Sarna negra: saiba tudo sobre a sarna dermodécica

Compartilhar:


A sarna negra é, na verdade, o nome popular dado à sarna demodécica. Ela ganha esse nome por causa da aparência com que o pet fica, já que aparecem manchas escuras em regiões específicas ou em toda a pele do animal.

Além de escurecida, a pele do cachorro fica mais grossa e com a pelagem rala. Apesar de poder atingir todo o corpo do animal, a sarna negra acomete mais a boca, os olhos, cotovelos e calcanhares.

A doença também é conhecida como demodex e é causada pelo Demodex canis, um ácaro que vive na base dos pelos.

As curiosidades sobre essa doença não param por aí. Continue a leitura e saiba mais.

Sarna negra é transmissível?

Diferente da sarna sarcóptica ou da otodécica, a sarna dermodécia não é transmissível para humanos, gatos e nem outros cães. É totalmente seguro ter contato com animais portadores da sarna negra sem que aconteça a contaminação.

Essa é uma doença passada da mãe para os filhotes durante a gestação. A forma de prevenir a transmissão é castrando seu cãozinho.

Qual o tratamento para a sarna dermodécica?

Infelizmente, a sarna negra não tem cura. O animal nasce com essa condição e pode, ou não, apresentar os sintomas ao longo da vida.

Apesar de não ter cura, é possível controlar a doença com medicamentos, vacinação e alimentação adequada. O aparecimento dos sintomas está diretamente ligado à queda na imunidade. Portanto, manter o cachorro saudável e feliz é a melhor forma de evitar que um cachorro com sarna negra apresente sintomas. A vacinação evita diversas doenças que podem afetar o sistema imunológico do animal.

Caso desconfie que seu pet tem sarna negra, procure um médico veterinário para oferecer os cuidados adequados e ter um bichinho sempre saudável em casa.

Sintomas da sarna negra

É possível que após uma doença ou até por estresse seu cachorro comece a apresentar os sintomas da sarna negra. Porém, como vimos, isso não quer dizer que ele foi contaminado recentemente, mas que a redução nas defesas do corpo fez com que a doença se manifestasse.

Os principais sintomas da sarna negra são:

  • Queda de pelos
  • Muita coceira
  • Descamação da pele
  • Engrossamento da pele
  • Inchaço
  • Ferimentos

O que são as sarnas sarcópitca e otodécica

Diferentes da sarna negra, esses dois outros tipos de sarna são transmissíveis para cães e até humanos. Por isso, caso o animal esteja contaminado, redobre os cuidados. A sarna sarcóptica, também chamada de sarna vermelha, é a mais comum e atinge diversos pontos na pele do animal causando muita coceira, queda de pelos acentuada e vermelhidão. Em alguns casos, o animal pode se ferir de tanto coçar. Já a sarna otodécica acomete o ouvido do cachorro. O principal sintoma é a coceira intensa e apenas um médico veterinário pode identifica-la.

O tratamento das duas é feito com medicamentos de uso veterinário, que podem ser receitados após uma visita do seu pet na clínica veterinária.

Fique de olho no seu bichinho e confira outras doenças comuns para você cuidar do seu pet:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário