canina ou em gatos.

Por que a doença é mais perigosa em cadelas?

A doença acomete tanto cadelas quanto gatas, mas a piometra em cães é mais comum. O motivo disso é porque a bactéria causadora desse mal se aproveita dos altos índices hormonais de progesterona gerados pelas cadelas durante o ciclo sexual para infectar o animal.

Tanto as gatas quanto as cadelas possuem esses hormônios, mas os caninos produzem mais progesterona. Os felinos têm concentrações sanguíneas do hormônio mais baixas e menos frequentes e, por isso, a doença acaba sendo menos comum e perigosa nos cães.

Não é possível dizer que a causa da piometra é não castrar o seu pet, mas essa é uma condição determinante para a doença acometer o cachorro ou gato. Quanto mais cios a cadela tiver, maior a chance de desenvolver essa condição que pode ser fatal.

Piometra: sintomas

A piometra é uma infecção grave, que normalmente exige intervenção cirúrgica. Para tornar o quadro ainda mais complicado, ela é uma doença silenciosa. Isso quer dizer que a piometra não apresenta sintomas claros até atingir um grau preocupante.

Sendo assim, é muito importante redobrar a atenção para cadelas e gatas que não são castradas. Uma vez que a sua cadelinha ou gata já tenha entrado no cio, ela corre o risco de desenvolver piometra.

Lembramos que a bactéria causadora da doença se aproveita de hormônios sexuais que diminuem as defesas naturais das fêmeas e, por isso, as fêmeas não castradas ficam suscetíveis.

Se a doença é preocupante para cadelas que tiveram o primeiro cio, ela se torna ainda mais perigosa para fêmeas mais velhas. Quanto mais vezes a sua cadela entrar no cio, maiores as chances de ela desenvolver a piometra em cadela idosa.

Agora que você já sabe que essa doença está diretamente relacionada ao cio do animal e à castração de fêmeas, se você tem uma cadela ou uma gata não castrada, fique atento aos sintomas de piometra:

  • Aumento do consumo de água;
  • Aumento na produção de urina;
  • Febre;
  • Falta de apetite;
  • Perda de peso, vômitos e diarreia;
  • Letargia, apatia ou inércia;
  • Expansão do abdômen;
  • Muco vaginal.

O aparecimento do muco vaginal acontece apenas em piometra conhecida como “aberta”. No caso de piometra “fechada”, não há muco no útero.

Se sua cadela ou gata apresentar qualquer um desses sintomas, é necessário visitar um veterinário com máxima urgência. Cada animal é diferente e não necessariamente apresenta todos esses indícios ao mesmo tempo. O profissional vai realizar a avaliação, o diagnóstico e recomendar o tratamento adequado. O diagnóstico pode ser feito com análises de sangue, radiografia e ecografia.

Caso você tenha uma fêmea não castrada, redobre a atenção! É recomendado que a frequência das visitas ao seu veterinário seja pelo menos semestral.

Tratamento para piometra

Após a avaliação clínica e os exames, o médico veterinário poderá dar um diagnóstico preciso e indicar o melhor tratamento de piometra. Alguns casos menos graves podem ser tratados com a administração de antibióticos para eliminação das bactérias presentes no útero do animal.

No entanto, é possível que seja recomendada uma solução cirúrgica, ou seja, a castração de urgência para remoção do útero. Apesar da castração ser um procedimento simples, a cirurgia para piometra possui muitos agravantes aumentando o risco significativamente. Fêmeas doentes ficam com o útero inchado e com maior vascularização, aumentando a dificuldade. O custo da cirurgia para piometra também é muito superior à castração.

Apesar do risco maior, a cirurgia é a única opção de tratamento para casos graves. O procedimento ainda previne que a doença retorne. No final, a castração é único método de prevenção contra a piometra.

Como prevenir a doença?

patas e mãos
A castração gera benefícios para o pet e ainda colabora para a redução do abandono

Toda gata ou cadela fêmea não castrada pode desenvolver a doença. Sendo assim, a única forma de evitar a piometra é com a castração, uma intervenção cirúrgica simples que remove o útero do animal.

Quanto mais cedo for realizada a cirurgia de castração, menores as chances do desenvolvimento da doença. A piometra está diretamente ligada aos hormônios que aumentam durante o cio do animal e, além disso, acomete o útero, o órgão que é removido no procedimento cirúrgico. Quanto mais cios o animal tiver, maiores as chances de ser acometido pela doença.

Tem dúvidas sobre castração de cachorro e de gato? Separamos alguns posts para você saber mais:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

15 Comentários

  1. jose julio fernandes disse:

    com a medicação antes e depois de todo processo cirúrgico

  2. Claudia disse:

    Essa bacteria tem perigo para nós?
    Tenho filho pequeno em minha gatinha provavelmente esta esta com is so?

    • Cobasi disse:

      Olá, Claudia! Como vai? A doença é muito perigosa para os animais. Sugerimos que você leve a gata para uma consulta com o médico veterinário o quanto antes.

  3. Ana Lucia Barros disse:

    Ola. Gostaria de saber qual o antibiótico indicado para tratar piometra em hamster?

  4. Inacio de Loiola Moreira disse:

    Aumentar o fornecimento de vitaminas C e do complexo B pode ser indicado como prevenção par piometra em cadelas, uma vez que este precedimento aumenta a resistencia dosa cachorras?

    • Cobasi disse:

      Inacio, como vai? Qualquer procedimento para prevenção ou tratamento da piometra deve ser indicado por um médico veterinário. Sugerimos que faça uma vista ao médico dos seus pets e tire todas as suas dúvidas. =)

  5. Raul disse:

    uns dois meses atras minha gata desenvolveu piometra, levei ela a um veterinario pra realizar a cirurgia, recentemente percebi que ela esta expelindo puz, isso é normal ou devo levar a um veterinário?

    • Cobasi disse:

      Olá, Raul! Como vai? O pus pode indicar um processo infeccioso, por isso, o recomendado é procurar um médico veterinário para avaliar e realizar o tratamento adequado.

  6. Raul disse:

    uns dois meses atras minha gata desenvolveu piometra, levei ela a um veterinario pra realizar a cirurgia, recentemente percebi que ela esta expelindo puz, isso é normal ou devo levar a um veterinário??

    • Cobasi disse:

      Olá, Raul! Como vai? O pus pode indicar um processo infeccioso, por isso, o recomendado é procurar um médico veterinário para avaliar e realizar o tratamento adequado.

  7. Andressa disse:

    Oi tudo bom , minha cachorra está com essa infecção, mas está muito fraca até vomitando sangue você acha que ela aguenta fazer essa cirurgia? Tem dias que não come

    • Cobasi disse:

      Olá, Andressa. Apenas um médico veterinário pode avaliar e diagnosticar o seu pet. Recomendamos que procure uma clínica veterinária com urgência.

  8. Gabriel disse:

    Minha gata esta no segundo mês de gestação muito perto pra ter os gatinho, dai hoje eu notei que tava escorrendo um líquido parecido com pus da vagina dela. e normal isso ou quando elas estão prenha ele pode ter contraído o piometra?

    ( ela nao apresenta nenhum cansaço ta comendo normal e bricando tbm )

    • Cobasi disse:

      Oi, Gabriel. Como vai? Recomendamos que você procure um médico-veterinário, como esta gestante é interessante para saber a saúde dos filhotes e da mãe.

Deixe o seu comentário