Cachorro pode comer arroz? Saiba a resposta

Compartilhar:


O arroz é um dos alimentos mais presentes na alimentação do brasileiro. E, como tal, não raramente é possível observar os tutores compartilhando uma parcela da panelada diariamente com seus cãezinhos. Mas será que cachorro pode comer arroz?

A resposta para essa questão possui diversas camadas e é preciso percorrer cada uma delas com cuidado. Afinal, é imprescindível que os leitores do blog não se sintam incentivados a incluir o grão na dieta de seus pets de maneiras inconvenientes.

De volta à pergunta. Em resumo, a resposta é sim: cachorro pode comer arroz. Mas existem uma série de condições a serem atendidas para que ele seja, de fato, benéfico para a saúde do animal.

Neste artigo, passaremos por cada uma dessas condições.

Cachorro pode comer arroz, mas o preparo não deve incluir alho ou cebola

Há muitas formas de se preparar um arroz saboroso. Dentre elas, uma das mais comuns no hábito tupiniquim é a utilização de alho e cebola picadinhos para dar um sabor mais picante ao alimento.

De acordo com os especialistas, no entanto, quando preparado desta maneira o arroz faz mal para cachorro, ao passo que ambos os temperos são considerados tóxicos para os pets.

Portanto, caso o tutor tenha a intenção de incluir o grão na dieta do seu amiguinho, é fundamental que ele se atente às condições especiais de preparo exigidas pelas reações particulares de seu organismo a esse alimento.

Para garantir que a refeição não lhe cause problemas, o cachorro pode comer arroz branco ou integral preparado com erva. Opções como orégano, salinha e alecrim são temperos considerados seguros pela comunidade veterinária.

Uma outra opção para unir sabor e saúde no arrozinho do pet é cozinha-lo com o mesmo caldo utilizado para cozinhar a carne, o frango ou algum tipo de legume que agrade o paladar do animal.

Posso dar arroz para cachorro como forma de substituir sua ração?

Você leu no início deste texto, que a discussão sobre a possibilidade de se inserir o arroz na alimentação do pet deve se atentar às diversas camadas exigidas pelo tema. Só assim, o grão poderá ser inserido de maneira salutar em seu cotidiano.

Além da forma de preparo, um dos erros mais comuns entre os tutores é acreditar que este alimento poderá atuar como uma espécie de substituto à ração do bichinho.

Se preparado da maneira correta, o cachorro pode comer arroz. Mas isso não significa que terá todas as necessidades de nutrientes e minerais supridas por ele, de modo a poder abolir a ração de sua dieta.

As rações caninas são projetadas para oferecer o balanço de nutrientes ideal para a saúde do cachorro. Desta maneira, uma eventual substituição por outros alimentos deve ser realizada com o apoio e orientação de um médico veterinário.

Só esse especialista irá poder listar uma dieta completa, capaz de suprir as necessidades de cada cachorro, de acordo com seu porte.

Em suma, cachorro pode comer arroz. Mas, se inserido na dieta, o grão deve ser complementado por alimentos que possam atender todas as suas necessidades nutricionais.

Quer saber mais sobre cuidados com a saúde do cachorro? Acompanhe o blog da Cobasi:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário