Planta de sol: espécies, cuidados e como ter uma

Compartilhar:


Mesa no jardim com plantas do sol
Conheça as espécies de plantas que gostam de sol intenso

Planta de sol, sombra ou meia sombra? É fundamental sabermos sobre a quantidade de luminosidade que as nossas plantas precisam para viver bem. Isso porque, só assim é possível garantir que ela cresça com saúde e exuberância, deixando o nosso jardim cada vez mais bonito. Ainda não sabe o que é uma planta de sol?

Continue a leitura, descubra isso e conheça dicas de como cuidar.

O que é a planta de sol?

Ter um jardim pode ser uma tarefa árdua para quem não conhece muito sobre plantas. Afinal, cada espécie necessita de cuidados específicos para que possam se desenvolver com saúde e beleza. A planta de sol – ou planta de sol pleno – exemplifica muito bem isso.

Embora o termo seja popularmente desconhecido, a planta de sol é o nome dado para as espécies de plantas que precisam, em média, de 7 horas diárias de luz solar para poder crescer forte. 

Ao contrário das plantas de meia sombra, essas, precisam de luz solar intensa para poder desenvolver a fotossíntese. Por isso, elas são mais indicadas para áreas mais quentes, onde a luz solar é constante, por exemplo, quintais, varandas, janelas e entre outros espaços.

Vale considerar que, se colocadas em ambientes sem a presença do sol, isto é, em locais com sombra, é comum que essas plantas se mostrem fracas, murchas e propensas a não sobreviverem por muito tempo. 

Principais espécies de planta de sol

Planta ave do paraíso
A ave do paraíso é uma das principais espécies de planta do sol

É bastante provável que você já tenha encontrado inúmeras espécies pertencentes a família de plantas do sol. Algumas delas são muito famosas e específicas de locais de grande calor. Um exemplo bem conhecido são os cactos, comuns de serem encontrados em regiões quentes.

Além dele, existem:

  • Trapoeraba-roxa;
  • Pleomele;
  • Planta-jade;
  • Candelabro;
  • Murta;
  • Rabo de Gato;
  • Lavanda;
  • Babosa;
  • Agave.

Além delas, está também a ave do paraíso, que é uma planta bastante utilizada na composição de jardins, já que elas alcançam até 1,5 metros de altura, e suas flores chamam a atenção por conta da beleza e coloração alaranjada forte. 

Vale lembrar que ervas e temperos também podem ser considerados como plantas de sol, ou seja, precisam de mas elas precisam de uma exposição média de até 4 horas diárias de sol.

Como cuidar dessas plantas?

Modelo segurando um vaso de planta na sala
Escolha o melhor local para as suas plantas em casa

Na mesma medida em que são resistentes, essas plantas também precisam de cuidados especiais.Deixe-as nos locais ensolarados, pois elas precisam desse calor para se desenvolver e a falta dele pode causar um enorme problema no cultivo das suas plantas. 

Na hora da rega, sempre veja se a terra está realmente seca. No geral, se estiver úmida, espera mais um dia. Nunca regue a planta de sol durante o dia, prefira horários em que a luminosidade e o calor são menores.

Por fim, veja três sinais de que suas plantas podem precisar de um cuidado maior:

  • Folhas frágeis: verifique através do toque se a folhagem da sua planta está fina ou frágil demais, tente também analisá-las contra luz. Caso estejam transparentes, é hora de dobrar o cuidado;
  • Redução nos ramos: é provável que ao precisar de mais cuidados as plantas de sol apresentam menor quantidade de folhas nos ramos;
  • Redução no aroma: no caso das ervas aromáticas, é possível que elas percam parte do seu cheiro quando precisam de mais cuidado. Por isso, fique de olhos e nariz atentos!

Periodicamente faça a utilização de fertilizantes para deixar as suas plantas mais fortes e saudáveis!

Gostou do texto, que tal saber mais sobre jardinagem? Continue lendo!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário