Sagui: aprenda tudo sobre esse animal

Compartilhar:


Como cuidar de um macaco sagui

O sagui é brincalhão, fofo e bastante inteligente e, por isso, um dos animais silvestres mais queridos entre adultos e crianças. Eles têm como habitat as florestas secas, costeiras, tropicais, matas e ainda parques urbanos. Ou seja, é um primata bastante versátil que se adapta diferentes locais, mas sempre na natureza. Quer conhecer mais sobre essa espécie? Vamos lá!

Características da espécie

Os saguis podem ser entendidos como uma espécie de macaco de tamanho reduzido que possui uma cauda comprida. É comum, por exemplo, que eles sejam confundidos com o mico-leão-dourado, no entanto, são animais diferentes. Os saguis têm aproximadamente de 15 a 25 centímetros de comprimento e ainda chegam a pesar por volta de 400 gramas, conforme a sua espécie.

Os seus pelos são macios e possuem cores como branco e marrom, e a principal característica desse animal são os tufos de pelo branco junto as orelhas e o rabo listrado em preto e branco. Além dos olhos arregalados.

Mesmo conseguindo, esse animal dificilmente anda de forma ereta, preferindo sempre o apoio das quatro patas para a locomoção. No Brasil, eles podem ser encontrados no Cerrado, na mata Atlântica e na Caatinga, passando a maior parte do seu tempo em grupos familiares, no alto das árvores em busca de insetos, frutas, sementes, ovos e seiva de árvores que são os alimentos preferidos desses primatas. 

Em família, os saguis têm divisões claras na convivência. Os pais, por exemplo, são os responsáveis por carregar os filhotes nas costas. Já os filhos mais velhos tem como obrigação auxiliar na busca de alimentos para o resto dos membros, além de educar os irmãos e alimentá-los. 

Posso ter um sagui em casa?

Macaco de estimação sagui: tudo o que você precisa saber

Embora sejam inteligentes e brincalhões, portanto, encantadores, o melhor local para o desenvolvimento desses animais é na natureza. Isso porque, ao contrário de cães e gatos, os saguis são animais silvestres que não se adaptam ao convívio humano e, mesmo que os tutores se dediquem em proporcionar um lugar incrível para esses animais, nunca eles terão suas necessidades plenamente atendidas.

Além disso, criar saguis como animais de estimação é uma atitude que estimula diretamente o tráfico de animais, que é uma ação criminosa que além dos maus tratos ainda colabora com a extinção de espécies da fauna brasileira. Por isso, não é indicado a comercialização desses e qualquer outro tipo de animais silvestres. O melhor lugar para eles é diretamente na natureza e nunca em gaiolas.

A natureza é sempre o melhor habitat

Além das questões legais, existem outros motivos para não ter um sagui como animal de estimação, saiba quais: 

  • Eles precisam viver em bando;
  • Ao atingir a fase adulta, esses animais podem apresentar agressividade;
  • Os primatas podem oferecer doenças como raiva, pneumonia, verminoses e entre outras;
  • Eles precisam de uma alimentação variada que só a natureza pode proporcionar. 

Ou seja, todos os motivos justificam que o melhor local para o crescimento dos saguis são na natureza. Por isso, é de nossa responsabilidade garantir que a espécie se mantenha segura no seu habitat.

Gostou desse post? Leia mais sobre em nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário