Será que cachorro pode comer carambola?

Por Cobasi

Compartilhar:

A carambola parece um petisco perfeito e divertido para aliviar os pets em dias quentes com seus gomos dourados e formato estrelado, mas será que cachorro pode comer carambola?

Para responder a essa pergunta, primeiro vamos entender o que os cães podem comer. Afinal de contas, ser tutor de um animal requer muitos cuidados, e um dos mais importantes é aquele relacionado à alimentação do pet.

O que meu cachorro pode comer?

Com o desenvolvimento de rações de alto valor nutricional e ingredientes selecionados como as de tipo premium e super premium, o cuidado com a alimentação dos pets ficou muito mais fácil.

Em todo caso, quando os tutores precisam ou querem introduzir outros elementos na dieta do animal além das rações, eles precisam entender o organismo do animal para acertar nos ingredientes. E embora sejam identificados como membros da ordem dos carnívoros, os cães têm um organismo bem adaptado a alguns alimentos de origem vegetal. 

Por exemplo, os cães adoram uma fruta para refrescar e adoçar o paladar de vez em quando. O problema é que alguns frutos são um verdadeiro veneno para os peludos. Por isso, se você pensa que cachorro pode comer carambola, pense duas vezes. 

Cachorro pode comer carambola?

De forma curta e direta: está errado quem disser que cachorro pode comer carambola. Embora pareça uma fruta inofensiva, a carambola é rica em duas substâncias muito agressivas aos rins: a caramboxina e o oxalato

A caramboxina é uma substância neurotóxica que pode provocar sintomas como vômito, confusão mental, e convulsões, por exemplo. Na verdade, até mesmo as pessoas deveriam evitar comer muitos desses frutos, pois a caramboxina pode levar à morte quem já estiver com os rins comprometidos.

Já o oxalato é um ácido relativamente comum em frutas e vegetais. O problema é que a concentração de oxalato na carambola é muito alta e o consumo dessa substância pode levar à formação de pedras nos rins, além de comprometer a absorção de outros nutrientes fundamentais.

Como ambas as substâncias são filtradas pelos rins, esses órgãos ficam sobrecarregados e acabam danificados. Ou seja: não, não pode dar carambola para cachorro! Especialmente se o animal já for mais velhinho ou tiver algum problema renal.

Cuidado no quintal

Por ser refrescante, ter um formato divertido e ser de fácil cultivo, a carambola caiu nas graças dos brasileiros e se espalhou pelos quintais de todo o país. Porém, como vimos, esses frutos são potencialmente perigosos, ainda mais quando consumidos em excesso.

Por isso, os tutores que têm essa árvore em casa devem ficar atentos ao fim do verão, época em que as caramboleiras ficam tão carregadas de frutinhos amarelos que eles acabam caindo no chão e atiçando os sentidos dos cães. O ideal é isolar a área e impedir que o cachorro coma a carambola.

Meu cachorro comeu carambola, o que fazer?

Recapitulando, embora se pareça com um bom petisco, a carambola faz mal para cachorro, muito mal. A intoxicação por carambola é uma condição de saúde grave e que pode matar. Se quiser agradar seu amigo, dê ossos e bifinhos!

Se o seu pet comeu o fruto leve-o ao veterinário imediatamente. O veterinário saberá se é o caso de fazer uma lavagem estomacal, administrar remédios ou até mesmo internar o pet.

Por fim, os tutores que desejam incrementar a dieta de seus amigos peludos devem entender quais são os alimentos proibídos para cachorro. Nesse caso, o melhor é pedir ajuda de um veterinário para montar um cardápio saudável e seguro para o pet!

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário