Alimentação de animais: Aprenda a escolher a ração e o petisco ideal

30 de novembro de 2018

Saúde e Cuidados

Investir na alimentação de animais é a melhor forma de garantir que os pets tenham uma vida saudável e cheia de disposição. Todo mundo sabe que, para ficar em forma, é importante seguir uma alimentação rica em vitaminas, carboidratos e minerais. Com os bichinhos de estimação não é diferente! A dieta balanceada traz uma série de benefícios ao pet. A pele, por exemplo, fica mais bonita e viva e os dentes permanecem saudáveis. Veja abaixo como cuidar da alimentação de animais escolhendo a melhor ração e o petisco ideal para o seu bichinho!

Analise as condições do seu pet

Na hora da escolha do alimento, alguns fatores devem ser levados em conta para determinar quais nutrientes são importantes para o mascote.
Fique atento à idade, à raça, ao estado fisiológico, ao sexo, à castração e até mesmo à debilidade física. “Por serem desenvolvidas especialmente para os animais, as rações suprem devidamente as necessidades nutricionais que eles apresentam”, explica Isabella Vincoletto, veterinária.

Normalmente, uma única fonte de alimentação não é capaz de atender todas as exigências do pet, pois as diversas fases da vida dele demandam diferentes tipos de vitaminas, aminoácidos, minerais e outros componentes. Por isso, é importante analisar as tabelas nutricionais das rações. Em alguns casos, é necessário complementar a dieta com suplementos. Vale lembrar que essa alteração só deve ser feita com a recomendação de um médico veterinário.

Escolhendo a melhor alimentação de animais filhotes

Nos primeiros meses de vida de cães e gatos, a mãe se encarrega de amamentá-los. O período tem duração média de seis a oito semanas. Os donos devem aproveitar essa fase e fazer a transição para as rações para filhotes, assim o sistema digestivo começa a se acostumar com a nova alimentação.

Molhe os pedacinhos com água ou leite afim de facilitar a digestão. Durante os primeiros seis meses, ofereça rações que sejam indicadas para essa faixa etária. A quantidade varia de acordo com o tamanho e a raça. Por isso, é sempre bom consultar um profissional especializado para saber a dosagem correta. A partir dessa idade, eles já podem se alimentar das rações para adultos.

Petiscos e Ossinhos

O “prêmio” é dado quando o pet realiza alguma tarefa de forma correta, como fazer as necessidades no local certo ou antes de os donos saírem de casa, assim ele não fica triste por estar sozinho. O importante é que os produtos estejam de acordo com a faixa etária do pet. Outro cuidado é não exagerar na dose para não interferir na dieta.

Fique atento aos rótulos dos itens para cães de porte pequeno, médio ou grande. Ossinhos, biscoitos e outros petiscos devem ser oferecidos como recompensa em toda a vida do animal.

Pode oferecer comida “de gente” para os pets?

É difícil resistir aos olhares dos bichinhos, mas evite oferecer sobras do almoço ou do jantar. As refeições dos seres humanos não são balanceadas e podem ocasionar deficiências nutricionais nos animais. “Tudo que for fornecido além da ração e da suplementação não é necessário para a saúde do pet”, explica Isabella. Em vez de realizar a vontade do mascote, pense que você está contribuindo para o desenvolvimento dele.

Tipos de Ração para animais

Ração Standard

Standart é o tipo de refeição com níveis de proteínas e demais nutrientes adequados, atendendo às necessidades básicas de um cão ou gato. É como um prato com todas as propriedades necessárias.

Ração  Premium

O alimento premium possui melhor teor de proteínas com boa digestibilidade. Feita a partir de matérias-primas de melhor qualidade, se comparada a Standard. Costumam ter suplementos na fórmula, como os ácidos e graxos e ômega 3, que agem para deixar a pelagem bonita. Atendem as necessidades nutricionais da maioria dos pets.

Ração Superpremium

Uma alimentação superpremium para cães e gatos especiais. Elaborada com as melhores matérias-primas, têm maior palatabilidade. As marcas possuem linhas segmentadas de tipos de ração Super Premium de acordo com o porte, faixa etária e raça. Há rações para gatos castrados, para perda de peso e as terapêuticas.

Outros petiscos doces para animais

Quer deixar a dieta do seu bichinho mais gostosa? Invista em doces especiais feitos exclusivamente para cães e gatos. Um exemplo é o petisco de chocolate. Ele está disponível em formato de tabletes, bombons, ossinhos, biscoitos, bolinhas e stickers, entre outros. Quando consumido corretamente, o alimento pode ajudar a combater a formação de tártaros nos dentes. “Os agrados não devem ser administrados todos os dias, pois em doses excessivas provocam efeito contrário, prejudicando a saúde dos dentes”, esclarece Isabella.

Os produtos são feitos com extrato proteico vegetal (ou lecitina de soja) e outros ingredientes livres de teobromina, ou seja, sem cacau e açúcar, que são prejudiciais para a saúde dos animais. Diferentemente dos humanos, os cachorros são incapazes de metabolizar essas substâncias e o consumo pode causar vômitos, aumento do ritmo cardíaco e do estímulo do cérebro.
Atenção: todos esses sinais, juntos ou isolados, podem começar a aparecer de 6 a 12 horas após o consumo e persistir por três dias.

Você tem alguma dúvida sobre alimentação de animais? Conte para nós nos comentários!