Gato com soluço: possíveis causas e como ajudar o pet

Por Cobasi

Compartilhar:

Não é tão raro notar um gato com soluço, certo? Pois é, apesar de parecer um evento raro, isso pode acontecer em algumas ocasiões, principalmente no universo dos felinos. Isso porque o soluço em gatos – assim como em qualquer outro mamífero – costuma acometer mais os filhotes, apesar de aparecer em qualquer idade.

É bem verdade que o som que estamos acostumados aqui é um tanto quanto diferente. Mas isso não muda o fato de que, cientificamente, ele é emitido exatamente como em nós, seres humanos.

De modo geral, o soluço em gatos costuma ser passageiro. Muitas vezes, os pets chegam a ser fofos dando leves saltinhos. Porém, é preciso ficar atento, principalmente se os soluços forem frequentes durante o dia ou semana. Isso pode representar algum problema de saúde mais grave. Caso perceba, leve-o direto ao hospital veterinário. 

Continue a leitura para saber um pouco mais sobre esse problema que acomete os gatos com cada vez mais frequência.

Saiba o que é o soluço em gatos

Para quem não sabe, o soluço nada mais é que uma contração do diafragma que acontece sem intenção. Esse músculo que separa o tórax do abdômen tem pequenas contrações, o que acaba desenvolvendo esse probleminha. Vale lembrar que essa parte é importante para o desempenho da respiração. 

gato com soluço

Quando um gato com soluço aparece, significa que ele está acompanhado pelo fechamento temporário e repentino da glote e cordas vocais, contando com a dificuldade de passagem de ar e produzindo o famoso som de “hic”. Os soluços não comprometem a saúde do gato e desaparecem em pouco tempo.

Alguns sintomas do soluço felino são:

  • ruído agudo enquanto respiram;
  • espasmos visíveis no abdômen;
  • chiado ou dificuldade para respirar.

Soluço constante pode ser problema de saúde?

Normalmente os soluços costumam ir embora com certa rapidez e não são motivos para criar pânico ou preocupação. Mas, se você perceber que o felino está com soluços frequentes, isso pode significar um problema sério de saúde.

O gato com soluço pode acabar tendo algumas condições interferidas, como no funcionamento do corpo. O soluço pode indicar câncer, asma, infecções, derrames, alergias e doenças renais. Por isso é muito importante que leve-o ao veterinário. Somente esse profissional tem a capacidade de examiná-lo e dar o diagnóstico correto.

Poucos sabem, mas disfunções do sistema nervoso central e até comportamentos comuns, como o estresse e ansiedade, também podem provocar soluços prolongados.

Como ajudar gatos com soluço?

De modo geral, soluço em gatos não costuma durar muito tempo e passa por conta própria. Porém, se isso não acontecer, você precisa ficar atento à alimentação exagerada ou à falta dela. Nesse caso, basta esperar que o corpo do felino se recupere naturalmente e garantir que ele tenha acesso à água, sem forçá-lo a beber.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário