Doença hepática em cães: os principais problemas no fígado

1 de abril de 2021

Saúde e Cuidados
veterinário examinando doença hepática em cães

O fígado é um órgão essencial para os animais, por isso uma doença hepática em cães precisa ser levada a sério. Mas afinal, quais são as principais e como identificar que o seu pet está com problemas no fígado? É o que você vai descobrir!

Saiba mais sobre uma das doenças comuns em cães idosos e determinadas raças de cachorro.

Doença hepática em cães: o que é?

O primeiro passo, antes de saber sobre sintomas e tratamentos, é entender o que é uma doença hepática em cães e como ela pode ser grave para o seu amigo.

Segundo a veterinária Lysandra “é o acometimento do fígado, que pode ser causado por diversos fatores, como: infecções, inflamações, substâncias tóxicas que o cão possa ter ingerido de alimentos, plantas ou de outras formas, hereditariedade, ou até mesmo o uso desnecessário de medicamentos, uma vez que tudo o que o animal ingere passa pela metabolização do fígado”.

A lista de causas é realmente extensa, visto que o órgão desempenha muitas funções, como digestão e aproveitamento dos nutrientes, remoção de toxinas e armazenamento de vitaminas e minerais. Dito isso, podemos concluir que, sem o fígado, o risco de intoxicações seria ainda maior.

Quais os sintomas de cachorro com problema no fígado?

um pet que apresenta doença hepática em cães

E para identificar uma doença hepática em cães, é necessário estar sempre de olho no comportamento do bichinho. Entretanto, a veterinária Barbieri relata os principais sintomas de uma doença no fígado, como vômitos, perda de apetite e peso, mudança de comportamento, porém com destaque para um “o mais notável que poderá aparecer é a icterícia, caracterizada pelo amarelamento de mucosas, pele, e até do branco do olho”.

Algumas raças, como Doberman, Rottweiler, Cocker Spaniel e Yorkshire Terrier têm uma propensão genética a desenvolverem problemas hepáticos, sendo assim, é bom ter uma atenção especial.

Como funciona o tratamento de doença hepática em cães?

E claro que, a melhor pessoa para falar como tratar doença do fígado em cachorro é um especialista em saúde canina. De acordo com Lysandra, é preciso estudar o quadro do animal e realizar exames laboratoriais, “o tratamento varia de acordo com o grau da doença e necessidade de cada um, e geralmente está associado ao uso de suplementos e medicamentos, se preciso”.

Porém, uma das principais preocupações em relação ao pet é a alimentação, “a dieta também faz parte do tratamento, que pode ser tanto com ração como alimentação natural, mas ambas devem ser prescritas pelo médico veterinário, pois sua composição é balanceada”, comenta Lysandra.

Em outros casos de doença hepática em cães, como infecções bacterianas, o profissional deve recomendar o uso de antibióticos até que o fígado esteja recuperado. E felizmente, o órgão é o único que tem uma taxa de regeneração alta, ou seja, o diagnóstico precoce é fundamental.

Por fim, procure sempre a ajuda de um veterinário para saber mais sobre doença hepática em cães e descobrir se o seu pet está bem. Uma hepatite, se não for tratada, pode ser responsável pela perda da função do órgão, o que gera graves problemas para o bichinho.

Leia mais sobre saúde canina no blog Cobasi e entenda tudo sobre o organismo do seu bichinho: