Gato com febre: Saiba quando o pet está doente

Compartilhar:


gato com febre muda o seu comportamento

Acha que o seu gato está com febre, mas não tem certeza? Então, acompanhe nesse artigo várias informações para descobrir quais são os principais sinais físicos e comportamentais que indicam que o seu pet pode estar com algum problema de saúde.  Confira!

Como saber se o gato está com febre?

Um gato com febre pode ser sinal de infecções mais simples ou até doenças mais sérias, assim como os seres humanos. Além da temperatura corporal, algumas mudanças bruscas no comportamento do pet podem indicar que ele não está bem. Gatos com febre têm os seguintes sintomas:

  • Calafrios;
  • Apatia;
  • Respiração acelerada;
  • Pelos sujos;
  • Isolamento;
  • Fraqueza;
  • Perda de apetite.

Essas mudanças comportamentais nos gatos são um forte indício de que há algo de errado com ele, possivelmente um episódio de febre. Ao perceber algumas dessas atitudes, procure um médico-veterinário com urgência, pois caso a infecção se agrave, o felino pode ter mais complicações como:

  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Tosse;
  • Espirros;
  • Inchaços,
  • Nariz e olhos com secreção.

Como medir a temperatura de um gato?

Os gatos são animais que têm, por natureza, a temperatura do corpo bastante elevada. Normalmente ela varia entre 38,5ºC a 39,5ºC, o que dificulta um diagnóstico mais preciso por parte dos tutores. 

Para medir a temperatura de um gato e saber se ele está com febre, existem duas maneiras, a caseira e a realizada por um veterinário. Em casa, o tutor pode usar um  termômetro auricular para gatos. Basta colocar o aparelho na orelha do pet e verificar a temperatura.

Porém, a melhor recomendação é levar o seu pet a um médico-veterinário de confiança, pois a outra maneira de medir a temperatura do gato é mais delicada, sendo feita na região do reto do animal. Nesse caso, qualquer descuido pode acabar machucando o felino.

Posso dar dipirona para gato com febre?

o que fazer com um gato com febre

Essa é uma dúvida recorrente entre os tutores de gatos e a resposta é um retumbante não! A dipirona é uma medicação feita para combater a febre no organismo dos seres humanos. Nem ela e nem outros antitérmicos comuns devem ser oferecidos aos animais. A melhor solução é seguir à risca o tratamento indicado pelo veterinário.

Doenças que deixam os gatos com febre

O surgimento de febre em gatos pode ser um sinal de que o seu felino está com alguma infecção no corpo. Elas podem ser bacterianas e virais, e as doenças mais conhecidas são:

  • Vírus da Imunodeficiência Felina (FIV) (Aids felina);
  • Calicivírus, (inflamação respiratória e ocular);
  • Piometra (inflamação no útero da gata Feema);
  • Inflamação bacteriana nos rins, coração e fígado;
  • Doenças como toxoplasmose, babesiose, hepatozoonose e leishmaniose.

Atenção: Além das infecções bacterianas, um gato com febre pode significar que o pet contraiu uma doença mais séria, como: pancreatite, traumatismos, doenças autoimunes e tumores. Por isso, a qualquer sinal estranho no comportamento do pet, a melhor indicação é levá-lo ao médico-veterinário.

Descobriu que o seu gato está com febre? Conte para gente como você fez para recuperar a saúde do pet.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Marli Da Silva De Afonso disse:

    Meu gato está esta vo. Febre e indisposto não quer comer tá triste

Deixe o seu comentário