Qual é o coletivo de cães? Aprenda tudo sobre

Compartilhar:


um coletivo de cães juntos

Hoje é dia de matar suas curiosidades sobre pets! Vamos te ensinar qual o coletivo de cães, os principais instintos desse bichinho e como você pode estimular o lado social do seu amigo, de como que ele se divirta horrores na companhia de outros da sua espécie.

Quer entender melhor sobre os cães e como aconteceu sua evolução até eles se tornarem o melhor amigo do homem? Vamos lá!

Como se chama o coletivo de cães?

A relação entre caninos e seres humanos começou há mais de 15 anos atrás e tudo indica que os primeiros contatos aconteceram no continente asiático. De lá para cá, já se sabe que os cães têm uma forte ligação com os lobos, visto que compartilham sequências de DNA, mas são subespécies diferentes.

Sociáveis por natureza, o coletivo de cães é matilha, e provavelmente você já viu essa palavra por aí, seja em nome de lojas, comunidades e perfis no Instagram. Os cachorros têm como instinto fazer parte de um grupo, e como hoje são pets, a sua turma são seus donos e família. 

Quais os principais instintos de um cachorro?

coletivo de cães em um muro

Primeiro, vamos ao básico. Um cão precisa comer, dormir e ter água à disposição, visto que são necessidades diretas que o mantém vivo. Na natureza, o animal já gasta energia enquanto sai à caça, mas não é o caso do pet, cachorro domesticado.

Sendo assim, entramos em outro instinto natural que precisa ser estimulado diariamente na vida do animal que é o ato de farejar. Qualquer coletivo de cães ao se encontrar começa a se cheirar, pois o olfato é uma das armas desse bichinho para saber “quem é quem”.

E bom, dependendo da personalidade dele e recepção do bando, pode ser que ele vá para outro instinto, o latido. Por fim, durante a socialização, os cachorros precisam brincar, seja com os donos ou com outros da espécie, por isso considere passear com o seu amigo em lugares como os cachorródromos.

Como fazer meu pet participar de um coletivo de cães?

O seu bichinho não é tão engajado nos parques, ou mais, não tem um comportamento de matilha? Talvez seja legal você começar, aos poucos, a estimular mais o contato dele com outros animais.

Se ele não foi socializado desde filhote, a jornada é um pouco maior, porém tem solução! Nunca comece colocando seu pet dentro de um espaço com vários cachorros se ele não estiver acostumado, só vai aumentar o estresse dele.

A primeira dica é deixá-lo observar um coletivo de cães, ou até mesmo um só, à distância. Aos poucos, vá aproximando, mantendo sua energia positiva, isto porque os animais sentem quando estamos com medo ou raiva, por exemplo.

Por fim, quando o contato estiver bem próximo, ainda com coleira, deixe que façam a aproximação. Aliás, uma curiosidade sobre como os pets se conhecem é que eles se “cumprimentam” cheirando o rabo um do outro.

E então, gostou de aprender mais sobre matilha? O nome, que é a denominação para coletivo de cães, virou até brincadeira entre os humanos quando estes querem falar que fazem parte de determinada turma.

E você, tem sua matilha preferida? Conta pra gente nos comentários e aproveita para ler mais no nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário