Conheça alguns alimentos proibidos para cachorro

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
Cachorro tomando sorvete

Quem nunca sentiu dó de um cão pedindo comida, que atire a primeira pedra! Afinal, aquela carinha é irresistível, mas existem muitos alimentos proibidos para cachorro. 

Agora, imagine só: Você está lá em casa, curtindo seu churrasco ou seu almoço e, claro, aquela companhia que não larga do seu pé. Estamos falando do seu cachorro, mesmo. 

Ele vem com aquele olhinho de quem não recebe amor, carinho e ossinho há anos e fica difícil resistir. Será que churrasco é um dos alimentos proibidos para cachorro? Será que não posso dar nem um pedacinho?

Eu aposto que você já passou por isso e teve muitas dúvidas de quais são os alimentos permitidos para cachorro e os proibidos. Isso é uma dúvida bem comum para quem tem pet em casa. 

Aí, claro que acabamos dando uma ou outra coisinha de petisco para o nosso pet. Muitos treinadores vão sugerir que você evite dar restos de comidas para seu cão, até para que ele não vire o famoso “pedinte”. 

Mas algumas comidas “de gente” são ótimas para serem usadas como petiscos de treino. O mais indicado, claro, é já comprar uma alimentação de cães balanceada e petiscos apropriados para o seu animal.

O grande risco de ter como hábito dar comida de gente para seus animais é que algumas das coisas que são gostosas e saudáveis para nós, podem ser até venenosas para seus animais. Então, fizemos uma lista dos alimentos proibidos para cachorro. Tome cuidado para que seu pet não tenha acesso a eles.

Lista com 10 alimentos proibidos para cachorro

  • Abacate: uma comida super comum e até considerada bem saudável para pessoas pode ser problemática para seu cão. O abacate possui uma substância chamada persina que pode causar vômitos e diarreia. 

Além disso, se seu cão comer a semente, ela pode ficar presa na garganta ou no estômago e intestinos, o que pode ser fatal. 

  • Álcool: não é engraçado tentar dar bebida para animais. Só um pouquinho de álcool pode causar sérios problemas no seu pet, como vômitos, problemas de respiração, coma e até morte.
  • Cebola e alho: mais alimentos que são saudáveis e comuns na mesa dos brasileiros, mas podem ser perigosos para seu pet. Excesso desses alimentos pode causar anemia no seu cão.
  • Cafeína: super perigosa e pode ser encontrada não só no café, mas em alguns chás, refrigerantes, cafés, energéticos etc.
  • Uvas e passas: não se sabe bem o motivo, mas uvas e passas podem causar problemas renais fatais em cachorros. Mesmo uma quantidade pequena pode ser perigosa. Além disso, algumas uvas contém sementes, que não são altamente perigosas!
  • Laticínios: assim como acontece com gatos, cães não foram feitos para tomar leite de vaca. A bebida e derivados podem causar diarreia e outros problemas digestivos. Para os filhotes, existem leites próprios para animais.
  • Chocolate: os tipos mais perigosos são os mais escuros, mas todos os tipos (até chocolates brancos) contém teobromina, que pode ser fatal para cachorros.
  • Ossos cozidos: apesar de parecer o petisco perfeito, os ossos podem ser super perigosos! Seu cão pode engasgar nele, ou o osso pode se quebrar e machucar o trato digestivo do seu pet.
  • Frutas cítricas e coco: em pequenas quantidades não costumam dar problemas. Mas quantidades maiores podem causar problemas no estômago e diarréia.
  • Adoçantes: xylitol, um adoçante super comum em doces (entre outros produtos) pode causar problemas no fígado do seu cachorro.

Esses são alguns dos alimentos mais comuns que podem causar problemas para seu pet. O ideal é que ele tenha uma alimentação balanceada e consuma petiscos também equilibrados, feitos especificamente para cachorros. 

Assim, você pode dar para seus cães com toda a tranquilidade. Além disso, se seu cachorro consumiu (ou pode ter consumido) algum dos alimentos que citamos, entre em contato com um veterinário.

Porque os animais não devem comer comida de humanos?!

Cão comendo abacate, um alimento proibido para cachorro

Nem todo mundo sabe que dar alimentos de humanos para os cachorros pode estar causando um mal a ele. Em algumas casas, é possível ver pessoas oferecendo esses alimentos como um petisco, já em outras, o animal come a mesma alimentação de toda família

Além disso, existem os tutores que acham que uma pequena quantidade não vai fazer mal. No entanto, isso é um erro que pode custar a saúde do nosso pet. 

Alho, cebola, temperos naturais e artificiais são um combo de produtos utilizados na hora que vamos cozinhar, mas nem todos eles fazem bem para os nossos cães e às vezes, podemos pensar que estamos fazendo bem, ou um agrado, mas na verdade, estamos deteriorando a sua saúde

Os alimentos inadequados para cachorro estão entre os principais causadores de problemas e alergias alimentares nos pets. O chocolate, por exemplo, é um dos mais graves, considerado o que mais leva animais intoxicados às clínicas veterinárias

Mas se você ainda não se convenceu de que o alimento que é bom e saudável para nós, pode ser um veneno para os animais, listamos alguns motivos para te ajudar a mudar de ideia!

Obesidade 

Com a comida caseira, o animal pode atingir o sobrepeso muito facilmente. Isso porque, por mais natural que a comida seja, é difícil calcular a quantidade exata de alimentos que ele ingeriu.

Problemas gastrointestinais

O trato intestinal dos animais não é capaz de se adaptar com a alimentação da mesma forma que o nosso, por isso a mudança na alimentação pode causar perturbação gastrointestinal, vômitos, diarreia e mal-estar.

Intoxicação alimentar

Existem inúmeras comidas proibidas, como cebola, alho, uva, álcool, leite e derivados, salgadinhos, carne crua ou mal passada, ovos, ossos, massa de fermento, entre outros que podem causar intoxicações ou alergias. 

Pode dar comida caseira?

Alguns tutores preferem seguir uma dieta nutricional caseira e natural para os seus pets, isso na realidade não é um problema, no entanto, para que isso seja possível, é necessário um acompanhamento veterinário e nutricional frequente. 

Apenas o veterinário ou um nutricionista de animais será capaz de elaborar uma dieta caseira com os alimentos e quantidades indicadas para seu pet. Portanto, jamais ofereça algo sem consultá-lo. 

Gostou do conteúdo? Fique por dentro de mais dicas para a alimentação do seu pet:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário